4 exercícios para gestantes que ajudarão na hora do parto

O parto é um dos momentos que causam mais ansiedade na gravidez, principalmente quando se trata da primeira gestação. Para passar por ele da melhor maneira possível, carregando boas lembranças, é preciso se preparar. Nesse caso, os exercícios para gestantes podem ajudar. Já pensou?

As atividades físicas fazem muito bem pra saúde de todo mundo, mas na gestação elas trazem benefícios específicos pra mamãe e o bebê. Por exemplo, melhoram a oxigenação, ajudam a fortalecer os músculos que dão apoio à coluna e aprontam o corpo para o parto.

Foi pensando nessa última vantagem que decidimos escrever este post pra você, com 4 dicas de exercícios que vão ajudar na hora de trazer seu novo herdeiro ao mundo.

Mas não esqueça: é sempre bom ter um especialista acompanhando. Se tiver, dúvidas, procure um educador físico 😉

Agora, quer saber quais são esses exercícios? Vem ver!

1. Kegel

Deitada com as costas viradas para o chão, dobre as pernas em um ângulo de 90°, levante o tronco, contraia e segure o tempo que puder. Relaxe os músculos, baixe as pernas e repita por umas 10 vezes, mais ou menos.

Esse exercício é ótimo para fortalecer o assoalho pélvico, que nada mais é do que um conjunto de músculos, ligamentos e tecidos que trabalham como uma rede de sustentação para os órgãos da pelve, como a vagina, a bexiga, o reto e o útero.

2. Agachamento

O agachamento é um dos exercícios mais feitos por quem quer ter um parto normal. Realizado durante a gestação, ele fortalece os músculos requisitados no momento do parto e, antes do trabalho de parto ativo, ajuda a ampliar a saída da pélvis, ou seja, o bebê tem mais espaço para passar.

Para fazer agachamento com maior segurança, é preciso encostar em uma parede para ter apoio. Com a coluna retinha, mantenha os pés separados e alinhados em direção aos ombros, a uma distância de 14 cm da parede.

Deixe os braços relaxados ao lado do corpo e deslize devagar, descendo com as costas ainda retas, até que as coxas fiquem paralelas ao chão. Mantenha por 10 segundos e retorne à posição inicial.

3. Caminhada

A caminhada é uma das atividades mais democráticas. Afinal, é recomendada para quase todas as pessoas, incluindo as gestantes. Durante a gravidez, ela ajuda na melhora da circulação sanguínea e no condicionamento físico.

Já no trabalho de parto, ela auxilia no aumento do ritmo das contrações, na redução da dor e no tempo total dele. Por isso, não é incomum ver grávidas andando pelos corredores da maternidade antes do nascimento do bebê. Por isso, faça caminhadas na gestação, conforme a orientação médica, e no intervalo das contrações.

4. Inclinação pélvica

É um exercício que ajuda a fortalecer os músculos do abdômen e a aliviar as dores das costas na gestação e no trabalho de parto, além de melhorar a flexibilidade. Para fazê-lo, fique de quatro, apoiada sobre as mãos e os joelhos e com a cabeça alinhada com a coluna. Garanta que está confortável na posição antes de começar os movimentos, ok?

Encolha a barriga e levante as costas, mantenha a posição por alguns segundos e relaxe, mas com as costas retinhas. No começo, repita de 3 a 4 vezes. À medida que se sinta capaz, aumente até chegar a 10 repetições.

Os exercícios para gestantes trazem benefícios em todos os 9 meses e na hora de ter o bebê, como maior bem-estar e ajuda no trabalho de parto. Porém, é preciso conversar com o obstetra antes de começar a praticá-los, pois cada gravidez tem suas particularidades.

Está procurando um estilo de vida mais saudável? Então, confira o nosso guia que explica como incluir os produtos saudáveis na sua alimentação!

Você vai gostar de ver…

albumina

Albumina é melhor que whey? Diferenças e quando tomar

No mundo do fitness e da suplementação, a escolha entre albumina e whey protein é uma dúvida comum. Ambas são fontes populares de proteína úteis para atletas e entusiastas do

dicas de como aliviar dor de academia

Como aliviar dor de academia? Veja essa e outras dúvidas

Treinar perna num dia e não conseguir descer as escadas no outro… você já passou por isso? Após um treino intenso, é comum sentir uma dor conhecida como dor muscular

ciclo menstrual e musculação

Ciclo menstrual e musculação: como afeta seus treinos?

Já parou para pensar que ciclo menstrual e musculação estão relacionados? Pois é, existe um vínculo importante entre a fisiologia feminina e o treinamento físico. É exatamente por isso que

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.