Benefícios do incenso: saiba como utilizar

incenso

Quem é que não gosta de deixar a casa com um perfume gostoso e cheia de boas energias? O incenso, e sua infinidade de aromas, promove um ambiente tranquilo e aconchegante, onde todo mundo quer estar.

O incenso é composto por materiais aromáticos, os quais liberam uma fumaça perfumada quando queimados. No entanto, pra além da matéria, há quem atribua um significado que vai além da sensação agradável que os incensos proporcionam.

A seguir, contamos um pouquinho mais sobre a história e o significado do incenso, quais são os aromas mais utilizados e também como preparar um incenso natural em casa. Confira! 

Qual o significado do incenso?

A palavra incenso tem origem no latim “incendere”, que significa “queimar”. Utilizado desde o Antigo Egito, a história da humanidade com o incenso é longa. Para os povos da antiga Babilônia, por exemplo, assim como em outras culturas, a fumaça do incenso era um vínculo de ligação entre o homem, no mundo físico, e os deuses, no mundo espiritual. Por isso, os incensos eram muito utilizados em cerimônias religiosas, rituais e funerais. Sendo, inclusive, adotado por diversas religiões em todas as épocas da história. Os hindus, por exemplo, fazem uso dos incensos há cerca de 6 mil anos. Tanto é que, até os dias de hoje, a Índia lidera a sua produção.

Independente do significado atribuído ao incenso, o fato é que os efeitos benéficos e suas propriedades aromáticas são conhecidas mundialmente. 

Os benefícios do incenso 

Um dos principais benefícios atribuídos ao incenso é a purificação energética do ambiente, além da atração de boas energias. Ele também pode facilitar as práticas de meditação e Yoga, pois colabora com a conexão – relaxando a mente, promovendo o foco e diminuindo a ansiedade. 

Um dos pontos de atenção é verificar a qualidade dos incensos utilizados. Tente investir preferencialmente nas opções mais naturais. Aqueles preparados o mais artesanalmente possível, geralmente são mais rústicos e grossos, e costumam trazer no rótulo a especificação de um incenso 100% natural. A vantagem desses produtos é que possuem uma formulação de essências orgânicas, como carvão vegetal, resinas naturais e ervas, além de não conter derivados de petróleo. 

Outra opção interessante são os incensos feitos de massala – um produto indiano natural, que mistura ervas e aromatizantes. Os incensos japoneses também são boas escolhas, pois os ingredientes são genuínos e têm alta qualidade.

Por fim, os incensos que contêm citronela são boas pedidas também pra afastar mosquitos e outros insetos.  

Atenção: incensos industrializados são os mais comercializados e baratos. No entanto, podem apresentar substâncias cancerígenas em sua composição, como benzeno e formol, sendo tóxicos à saúde.

Os principais aromas de incenso

A cada aroma de incenso são atribuídas algumas propriedades particulares. A seguir, listamos alguns dos aromas mais utilizados: 

  • Alecrim: promove melhora na concentração, traz clareza aos pensamentos, coragem, segurança e prudência. Também é utilizado pra limpeza energética de ambientes.
  • Alfazema: promove tranquilidade, limpando o ambiente de más energias.
  • Arruda: ajuda na limpeza de ambientes e afasta o mau olhado. 
  • Camomila: ajuda a acalmar os ânimos e o sistema nervoso.
  • Canela: bom pra transações comerciais, também tem propriedades curativas e antissépticas. 
  • Cravo: ajuda na recuperação da voz.
  • Eucalipto: possui propriedades curativas e auxilia em problemas respiratórios.
  • Mirra: é indicado pra criar um bom ambiente pra meditação, oração e relaxamento.
  • Patchouli: é muito conhecido por ser afrodisíaco, pois é um aroma com ação estimulante.
  • Rosa branca: purifica o ambiente, além de trazer paz e harmonia interior. 

Como fazer um incenso natural em casa?

Sim, é possível fazer o seu próprio incenso natural! A primeira dica é apostar em ervas secas. As melhores opções são, em geral: alecrim, alfazema, arruda, cedro, erva cidreira, hortelã, manjericão e sálvia. 

Escolha uma erva ou uma combinação de até 3 ervas, e as corte em um tamanho de 15 a 20 cm. Se a erva não tiver cabo, use as que tiverem como “suporte”. Com um barbante de algodão, amarre de baixo para cima e volte até embaixo novamente. Quando estiver bem firme, dê um nó para finalizar. Quanto mais apertado ficar, melhor, pois a queima acontece de forma mais lenta.

Esse vídeo explica direitinho o passo a passo. Dá uma olhada:

Ah, e se você está procurando algumas opções pra aumentar o seu bem-estar, também vai gostar das dicas da Liv Up pra preparar os seus próprios sais de banho. Confere lá!

Você vai gostar de ver…

pessoa segurando garrafa de água e um copo com água

Saiba a quantidade de água por dia que você tem que beber

Água é essencial para a vida, da forma como a conhecemos. Para tanto, nosso organismo é composto de até 75% de água, o que faz surgir uma grande dúvida: qual

como curar ressaca com chá

Como curar ressaca: 10 maneiras de aliviar o mal-estar

Dor de cabeça, enjoo, tontura e estômago sensível, são sintomas comuns depois da ingestão exagerada de bebidas alcoólicas. Nesses dias, tudo o que a gente mais queria era uma receita

quantidade de água por dia

Saiba a quantidade de água por dia que você tem que beber

Água é essencial para a vida, da forma como a conhecemos. Para tanto, nosso organismo é composto de até 75% de água, o que faz surgir uma grande dúvida: qual

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.