Alimentação para idosos: existe algum cuidado especial obrigatório?

alimentação para idosos

Quer ter uma vida mais saudável na terceira idade? Já passou dos 60 anos e quer tem mais qualidade de vida e longevidade? Então, fique atento às nossas dicas. Neste post, vamos falar dos cuidados com a alimentação para idosos.

Para ter uma vida mais saudável e com mais disposição para curtir a melhor idade, cuidados especiais com a alimentação do idoso são necessários. Isso, porque, com o avanço da idade, nossa estrutura corporal e organismo vão envelhecendo e ficando mais vulneráveis a doenças.

Por isso, para ter qualidade de vida na terceira idade, algumas necessidades nutricionais precisam ser reforçadas na alimentação. Isso, seja para prevenir ou tratar problemas de saúde. Acompanhe!

A importância da alimentação para idosos

Em suma, o processo de envelhecimento é natural para todo e qualquer ser humano. Após os 60 anos, a estrutura corporal, os ossos e os músculos, vão envelhecendo e ficando cada vez mais fracos. Além disso, ocorrem várias as alterações hormonais que desfavorecem o bom funcionamento do nosso organismo.

Essas mudanças provocadas pelo envelhecimento geram diversos problemas de saúde para o idoso. Dentre as principais alterações que organismo sofre com o envelhecimento, estão:

  • perda de massa muscular;
  • problemas bucais como perda de dentes e inflamações nas gengivas;
  • enfraquecimento dos ossos;
  • pele mais seca e frágil;
  • dificuldade no sistema digestório;
  • perda de paladar e apetite;
  • imunidade baixa;
  • prejuízos sensoriais e na memória.

Portanto, devido a esses problemas, a saúde do idoso fica mais vulnerável e suscetível ao surgimento de doenças sérias. Entre elas estão a diabetes, hipertensão e osteoporose, por exemplo. No entanto, alguns cuidados especiais, principalmente com a alimentação do idoso, podem ajudar a minimizar os danos, prevenir e até tratar alguns desses problemas.

Afinal de contas, envelhecer faz parte do processo natural da vida. Mas é possível vivenciar essa fase com mais saúde e disposição, bastam alguns cuidados especiais.

Principais nutrientes de uma alimentação para idosos

Além de manter o corpo ativo, é preciso exercitar a mente e manter uma alimentação balanceada. Assim, o cardápio deve ser rico em proteínas, carboidrato, vitaminas e minerais. Alguns nutrientes, em específico, se fazem essenciais na alimentação de um idoso para manter a estrutura física e o organismo fortalecidos.

Veja abaixo alguns nutrientes que não podem faltar na alimentação de um idoso:

  • cálcio: presente em leite e derivados, peixes e verduras de cor verde-escura, o cálcio ajuda fortalecer a estrutura óssea e os dentes. Além disso, previne doenças como osteoporose.
  • Ferro: presente em carnes, folhas de cor escura e feijão, o ferro ajuda a fortalecer o sistema imunológico. Previne, ainda, doenças como a anemia, também comum em idosos.
  • vitamina B6: presente em carnes, ovos, grãos integrais e frutas, como banana e abacate, a vitamina B6 atua em funções cognitivas. Assim, auxilia na prevenção da memória e no bom funcionamento do sistema nervoso.
  • vitamina B12: a principal fonte de B12 são as proteínas animais, como carnes e ovos. Ela atua no fortalecimento do trato gastrointestinal, funcionamento metabólico e na formação de hemácias, células que ajudam no transporte de oxigênio para o corpo.
  • vitamina C: presente em frutas cítricas como limão, laranja e acerola, a vitamina C ajuda a fortalecer o sistema imunológico. Além disso, ajuda a prevenir doenças e auxilia na manutenção e cicatrização da pele.
  • vitamina D: a vitamina D é essencial para absorção do ferro e cálcio, nutrientes que ajudam a fortalecer a estrutura óssea e muscular. A principal forma de absorver a vitamina D em nosso organismo é pela exposição aos raios solares.
  • zinco: presente em carnes, castanhas, cereais integrais, frutas e leguminosas, o zinco exerce um papel importante na alimentação para idosos. Isso porque além de ajudar a fortalecer o organismo, ele ajuda na produção de anticorpos e preservação dos sentidos.

Dicas de alimentação saudável para idosos

1. Menos sal e açúcar

O consumo excessivo de sal e açúcar pode acarretar diversos riscos à saúde do idoso. O sódio, componente do sal, pode provocar insuficiência renal, hipertensão e acidentes vasculares como AVC e derrame.

Já o açúcar, por outro lado, além de provocar obesidade, aumentar os riscos de diabetes, também pode aumentar os riscos de problemas bucais.

2. Priorize alimentos naturais

Alimentos industrializados com excesso de conservantes, sódio e açúcar, além de pouco nutritivos e, na maioria das vezes, muito calóricos, podem prejudicar à saúde do idoso. Ou seja, devem ser evitados.

Por isso, sempre dê preferência a alimentos naturais e se possível orgânicos. Eles preservam as vitaminas e nutrientes, o que é primordial para uma alimentação saudável para idosos.

3. Dê valor às fibras

As fibras são essenciais na alimentação de idosos. Além de prevenir doenças como câncer de cólon, por exemplo, elas ajudam a manter o bom funcionamento do intestino, reduzir o colesterol e controlar os índices de glicose no sangue.

Frutas e cereais como aveia são ótimas fontes de fibras. Podem ser incluídas em refeições como café da manhã e lanches.

4. Consuma Ômega 3

O ômega 3, presente em peixes e oleaginosas, possui função anti-inflamatória e antioxidante. Desse modo, na prevenção de doenças sistêmicas como artrite e de perda de memória.

Além disso, o ômega 3 ajuda no tratamento de doenças degenerativas e inflamatórias, como Alzheimer e diabetes.

5. Evite excessos e tentações

Para que o idoso tenha qualidade de vida e evite problemas de saúde como obesidade, hipertensão e diabetes na terceira idade, os excessos devem ser controlados na alimentação.

Doces, gorduras, carboidratos simples e até o mesmo o cafezinho devem ser consumidos com moderação. Além disso, é preciso tomar cuidado com as tentações, como consumo de álcool, frituras e carnes gordurosas.

Agora você já sabe a importância dos cuidados com a alimentação para idosos e como é possível ter mais qualidade de vida na terceira idade. Então, não deixe de acompanhar as dicas e novidades do no blog da Liv Up e conhecer as deliciosas refeições do nosso cardápio, feitas com alimentos saudáveis e 100% naturais.

Você vai gostar de ver…

déficit calórico dos alimentos

Déficit calórico: como funciona a fórmula das calorias

Quem quer emagrecer certamente já esbarrou por aí no conceito de déficit calórico, até porque é impossível perder peso sem ele. Entender essa relação entre as calorias ingeridas e as

refeição cardápio para o dia a dia

Cardápio para o dia a dia: 20 receitas pra experimentar

Quando o assunto é alimentação saudável, um dos grandes desafios é elaborar um cardápio para o dia a dia que reúna refeições práticas, mas também saborosas. Afinal de contas, a

iogurte saudável com frutas

Iogurte saudável: como escolher o melhor

Saboroso, versátil e bem equilibrado, o iogurte saudável é uma opção queridinha na hora de montar um cardápio bacana. Vai bem com frutas, com granola, em molhos para saladas e

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.