Alimentação Saudável

Alimentação saudável é um hábito acessível?

dezembro 17, 2019
alimentação saudável

Sua alimentação é saudável? Você investe na qualidade dos alimentos que consome ou prefere comprar algum lanche ou algo já pronto e que dê menos trabalho? A ideia de que alimentação saudável ainda é inacessível à grande maioria do público precisa ser desmistificada, isso porque muita gente ainda acredita que comer bem significa gastar mais dinheiro pra isso. Não necessariamente: tudo vai depender das escolhas. Pequenas mudanças diárias na escolha dos alimentos podem melhorar a qualidade de vida sem comprometer o bolso.

O que é uma alimentação saudável?

Basicamente, podemos definir alimentação saudável àquela que atenda a todas as necessidades nutricionais do nosso organismo. Além de ser fonte de nutrientes, a alimentação também vai envolver diversos aspectos, entre eles culturais, afetivos e sensoriais. Através da alimentação buscamos não apenas suprir nossas necessidades orgânicas, mas também queremos sentir prazer na comida e aproximá-la ao máximo da nossa identidade cultural e familiar.

Uma alimentação saudável deve ser nutritiva, composta por vários grupos alimentares e que atenda às necessidades de cada indivíduo. E para que tudo saia equilibrado, é importante consultar um nutricionista, pois ele saberá orientar da melhor maneira sua nova rotina alimentar.

Sem pesar no bolso!

É possível comer bem sem gastar muito dinheiro. Basta planejar quais alimentos você deve consumir e quais deve evitar. Evite voltar do supermercado carregado de doces, produtos condimentados e refrigerantes. Além de roubar seu orçamento, roubam sua saúde. Lembre-se: esses alimentos só chegam até você porque você os escolhe, e se estiverem no seu armário ou geladeira, inevitavelmente serão consumidos.

Feiras e supermercados

Se você não costuma ir a feiras, é hora de fazer uma visita às centenas que existem por aí. Ao chegar lá, você vai se deparar com uma quantidade enorme de frutas, verduras e legumes que talvez nunca entraram na sua geladeira. É hora de testar novas combinações e experimentar outros sabores. A internet pode dar uma forcinha, já que cozinhar está cada vez mais fácil com a ajuda dos cozinheiros de plantão nas redes sociais.

Nos supermercados, fique de olho nos dias de promoção de frutas e verduras. Em alguns alimentos, os descontos podem chegar a 50%.

Como organizar as refeições

Deixe a desculpa da ‘falta de tempo’ de lado e comece a pensar no que você tem consumido. O tempo que você se dedica à alimentação saudável hoje pode evitar que você evite gastos desnecessários com remédios e problemas de saúde num futuro não tão distante. As guloseimas devem ser exceção, não regra no seu dia a dia.

Comece pelo café da manhã. Se ele é composto por biscoitos, bolos açucarados e os famosos sucos de caixinha, que tal mudar? Aposte nas frutas da estação, numa panqueca com aveia ou num pãozinho integral com queijo magro, por exemplo. Toda mudança vai gerar certo desconforto, mas vale a pena pois é a sua saúde que está em jogo.

Os produtos industrializados possuem menor variedade de nutrientes que os alimentos in natura, e contêm vários aditivos químicos. Além disso, o consumo de produtos muito calóricos (como os tradicionais biscoitos, bolos, pães de queijo) podem levar ao aumento de peso e, consequentemente, à obesidade e outras doenças, como diabetes e hipertensão. Lembrando que a obesidade é uma doença crônica e merece atenção. No Brasil, mais de 50% da população tem excesso de peso (segundo dados do Ministério da Saúde).

Já no almoço, invista na famosa dupla arroz e feijão, escolha uma fonte de proteína e abuse das verduras e legumes. Para a sobremesa, resista àquele pudim de leite condensado e opte por uma fruta ou um chocolate com 70% de cacau.

À noite, evite os fast foods, frituras e alimentos com muita gordura. Talvez uma saladinha com mix de folhas, ovos ou uma carne magra, e uma porção de arroz integral seja uma ótima opção para saciar sua fome. Se preferir um lanche, os sanduíches naturais entram como uma excelente escolha e as sugestões de recheio são variadas: frango, atum, queijo branco, ricota, ovos, alface, rúcula, cenoura, tomate, entre outros.

Nos intervalos das principais refeições, porções de frutas são bem-vindas, além de um mix de nozes, castanhas e amendoins, que são fáceis de levar para o trabalho, por exemplo.

Por que se alimentar melhor?

Essa pergunta parece desafiadora, já que vivemos na era da velocidade, tudo tem que estar pronto já, sem espera, pois o tempo é curto. Mas quando falamos de alimentação saudável, esses conceitos precisam ser revistos. É preciso enxergar a alimentação saudável como um investimento para a sua saúde, e não apenas para emagrecer. Adquira hábitos alimentares saudáveis e priorize sua saúde. Ela agradecerá!

E comer bem não significa perder horas na cozinha. Você pode adiantar o dia a dia congelando suas próprias receitas ou então optando por já comprar pratos congelados e esquentar conforme o gosto e a necessidade. Já deu uma olhada no cardápio de pratos Liv Up?

You Might Also Like

Vamos conversar?

Entre por uma das redes sociais ao lado para comentar!
Scroll Up