Atividade Física

Cardio em jejum: é uma boa ideia?

Maio 11, 2020
cardio em jejum

Acordar de manhã, tomar um copo de água e praticar um treino aeróbico sem ingerir qualquer alimento. Afinal, qual o objetivo de realizar o cardio em jejum? Traz resultados? Quais são as consequências? Neste texto vamos tirar algumas dúvidas para quem gosta deste tipo de exercício. 

O que é fazer cardio em jejum? O que acontece com o corpo?

Com o intuito de transformar o corpo ou para tentar acelerar a perda de gordura, muitas pessoas optam pelo cardio em jejum. A regra é simples: acordar cedo e praticar atividade física sem comer nada. Na teoria, ao fazer o exercício nessas condições, devido aos baixos níveis de glicose e glicogênio, o organismo tende a dar prioridade para a queima de gordura como fonte de energia. 

De fato, os carboidratos são fonte preferida de combustível para fornecer a energia que o corpo necessita durante o treino. Da mesma forma, as proteínas são usadas para o fortalecimento muscular e por aí vai.

Para que esse método funcione, necessitamos realizar o exercício cardiovascular em nível moderado, sem exigir tanto do corpo. Quando aumentamos a intensidade do aeróbico para “queimar mais”, o corpo interrompe a queima de gordura e usa da própria massa muscular como fonte de energia. 

Faz bem malhar em jejum?

Não muito. Apenas treinar pode parecer uma rotina saudável, mas se alimentar é de extrema importância. Apesar de estar em repouso, o organismo consome durante o sono o estoque de glicogênio muscular, aquele “gás extra” para as contrações musculares exigidas durante o treino. Desta forma, o corpo busca outras fontes de energia para compensar. 

Concorda que o corpo fica em situação desconfortável quando busca outras fontes de energia para aguentar o treino? A partir do momento que ele desiste de queimar gordura e passa a consumir massa magra, o exercício já não fica mais saudável. Isso também não exclui os riscos de haver hipoglicemia – falta de açúcar no corpo – durante a corrida. 

Quanto tempo de exercício aeróbico pode se fazer em jejum?

A prática do cardio em jejum varia muito de pessoa para pessoa. O ideal é que a pessoa se exercite por no máximo 45 minutos. Iniciantes podem começar com atividades de 20 minutos e ir aumentando aos poucos, mas nunca ultrapassando uma hora. 

Quais cuidados deve-se tomar para fazer cardio em jejum?

Para quem nunca teve o organismo adaptado a treinar em jejum, o acompanhamento profissional é imprescindível. Comece ingerindo alimentos de baixo teor calórico antes do exercício e faça com que o corpo consiga acessar as reservas de gordura.

Lembre-se: é sempre importante ter um acompanhamento profissional, tanto para o exercício, quanto para definir qual a melhor dieta para cada tipo de organismo. O melhor resultado vem sempre acompanhado de uma alimentação saudável. Veja mais conteúdos relacionados à atividade física no nosso blog.

You Might Also Like

Vamos conversar?

Entre por uma das redes sociais ao lado para comentar!
Scroll Up