Mudando o mundo

9 Benefícios dos orgânicos

agosto 22, 2018

Para te ajudar a entender melhor essa tendência, vamos te explicar melhor sobre esse universo e mostrar 9 benefícios dos orgânicos para você e para o mundo.

Junto e tão forte quanto o movimento da alimentação saudável, veio também o consumo de alimentos orgânicos. É cada vez maior a preocupação com a qualidade dos alimentos que estamos ingerindo. Isso fez com que os alimentos orgânicos ganhassem cada vez mais espaço na alimentação das pessoas, se tornando uma verdadeira tendência mundial de alimentação.

Os orgânicos são produzidos sem o uso de substâncias tóxicas como agrotóxicos e fertilizantes no caso dos vegetais e antibióticos e hormônios no caso de animais e derivados. Tais produtos são cultivados com a ajuda de técnicas alternativas que protegem o meio ambiente e a saúde tanto de quem os planta como de quem os consome.

Quem deseja aderir a uma alimentação mais limpa, encontra nos alimentos orgânicos uma ótima opção. Ela integra benefícios ao corpo, respeito ao meio ambiente e ainda a agricultura responsável.

Foto de plantação com a placa da Liv Up

Mas, o que é comida orgânica, afinal?

Na agricultura convencional, desde o seu começo, é comum a utilização de agrotóxicos e outros defensivos agrícolas. Elas servem para controlar o desenvolvimento de doenças que possam atingir a plantação, bem como para aumentar a produtividade. Com o tempo, descobriu-se que tais substâncias podem ser altamente prejudiciais ao consumo humano e para o meio ambiente.

Foram com essas descobertas que o cultivo orgânico voltou a ganhar força. De lá pra cá aconteceu uma retomada da produção de alimentos sem a utilização de agrotóxicos. Para evitar o surgimento de pragas e doenças que acometem a produção agrícola, o cultivo orgânico utiliza de alternativas naturais. Essas, não comprometem os alimentos e os torna mais sadios para o nosso consumo.

Além de frutas, verduras e hortaliças cultivadas sem os defensivos agrícolas, também é possível produzir ovos, carnes, óleos e até vinho de forma orgânica. No caso das carnes e dos ovos, os animais são criados sem que haja a aplicação de antibióticos, anabolizantes ou hormônios.

Foto produtor enxada Liv Up

Conheça as vantagens dos alimentos orgânicos

No cultivo orgânico, são utilizadas técnicas que visam a maior qualidade dos alimentos, além de métodos que respeitam o meio ambiente. Hoje, sabe-se que o consumo de agrotóxicos pode ser maléfico para o organismo, portanto, o consumo de alimentos orgânicos é uma excelente alternativa para quem busca uma vida mais saudável.

Além disso, muitas pessoas defendem que os alimentos orgânicos são mais saborosos. Os métodos utilizados no seu cultivo, pelo fato de ajudarem a concentrar mais água nos alimentos, fazem com que os produtos tenham mais sabor.

Os benefícios dos orgânicos não param por ai, eles ajudam também a preservar o meio ambiente. A produção dos alimentos orgânicos é menos agressiva, já que não contamina o solo e a vegetação. São utilizadas técnicas de compostagem, manejo orgânico do solo e adubação verde em seu cultivo.

 

 

Quais são os benefícios dos orgânicos?

Ainda hoje os produtos orgânicos custam mais caro que os convencionais. Isso se dá pelo fato de utilizarem métodos alternativos de cultivo e produzirem em menor quantidade. Apesar disso, os orgânicos possuem uma série de vantagens para quem os consome. Optar pela comida orgânica traz muitos benefícios, listamos alguns abaixo:

 

1. Alimentos com mais nutrientes

Os solos sem contaminação e enriquecidos com adubos naturais, como acontece nas plantações de alimentos orgânicos, produzem alimentos mais ricos em nutrientes

2. Garantia de origem

Os produtos orgânicos são certificados. Isso significa que, ao comprar um alimento que possui um selo de Orgânico (que fiscaliza a produção desde a produção até a sua comercialização), garante ao consumidor a qualidade do alimento consumido que é saudável e livre de resíduos tóxicos;

3. Mais saúde

Alimentos orgânicos evitam problemas causados pela ingestão de substâncias químicas tóxicas, como agrotóxicos, fertilizantes, antibióticos e hormônios que podem causar desde reações alérgicas e respiratórias até doenças mais sérias.

4. Menos impacto no solo

Quando falamos dos benefícios dos orgânicos, também precisamos ressaltar o impacto na natureza. O seu cultivo é amigo do meio ambiente e evita a erosão do solo. Através dos métodos utilizados, tais como rotação de culturas, plantio consorciado e compostagem a terra fica protegida. Desta forma, o solo se mantém fértil e produtivo mesmo após anos de plantio;

5. Mais sabor e aroma

Os alimentos orgânicos possuem sabor e aroma mais intensos. Isto acontece pelo não uso de produtos químicos. Sendo assim, os alimentos orgânicos são mais saborosos;

6. Proteção dos mananciais

A plantação de orgânicos também é capaz de ajudar a proteger a qualidade da água. É que os agrotóxicos utilizados nas plantações convencionais conseguem alcançar os lençóis d’água, poluindo assim lagos e rios;

7. Preservação do meio ambiente

O cultivo de orgânicos tem profundo respeito ao equilíbrio da natureza. Sendo assim, protege não só a vida animal, como a vegetal, preservando e conservando áreas naturais;

8. Economia de energia

Na maior parte dos casos a produção de alimentos orgânicos é realizada de forma manual. Tanto os processos de preservação e manutenção das plantações são feitos a moda antiga, dispensando o uso de grandes máquinas e contribuindo assim para a economia de energia;

9. Movimenta a economia local

A produção de orgânicos é responsável também por movimentar a economia local. Grande parte da produção de orgânicos é feita por pequenos agricultores. Além disso, também fazem parte pequenos núcleos familiares, que buscam na terra o seu sustento.

Foto de plantação de abobrinha em parceria com a Liv Up

Quem são os fornecedores dos alimentos orgânicos?

Os números das produções de alimentos orgânicos no Brasil impressionam. De acordo com dados do Coagre (Coordenação de Agroecologia), ligada a Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo (SDC), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a área dedicada a produção de alimentos deve ser maior do que 750 mil hectares. Grande parte é derivada do trabalho de agricultores familiares.

Segundo o Cadastro Nacional de Agricultores Orgânicos (CNPO), dos 15 mil produtores cadastrados, 80% estão classificados como agricultores familiares. Com o crescimento do consumo dos orgânicos, os produtores familiares puderam aumentar a área dedicada a produção. Desta forma, famílias que tem na terra a sua forma de sustento, conseguem se beneficiar do cultivo de alimentos orgânicos, movimentando a economia da região.

 

Quer saber mais sobre os benefícios dos orgânicos? Então confira esse vídeo que gravamos com um de nossos parceiros:

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up