Alimentação Low Carb sem Glúten e Sem Lactose: Conheça os Benefícios

Recentemente, um novo estilo de vida surgiu com força no cardápio das pessoas. Estamos falando do Low Carb sem glúten e sem lactose. Você sabia que os antepassados só comiam quando sentiam fome? E que sua alimentação era totalmente baseada em alimentos sem carboidrato, como vegetais, proteínas e gorduras boas?

Eles não consumiam cereais, leguminosas (como feijões, ervilhas, lentilhas etc., por conta da ausência do domínio das técnicas de cocção), açúcares, farinhas, leite, laticínios e todos os alimentos industrializados que consumimos nos dias de hoje.

Muitas pesquisas conseguiram provar que o estilo de vida dos nossos antepassados está gravado em nosso código genético, assim, nosso corpo reconhece e se adapta muito bem à alimentação que eles tinham na época. E adivinha qual alimentação era essa? Low Carb, claro!

Obviamente, eles não tinham a menor ideia se estavam comendo pouco carboidrato e bastante proteína, pois comiam aquilo que tinham à disposição. A questão é: eles viviam de forma saudável sem ingerir alimentos lácteos, glúten e altas quantidades de carboidratos.

Portanto, se você é intolerante ao glúten e/ou lactose e deseja iniciar uma alimentação Low Carb, este artigo é para você!

O estilo de vida Low Carb

Como você já deve saber, os carboidratos fornecem energia ao nosso corpo, por isso é indispensável que ele faça parte da nossa alimentação. Porém, o que tem acontecido ao longo dos anos é exatamente o contrário do que nossos antepassados faziam: o carboidrato virou a base da nossa alimentação e, com isso, alguns problemas de saúde começaram a surgir.

Além do sobrepeso, muitas deficiências de vitaminas e minerais apareceram na população. O estilo de vida Low Carb sem glúten e sem lactose nos reconecta com a nossa sensação de fome, com o prazer em comer de forma saudável.

Na alimentação Low Carb, os carboidratos simples, como farinhas, cereais, leguminosas, açúcares e alimentos industrializados dão lugar aos carboidratos vegetais, que além de apresentarem uma carga de carboidratos menor, também são ricos em fibras, vitaminas e minerais.

Além de ingerir fontes de carboidratos vegetais, você vai utilizar as proteínas e gorduras boas para compor as calorias necessárias para você. A gente chama de estilo de vida porque não é uma dieta passageira, em que depois de atingir o objetivo é abandonada.

Pelo contrário, ela deve ser continuada para o resto da vida, pois seus benefícios são encontrados em curto, médio e longo prazo.

Benefícios do estilo de vida Low Carb

A alimentação Low Carb nos traz mais benefícios do que se pode imaginar. O emagrecimento, por exemplo, é apenas um deles. Citamos esse porque é um dos maiores motivos que fazem as pessoas aderirem a esse plano alimentar, mas saiba que há muito mais vantagens.

Controle da compulsão alimentar

O transtorno de compulsão alimentar é aquele em que a pessoa come grande quantidade de comida em pouco tempo, mesmo sem fome, até se sentir “empanturrado”. Nesse caso, é preciso avaliar a condição com um profissional de saúde, como médico e psicólogo.

No entanto, os episódios de compulsão alimentar são cada vez mais frequentes, mesmo que a pessoa não apresente o transtorno. Sabe aquele momento em que você começa a comer e não para mais até sentir que não cabe mais nada no estômago? Então, essa pode ser considerada uma ocorrência.

A alimentação Low Carb ajuda a controlar esses impulsos porque, geralmente, eles são motivados pelo açúcar. Geralmente, as comidas que desencadeiam a compulsão são aquelas com muitos carboidratos, como pães, massas e doces. Isso acontece porque o cérebro busca ali uma sensação de prazer, causando um certo vício.

Se a gente tira da alimentação esse tipo de alimento, logo o corpo passa a entender que não pode recorrer a eles para ter um bem-estar momentâneo. Além do mais, como os níveis de glicose sanguínea se mantêm estáveis, a gente sente menos fome e se sente saciado com menos comida.

Prevenção e tratamento de problemas de saúde

Sabia que diversos problemas de saúde podem ser evitados e tratados com a dieta Low Carb? Por conta do consumo de gorduras boas, os níveis de colesterol bom ficam adequados.

Isso tudo faz com que os triglicérides sejam reduzidos, que são um tipo de lipídeo vindo do metabolismo de carboidratos. Por manter a glicemia estável, a alimentação sem carboidrato ajuda a prevenir a diabetes tipo 2 e também a tratá-la.

Quando começamos a nutrir o organismo da maneira certa, as inflamações crônicas, responsáveis por diversos problemas de saúde, são amenizadas. Dessa maneira, a gente consegue regularizar o funcionamento do nosso corpo.

Emagrecimento acentuado e saudável

Precisa perder alguns quilinhos ou muitos deles? A Low Carb pode ser uma ótima opção! Isso porque ela promove um emagrecimento rápido de forma saudável. O nosso corpo usa os carboidratos como principal combustível para trabalhar.

Ao restringirmos a ingestão desse nutriente, o organismo vira a chave de obtenção de energia e passa a queimar a gordura corporal. Esse mecanismo também é o mesmo que nos ajuda a ter mais saciedade e comer menos, pois o corpo já tem quase toda a energia que precisa.

Low Carb sem Glúten e sem Lactose

Muitas pessoas intolerantes ao glúten enfrentam dificuldades para se alimentar quando se descobrem intolerantes. Isso porque, como mencionamos, a nossa alimentação é composta por alimentos industrializados e produzidos a partir de farinhas.

Mas, quando optamos por uma alimentação Low Carb, os alimentos feitos a partir de cereais são excluídos, dando lugar aos alimentos vegetais, então tudo fica mais fácil. Quanto aos alimentos ricos em lactose, realmente, precisamos retirá-los do plano alimentar e suprir os micronutrientes presentes neles por meio dos vegetais.

O que é importante você saber é que não terá prejuízos à saúde retirando o leite e seus derivados da sua alimentação, pois, como mencionamos, nossos antepassados também não consumiam alimentos lácteos. Isso, sem contar no fato de que existem muitos substitutos no mercado que suprem a necessidade do consumo direto de leite e derivados.

Muitas pessoas acreditam que a retirada da lactose prejudica a saúde por conta da suposta falta de fontes de Cálcio na dieta. Porém, muitos alimentos de origem vegetal têm um excelente aporte de Cálcio e incluindo-os na sua alimentação, você não terá problemas.

Mas não se preocupe, pois nós da Liv Up explicamos tudo o que você pode incluir nesse novo estilo de vida! Todo plano alimentar saudável conta com alimentos fontes de carboidrato, proteínas e lipídios (gorduras), e no Low Carb sem Glúten e sem Lactose não é diferente.

Porém, os carboidratos serão provenientes de alimentos vegetais e o glúten e a lactose serão retirados completamente. Então, vamos descobrir o que incluir ou não no prato?

Carboidratos

Em um plano alimentar Low Carb você consumirá entre 20 e 30% do total de calorias em carboidratos. Diferentemente do que as dietas radicais promovem, o carboidrato não é reduzido a níveis que possam prejudicar a sua saúde. Porém, é fundamental que você saiba quais alimentos você deve consumir. Mas calma que a gente ajuda você:

  • alimentos que você deve consumir: rabanete, couve-flor, tomate, berinjela, beterraba, chuchu, aspargo, brócolis, cenoura, abobrinha e folhas verdes (chicória, couve, alface, rúcula, alface e agrião) e frutas como mirtilos, maracujá, frutas vermelhas, pêssego, limão, açaí e abacate;
  • alimentos que você deve evitar: feijões, batata, massas, milho, arroz, biscoitos (por serem ricos em carboidratos) e, principalmente, os cereais trigo, aveia, cevada, malte e centeio e os alimentos produzidos a partir deles (por conta da presença do glúten).

Proteínas

As proteínas são de vital importância para nossa saúde e na alimentação Low Carb elas são as protagonistas do seu prato. Dentro do valor energético total da sua alimentação, as proteínas vão compor de 30 a 40%, portanto preste atenção nos alimentos que você precisará incluir na sua alimentação:

  • alimentos que você deve consumir: carne bovina, carne de porco, frango, ovos, peixes, leites vegetais, soja.

Lipídios

Muitas pessoas ainda têm medo de ingerir fontes de gordura, pois por muito tempo nos foi ensinado que a gordura é maléfica para nossa saúde e engorda. Mas a verdade é que a gordura é muito benéfica se consumida da forma adequada e, claro, se você fizer as escolhas certas e de boas fontes.

No plano alimentar Low Carb, aconselhamos você a esquecer de todo e qualquer “pé atrás” que você tenha com as gorduras e consuma sem medo, pois elas constituirão entre 50 e 60% de gordura.

  • alimentos que você deve consumir: castanhas, amêndoas, gergelim, amendoim, azeitonas, abacate, nozes, linhaça e azeites de oliva e de linhaça — peixes como sardinha, salmão, arenque, atum e cavalinha também são excelentes fontes de gorduras boas, portanto, embora sejam alimentos proteicos, se encaixam perfeitamente na lista de alimentos fontes de gorduras;
  • alimentos que você deve evitar: margarinas e óleos de milho, soja, canola e qualquer alimento frito.

Dicas valiosas para sua nova alimentação

Respeite sua fome

Sabe aquela história de que devemos comer de 3 em 3 horas? Esqueça! A ideia é que você preste atenção ao que seu corpo está pedindo e siga suas orientações. Esqueça o medo de engordar. Isso não acontecerá, pois respeitando os alimentos listados para a alimentação Low Carb, você não terá uma sobrecarga de alimentos calóricos. Fique tranquilo na hora de se alimentar!

Coma com calma

Um dos grandes problemas que enfrentamos na hora de nos alimentar é a pressa. Comer muito rápido ou realizando outras atividades (como ver televisão, mexer no celular ou computador) faz com que não prestemos atenção nos alimentos, prejudica a mastigação e, claro, não aproveitamos a refeição e os sabores dos alimentos.

E a nossa intenção é nos reconectarmos com o alimento, certo? Então, desligue-se das distrações e concentre-se na sua refeição.

Beba bastante água

A quantidade de fibras que você ingere em uma alimentação Low Carb é bem superior à de uma alimentação convencional, portanto, você precisa beber cerca de 2 litros de água por dia, assim você mantém o seu intestino saudável e o seu corpo hidratado.

Não utilize temperos prontos

Eles são muito práticos, pois você apenas abre o potinho, tempera os alimentos e pronto. Porém, esses temperos são extremamente ruins para nossa saúde e têm uma quantidade muito grande de sódio. Portanto, utilize temperos naturais e ervas frescas como cebola, alho, pimenta, orégano, tomilho, alecrim e salsa para temperar suas refeições, ok?

Utilize farinhas alternativas para preparações

Com certeza você sentirá vontade de comer alimentos como bolos e pães, afinal crescemos ingerindo esses alimentos. E você pode! Porém, utilize as farinhas certas para suas receitas, como a farinha de linhaça, farinha de chia, farinha de coco, farinha de amêndoas ou farinha de aveia sem glúten.

Esses produtos são facilmente encontrados em supermercados ou lojas de produtos naturais e facilitam muito a produção de diversas receitas.

Faça acompanhamento nutricional e médico

Esse conselho na verdade se aplicaria a qualquer pessoa, pois é uma forma de cuidarmos da nossa saúde de perto. Mas, neste caso, é importante porque você precisará de orientação quanto às quantidades de alimentos a consumir e à necessidade de possíveis suplementações de vitaminas e minerais.

A alimentação Low Carb sem glúten e sem lactose confere muitos benefícios aos adeptos e facilita a ingestão de muitas vitaminas, minerais e nutrientes importantes para sua saúde. Por isso, cada dia mais pessoas aderem a esse novo estilo de vida e relatam as grandes mudanças positivas na sua saúde. E você? Que tal começar hoje mesmo?

Para ajudar você a se encantar com a alimentação Low Carb sem glúten e sem lactose, nós da Liv Up montamos diversas refeições saborosas e nutritivas, feitas com alimentos sem carboidrato, frescos e sem aditivos químicos, que vão facilitar a sua vida e manter você saudável!

E aí, você é do time que acha que não dá pra ter uma comida saborosa e saudável ao mesmo tempo? Aproveite que está por aqui e leia o nosso artigo que fala sobre o assunto. Você se surpreenderá!

Você vai gostar de ver…

déficit calórico dos alimentos

Déficit calórico: como funciona a fórmula das calorias

Quem quer emagrecer certamente já esbarrou por aí no conceito de déficit calórico, até porque é impossível perder peso sem ele. Entender essa relação entre as calorias ingeridas e as

refeição cardápio para o dia a dia

Cardápio para o dia a dia: 20 receitas pra experimentar

Quando o assunto é alimentação saudável, um dos grandes desafios é elaborar um cardápio para o dia a dia que reúna refeições práticas, mas também saborosas. Afinal de contas, a

iogurte saudável com frutas

Iogurte saudável: como escolher o melhor

Saboroso, versátil e bem equilibrado, o iogurte saudável é uma opção queridinha na hora de montar um cardápio bacana. Vai bem com frutas, com granola, em molhos para saladas e

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.