mudando-rotina3

4 dúvidas sobre overtraining

Overtraining é um termo utilizado para designar o excesso de treinamento. Em parceria com a DLB Assessoria Esportiva, elaboramos um texto respondendo 4 dúvidas comuns sobre esse tópico =)
1 – Como o corpo entra em overtraining?
Quando não se respeita os períodos de recuperação dos estímulos dados nos treinamentos e competições podemos expor o organismo do atleta ao overtrainnig. Esta reação acaba sendo um processo de proteção já que desta maneira evita-se a continuidade dos estímulos.
2 – Quais os principais sintomas?
Destacamos como principais sintomas a queda de rendimento esportivo, alto grau de irritabilidade, baixa qualidade de sono e  dores ou lesões musculares consecutivas. Muitos estudos são elaborados atualmente na procura de um marcador mais exato, porém o conjunto de fatores subjetivos citados que se usa para fechar o diagnóstico.
3 – O que fazer para reverter o quadro?
Após instalado, o quadro de overtrainnig deve ser considerado como prioridade na vida esportiva do atleta. Reduzir significativamente a carga e a frequência dos treinos, substituir temporariamente a atividade principal por outro tipo de treinamento, rever a estratégia de suplementação, hidratação e alimentação são questões fundamentais para a recuperação do atleta.
4 – Existem formas de prevenir o overtraining?
Sim. Para evitar que o overtrainnig se instale devemos estar atentos aos sinais e sintomas que o corpo nos apresenta. Sempre que um treino for oferecido ao atleta ele deve respeitar o período correto de recuperação para receber novamente aquela mesma carga de treino. Quando percebemos que mesmo com a intensificação dos treinos o desempenho físico está caindo devemos ficar atentos, esse é um sinal importante!
A variação de estímulos no treinamento ajuda a previnir esta sobrecarga. Evite o mesmo tipo de treino por períodos muito longos. Estar sempre bem alimentado e suplementado são aspectos fundamentais na recuperação dos treinos e por consequências na prevenção do overtrainnig.