Mudando sua rotina

Atenção plena: saiba como deixar a vida menos estressante

maio 29, 2019

Se você mora numa grande cidade, provavelmente tem uma rotina estressante e vive no automático. Acertamos? É, isso acontece com muita gente. Mas não precisa ser assim. Felizmente, dá pra mudar essa situação e garantir um cotidiano mais tranquilo por meio da atenção plena. Você conhece essa expressão?

Ela é a tradução livre de “mindfulness”, uma técnica que trabalha o foco no momento presente, funcionando como uma espécie de meditação. As estratégias que levam à atenção plena têm diversas origens, inclusive religiosas. Além disso, a prática também está associada à psicoterapia e ao exercício meditativo.

E aí, bateu a curiosidade? Quer conhecer mais a fundo os benefícios dessa atividade? Se você é da turma dos estressados, ansiosos ou cansados da correria, é provável que sim. Então acompanhe nossas dicas e relaxe.

Quais são os benefícios da atenção plena?

Diminui a ansiedade e o estresse

O estresse e a ansiedade são indicativos de que algo não vai bem. Na maioria das vezes, esses dois problemas estão relacionados a uma vida que precisa desacelerar. Quando estamos ansiosos ou estressados, a tendência é que a mente fique agitada — o que acontece com muita facilidade e acaba potencializando essas duas sensações indesejadas.

O mindfulness é um recurso que ajuda na desaceleração da mente e até do corpo, além de ampliar sua consciência.

Durante a prática, você faz uma pausa no seu dia pra prestar atenção à respiração, por exemplo, e a outros sinais e movimentos seus. Esse intervalo pode garantir que você fique mais presente, ciente de suas emoções, e mantenha a calma. E já que, pra isso, você diminui seu ritmo, ainda consegue relaxar pelo resto do dia. Então, que tal apostar nessa solução pra tornar o cotidiano mais leve e lidar melhor com os problemas?

Ajuda no foco

Você já reparou como, às vezes, nossa mente vai longe? Ficamos suscetíveis a pensamentos que não estão relacionadas às nossas atividades ou ao momento, vivemos distraídos e, quando a gente percebe, simplesmente não está mais ali. Nosso foco acaba desviado das tarefas do dia a dia e a gente se perde até mesmo quando está se divertindo.

Com o mindfulness, você pode ter mais controle sobre esses pensamentos e sensações e, assim, estabilizar sua atenção no presente. E quanto mais você exercita essa capacidade, mais fácil fica. A ideia é se acostumar a manter a calma a ponto de viver no momento o tempo todo, naturalmente, e não só durante o exercício.

Melhora a produtividade

É comum que a nossa produtividade caia drasticamente quando estamos agitados, cansados e com um monte de problemas que não dão sossego. Afinal, como criar, concluir uma tarefa ou realizar qualquer atividade se não dá pra focar no que estamos fazendo?

Ao diminuir o estresse e aumentar a concentração, como a gente comentou, a atenção plena ajuda você a se conectar com seu trabalho com mais facilidade e, assim, potencializar sua produtividade. Com a prática, e com a habilidade adquirida de manter seu autocontrole, você ganha até em termos de disciplina.

Além disso, com consciência e maior domínio da respiração, é mais fácil oxigenar o cérebro. Isso contribui para seu funcionamento, indo muito além de um simples treino mental pra lidar com conflitos e problemas do cotidiano.

Aumenta a inteligência emocional

Inteligência emocional é uma forma de analisar sentimentos, seus e de outras pessoas, e de saber lidar com eles — sabia disso? Com altos níveis dessa habilidade, nos conhecemos melhor e temos mais domínio sobre nós mesmos diante das mais diversas situações, agindo com tranquilidade e sabedoria.

A inteligência emocional é exercitada durante as técnicas de atenção plena porque elas nos orientam a deixar as sensações e pensamentos irem e virem, sem nos apegarmos a nenhum deles. Por isso, quando surgem situações que mexem com nossos sentimentos, a mente já está mais acostumada a deixar que elas passem sem tanta preocupação.

O melhor é que dá para aprender a utilizar esse controle no dia a dia. Não apenas preparando a cabeça para fazer isso de forma automática, mas também percebendo essas situações, quando elas ocorrem, pra agir conforme você tem treinado.

Então, vale ficar atento durante as atividades que mais necessitam dessa competência. Assim, cada obstáculo, problema ou brecha para o estresse não será mais encarado da mesma forma. Tudo isso faz parte do caminho para uma vida mais equilibrada e da construção de relações saudáveis com a sua família, colegas e amigos.

Atua na plasticidade cerebral

O conceito de plasticidade cerebral é familiar para você? Ele diz respeito à aptidão do cérebro humano pra sofrer mudanças e regenerações, e é bastante explorado durante as sessões de mindfulness.

Afinal, nesse momento, o cérebro precisa se esforçar pra se manter relaxado, presente, calmo e consciente. Quanto mais tempo você passar exercitando esse órgão, mais ele terá facilidade pra permanecer assim em outras situações, como no trabalho, contribuindo profundamente para o que você tanto deseja: a saúde mental. Não é legal?

Como e onde praticar essa técnica?

O mindfulness pode ser exercitado tanto de maneira formal quanto informal. Na primeira, você deve escolher um lugar tranquilo, sentar-se em uma cadeira ou tapete e fechar os olhos. Simples assim. A partir disso, comece a prestar atenção à sua respiração, a todas as partes do seu corpo, uma a uma, e deixe seus pensamentos transitarem por alguns minutos.

Você ainda pode fazer isso em casa, durante um banho, por exemplo: sinta temperatura da água, ouça o barulho que ela faz ao cair no chão e escorrer pelo ralo, perceba a pele molhada e o perfume que fica no ar.

Tente aplicar essa estratégia, também, durante uma refeição, o yoga ou mesmo no trabalho, quando estiver sob pressão e sentir necessidade de se aquietar. Isso vai te ajudar a ter plena consciência das atividades que desempenha, a notar até os detalhes dos eventos que você presencia e a realmente viver cada instante da sua vida.

E aí, o que você acha de adotar a atenção plena na sua rotina? Reserve um horário específico pra treinar o mindfulness em um local tranquilo por alguns minutos. Vale começar devagar, aumentando a duração da dinâmica conforme você for se aperfeiçoando. Depois, não se esqueça de vir aqui contar tudo para gente!

Gostou de saber mais sobre as vantagens da atenção plena? E se a gente te disser que existe uma vertente só para alimentação, chamada mindful eating? É isso aí, e ela pode melhorar muito sua relação com a comida. Que tal navegar por esse universo também?

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up