Bem-estar

5 dicas para descansar o cérebro ativamente

janeiro 29, 2020
dicas para descansar a mente ativamente

Quando é hora de parar, descansar o cérebro e encontrar alternativas que te auxiliem a “refrescar” a cabeça? Essa pergunta é muito comum, ainda mais quando o cansaço bate e você parece não saber o que fazer para se livrar dessa incômoda exaustão. Longe de ser um cansaço físico – que pode ser aliviado com uma boa noite de sono –, é a mente que está pedindo socorro. 

Mas como fazer isso na prática se o relógio parece andar cada vez mais rápido, com o estresse e a ansiedade sendo as companhias desagradáveis de todos os dias?

Neste artigo vamos dar algumas dicas preciosas, de como descansar o cérebro de forma eficaz e se sentir renovado. Mas, antes disso, vamos explicar porque nosso cérebro precisa de descanso. Além disso, você vai compreender que as férias são necessárias, sim, e que o ócio criativo é fundamental para amenizar a correria diária.

Por que descansar o cérebro?

Pode parecer óbvio, mas não somos robôs. Nem tudo sairá sempre do jeito que queremos, na perfeição que desejamos, nem na agilidade que almejamos.

Nosso cérebro possui redes que exercem diferentes funções. Mas, para que ele as execute da melhor maneira possível, é preciso que esteja descansado e tranquilo para reter as informações e adquirir os conhecimentos necessários.

Se isso não acontece, o esgotamento mental é o sinal de alerta para pisar no freio e repensar o estilo de vida. Sono desregulado, dores musculares, enxaqueca, alterações de humor, diminuição da libido, problemas digestivos, nervosismo, depressão e até crises de pânico são alguns sintomas do cansaço cerebral.

Esses são alguns dos sinais de que é hora de descansar o cérebro. Muitas vezes, explorar o máximo potencial da mente pode provocar consequências emocionais e cognitivas graves.

Férias? Sim, precisamos!

Há quem considere que as férias são desnecessárias – meu sobrenome é trabalho e não preciso descansar!

Outros não abrem mão daquele merecido descanso, seja de 10 ou 30 dias. Em alguns casos, se isso não for possível imediatamente, um fim de semana no modo off-line, já ajuda a restaurar e renovar as conexões cerebrais.

Durante as férias, reduzimos a marcha, conseguimos apreciar momentos que até então passavam despercebidos. Além de nos divertirmos mais e as horas de sono aumentarem consideravelmente, já que não há a necessidade de acordar cedo para as tarefas diárias.

Sabe o chamado ócio criativo, aquele momento em que fazer nada é a melhor opção? Muitas vezes, precisamos só disso para recuperar nossa energia mental e recomeçar. Portanto, sentir-se culpado por estar de pernas para o ar? Jamais!

Descanse seu cérebro

É hora de relaxar. Por isso, listamos 5 dicas de como descansar o cérebro, dar uma pausa na correria e viver com mais qualidade.

1. Durma bem:

Estabeleça um compromisso diário com o seu sono. É durante o sono que o corpo diminui a produção de hormônios como cortisol e adrenalina, ajudando a reduzir o estresse.

Também é nesse descanso, que o cérebro processa os novos conhecimentos, melhorando a memória. Outro benefício de uma boa noite de sono é que as células da pele se renovam, proporcionando mais beleza e juventude.

2. Exercite o cérebro com atividades prazerosas:

Quando o cérebro não é utilizado, ele vai se atrofiando gradualmente e a desenvoltura cai. Portanto, estude um novo idioma, leia um bom livro para relaxar, faça palavras-cruzadas ou experimente uma atividade nova. A dica é manter sua mente sempre funcionando.

3. Pratique exercício físico:

Além de prevenir inúmeras doenças, o exercício ativa a produção de serotonina e dopamina, neurotransmissores responsáveis pela sensação de prazer, bem-estar e motivação.

A dica é encontrar uma atividade física que te dê prazer, pois, a relação afetiva com o exercício fará toda a diferença para que você continue a praticá-lo.

4. Invista numa alimentação balanceada:

Faça uma lista de carboidratos e proteínas de qualidade, além de verduras, legumes e frutas que complementem o cardápio do dia a dia.

Para isso, consulte um nutricionista, pois ele saberá reconhecer suas necessidades nutricionais e indicar as melhores opções de alimento. Fuja de dietas restritivas e opte pela reeducação alimentar.

Evite o açúcar e alimentos industrializados. Pratique a atenção plena na hora das refeições e sinta as texturas e sabores de cada alimento.

5. Relaxe:

As inúmeras funções do dia a dia podem nos levar à estafa mental. E, em longo prazo, aumentam o risco de depressão, insônia e ansiedade. Por isso, controle a respiração, relaxe e aprecie momentos junto à natureza, tão necessários para descansar o cérebro e ficar numa boa!

Quer uma ajudinha na alimentação saudável? Se precisar de uma ajuda, a Liv Up conta com refeições saudáveis, práticas e saborosas para te ajudar nesse processo!

You Might Also Like

Vamos conversar?

Entre por uma das redes sociais ao lado para comentar!
Scroll Up