10 filmes sobre alimentação disponíveis no Netflix

filmes sobre alimentação

Alimentação é um assunto que mexe com o paladar, olfato, imaginação e até o emocional, não é? Por isso que filmes – documentais ou ficcionais – sobre gastronomia fazem tanto sucesso. Para quem adora descobrir um pouquinho mais sobre esse universo tão rico em temperos, cores e sabores, elencamos uma lista com 10 filmes sobre alimentação disponíveis no Netflix. Confira as dicas separadas em três categorias, que vão te dar água na boca:

Filmes para você embarcar no mundo gastronômico: 

1 – Today’s special (2009)

Essa comédia leve e divertida vai agradar principalmente os apaixonados por comida indiana. O filme acompanha a vida de Samir (Aaasif Mandvi), um chef de um restaurante sofisticado em Nova York. Frustrado com seu chefe, sonha em estudar culinária francesa nos tradicionais restaurantes parisienses.

Porém, seu pai adoece e Samir precisa deixar seus sonhos de lado para assumir o restaurante indiano de sua família. 

Num cenário bem distantes das cozinhas premiadas, o chef mergulha em suas origens ao se envolver com a culinária de sua terra natal. Em sua tentativa de salvar o Tandoori Palace, Samir leva o telespectador a mergulhar na gastronomia e cultura indiana. 

Dirigido por David Kaplan, o filme independente teve seu roteiro adaptado e inspirado na peça de autoria de Mandvi, Sakina’s Restaurant. No Festival Internacional de Cinema de Palm Springs, em 15 de janeiro de 2010, ganhou “Best of the Fest”. Duração: 99 minutos. 

2 – Julie & Julia (2009)

Um prato cheio para quem ama comida e Maryl Streep, Julie&Julia é uma comédia dramática norte-americana que rendeu à atriz um Globo de Ouro. Além disso, indicações ao Oscar, ao BAFTA e ao Screen Actor Guild Awards. 

O filme é baseado, entre outros, na autobiografia My Life in France. Retrata a vida de Julia Child (Streep), autora de livros de gastronomia, e também apresentadora de televisão. Nele, a nova iorquina Julie Powell (Amy Adams) embarca num projeto desafiador.

No blog nomeado de Julie/Julia Project, tenta reproduzir as 524 receitas do livro de Julia, Mastering the Art of French Cooking (Dominando a Arte da Cozinha Francesa). Ao retratar a vida dessas duas mulheres, a comédia ensina muito sobre a paixão pela culinária.

Escrita e dirigida por Nora Ephron, tem como uma das grandes sacadas aproximar a história de Julia e Julia, apesar da distância temporal entre ambas. O que se refere à vida de Julia foi inspirado principalmente no livro de memórias, My life in France. A de Julie, por sua vez, no livro Julie & Julia que teve sua origem no blog sobre receitas.

Nele, a autora narrou fatos de sua vida, suas impressões e experiências ao tentar reproduzir as receitas em sua pequena cozinha no Brooklyn. É considerado, portanto, o primeiro filme baseado em um blog.

Com duração de 123 minutos, é divertido, tem roteiro bem escrito e enche os olhos no que toca às receitas. Não é a toa que Meryl Streep ganhou quase 7 quilos durante as gravações. 

3 – Chocolate (2000)

Imperdível para os chocólatras, o longa conta com um elenco rico. Inclui nomes como Johnny Depp, Juliette Binoche, Alfred Molina e Judi Dench. Na trama, Vianne Rocher, uma jovem mãe solteira chega à pequena cidade francesa de  Lansquenet com sua filha.

Ela inaugura uma loja de chocolate em frente à igreja local, o que causa um burburinho na população do vilarejo pacato. Mesmo com o choque inicial, aos poucos, se rendem às delícias da loja. Num primeiro olhar, a história mostra uma mulher livre que viaja o mundo levando chocolate e seu conhecido sobre cacau.

Inclusive, esse papel rendeu à Binoche uma indicação ao Oscar de melhor atriz. Olhando mais atentamente, é um retrato de como a comida pode ser um elemento de união, que atravessa diferentes culturas e que vence preconceitos. 

4 – Toast: A História de uma Criança com Fome (2010)

Toast é baseado na biografia do Chef Nigel Slater (interpretado por Oscar Kennedy na infância e Freddie Highmore na adolescência). Situado na década de 1960, o filme mostra a rotina gastronômica de uma criança que aprende a cozinhar por acaso.

Quando pequeno, sua mãe, Rachel (Louise Mardenborough) não consegue executar nem pratos simples. Nasce, assim, a “fome” de Nigel. Ele passa então a querer experimentar coisas novas, principalmente aquilo que via em livro de receitas. 

Mais tarde, com a morte da mãe, Nigel continua seu amor pela gastronomia, numa forma de lidar com a relação conturbada com seu pai e sua madrasta. Interpretada por Helena Bonham Carter, a personagem é uma cozinheira de mão cheia. O filme, em suma, conta uma história sobre superar adversidades por meio da comida. 

Filmes para quem quer conhecer as histórias por trás dos pratos

5 – King Georges – (2015)

Nesse documentário temperado pelas adversidades, o chef Georges Perrier luta para salvar seu icônico restaurante na Filadélfia, apesar da mudança de hábitos e gostos de seus clientes.

Em suma, é um retrato rápido sobre um artista culinário em tempos de mudança e também uma passagem de tocha. Afinal, documenta a aprendizagem de Perrier em Lyon e a rotina de seus aprendizes na cozinha. Conhecemos a preparação de uma noite do Le Bec-Fin, o que acontece nos bastidores da preparação dos pratos renomados.

Durante mais de uma hora, acompanhamos o francês e a rotina criativa nas cozinhas do Le Bec-Fin. Apesar de a clientela passar a preferir uma comida mais barata e informal, o chef não desiste da culinária luxuosa que norteou as quatro décadas de história do restaurante. 

6 – Todo sobre el Asado – (2016)

O documentário é uma viagem pela Argentina mostrando muito mais que geografia ou churrasco. É, em suma, a abordagem desse prato como um ritual que vai além da gastronomia – é uma arte e também uma ciência. A obra viaja o país mostrando como o churrasco é preparado em diversas regiões. Um fenômeno que ajuda a ilustrar a personalidade e identidade argentinos por meio da alimentação. 

Bom humor é uma das características marcantes da produção.  Mariano Cohn e Gastón Duprat criaram uma abordagem ácida, beirando o satírico. ‘Todo sobre o asado’ mergulha de forma original na cultura gaúcha por meio desse costume culinário. É imperdível para os apaixonados por carne e também para aqueles que gostam de entender as relações entre os povos e seus pratos característicos. 

7 – Steak revolution – (2014)

Imperdível para os carnívoros, o documentário francês Steak Revolution embarca, essencialmente, na busca pelo melhor bife de carne bovina do mundo. Nessa história entram chefs, fazendeiros, historiadores e outros especialistas relacionados à carne na alimentação.

Assim, acompanhamos a evolução da qualidade da carne. O que inclui desafios do mercado, cortes – enfim, o processo que vai desde a criação do gado até a mesa. Ao longo do documentário, dois chefs franceses viajam o mundo enumerando as melhores carnes que provaram.

No entanto, o grande ponto da produção é justamente se aprofundar na cultura de criação de animais em condições decentes. Porém, por trás da experiência de sabor, existe uma mensagem bastante clara em relação aos animais e ao meio ambiente.

O desperdício também é uma das questões abordadas. Mas, principalmente, Steak Revolution convida o telespectador a conhecer a carne que come – e o impacto social desse consumo. 

Documentários sobre alimentação com mensagem social: 

8 – What the health (2017)

Com produção executiva assinada pelo ator vencedor do Oscar Joaquin Phoenix, o longa tem um impacto social significativo. Aliás, não é à toa: foi dirigido pelo cineasta Kip Andersen, responsável pelo também famoso documentário Cowspiracy: The Sustainability Secret (A Conspiração da Vaca: O Segredo da Sustentabilidade).

What the health (em português, traduzido para “Que raio de saúde”) é tão impactante, que fez que alguns jogadores da NFL mudassem sua alimentação se tornando veganos depois de assisti-lo.

O documentário foca na investigação por trás de interesses das indústria alimentícia, farmacêutica e do poder de barganha dessas áreas das decisões governamentais norte americanas. Em suma, é um retrato da relação maliciosa entre essas indústrias.

Depoimentos de médicos aumentam ainda mais o tom de alerta à respeito dos malefícios dos consumos de alguns alimentos. Para reforçar ainda mais a mensagem, Kip lança mão de uma série de estudos publicados em periódicos médicos e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Para quem se interessou, reserve um tempinho para assistir a produção, que é bastante densa. 

9 – Sustainable (2016)

Apesar de retratar um panorama da agricultura dos Estados Unidos, as informações levantadas pelo documentário de aplicam à produção alimentícia de boa parte do planeta. A investigação de Sustainable aborda o impacto ambiental causado por esse setor da economia. Desde o esgotamento da água, perdas de solo, usos de pesticidas e as mudanças climáticas. 

O documentário é conduzido pelo chef Rick Bayless que discute o que levou ao movimento por comida sustentável e quais impactos isso pode causar num futuro não muito distante. O filme ajuda a nos relembrar dos resultados de nossas escolhas alimentares no meio ambiente.

É um excelente alerta para a necessidade de uma mudança de hábitos e forma de pensar. Afinal, você sabe de onde vem a comida do seu prato? A obra mostra como estamos distantes da produção daquilo que consumimos e destaca as vantagens da alimentação com produção mais local, slow e ecológica. 

10 – The Truth About Alcohol (2016)

Este é um documentário recomendado para todos os amantes de bebida. A obra acompanha o médico Javid Abdelmoneim que, por meio da ciência, responde as perguntas mais frequentes sobre o consumo de álcool e seus riscos e benefícios à saúde. 

O ponto de partida da produção feita pela BBC é a divulgação de novas diretrizes para o consumo de álcool anunciado pelo governo britânico em 2016. Esses anúncios foram motivados por descobertas científicas que apontam a conexão entre o consumo e o surgimento de câncer.

A partir de então, o médico passa a investigar algumas crenças e hábitos ligados a ingestão de álcool.  Ao longo da produção, vemos alguns mitos caírem por terra. Descobrimos até alguns benefícios, como os do consumo de vinho na alimentação, por exemplo. 

Gostou das dicas? Que tal conferir alguns snacks para acompanhar sua sessão de cinema em casa?  

Você vai gostar de ver…

pessoa segurando garrafa de água e um copo com água

Saiba a quantidade de água por dia que você tem que beber

Água é essencial para a vida, da forma como a conhecemos. Para tanto, nosso organismo é composto de até 75% de água, o que faz surgir uma grande dúvida: qual

como curar ressaca com chá

Como curar ressaca: 10 maneiras de aliviar o mal-estar

Dor de cabeça, enjoo, tontura e estômago sensível, são sintomas comuns depois da ingestão exagerada de bebidas alcoólicas. Nesses dias, tudo o que a gente mais queria era uma receita

quantidade de água por dia

Saiba a quantidade de água por dia que você tem que beber

Água é essencial para a vida, da forma como a conhecemos. Para tanto, nosso organismo é composto de até 75% de água, o que faz surgir uma grande dúvida: qual

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.