Nutricionista responde: comer rápido faz mal?

mulher cortando alimentos em um prato com talheres

Você é aquela pessoa que come tão rápido que sempre precisa ficar esperando os outros à mesa? Pois saiba que quem devora os alimentos está aumentando os riscos de desenvolver problemas de saúde, porque comer rápido faz mal, podendo até mesmo causar danos ao coração e ao sistema digestivo. 

Para tirar suas dúvidas e explicar direitinho as consequências desse hábito, a Bruna Quaglio, nutricionista do time de pesquisa e desenvolvimento da Liv Up, ajuda a responder algumas das principais perguntas sobre o tema. Vem com a gente! 

Comer rápido faz mal pra saúde?

Pelo menos é o que aponta o resultado de uma pesquisa da Associação Americana do Coração. De acordo com os dados levantados por esse estudo, que analisou o comportamento alimentar de centenas de pessoas, os apressadinhos nas refeições têm maior chance de desenvolver a síndrome metabólica (11,6%, contra 6,5% daqueles que comem num tempo normal).

Essa síndrome nada mais é que um conjunto de condições que elevam o risco de doença cardíaca, acidente vascular cerebral e diabetes, por exemplo. 

O estudo ainda associou o comer rápido com o ganho de peso, cintura mais larga e um aumento das taxas de glicose no sangue. Ou seja, quem busca uma alimentação saudável não precisa se preocupar apenas com o que está no prato, mas também com a forma de realizar as refeições. 

O que acontece se não mastigar bem os alimentos?

colher com escondidinho de carne seca

A nutricionista Bruna Quaglio explica porque esse processo é tão importante para uma boa alimentação: “A mastigação já é o primeiro passo do nosso processo de digestão, pois existem enzimas atuando ali.  Quando mastigamos pouco, o estômago acaba recebendo boa parte dos alimentos quase que inteiros, prejudicando o processo de digestão e sobrecarregando a função do estômago, além de poder dificultar a absorção de nutrientes”.

Quais as consequências de comer rápido?

Fazer as refeições de maneira apressada pode trazer diversos problemas à saúde, incluindo: 

Aumento de peso

Se você tinha dúvidas se comer rápido engorda ou emagrece, agora já sabe: a saciedade depende da comunicação entre o estômago e o cérebro, e esse processo de controle do apetite não acontece instantaneamente.

Assim, quando se come rapidamente, não há tempo para que o cérebro transmita os sinais de saciedade, que demoram de 15 a 20 minutos para chegar. Em outras palavras, não dá para seu estômago perceber que já está cheio. 

Como consequência, a pessoa acaba ingerindo uma quantidade de alimentos maior que a necessária, consumindo mais calorias do que o corpo precisa. A longo prazo, dependendo do estilo de vida e outros fatores, isso pode gerar armazenamento de gordura e aumento do peso. 

Desconforto abdominal 

Comer bem rápido gera um problema duplo, podendo causar distensão abdominal. Em primeiro ponto é que, ao mastigar pouco, a pessoa acaba engolindo pedaços maiores de comida, o que resulta num trânsito intestinal mais lento. Em segundo lugar, desse jeito é mais fácil engolir ar, causando inchaço e gases, por exemplo. 

Má digestão

O risco de indigestão também aumenta quando a comida é ingerida rápido demais. Isso porque, sem a mastigação correta, o estômago precisa trabalhar mais, levando mais tempo. Como consequências, pode haver queimação, azia e sensação de estômago pesado. 

Aumento do risco de doenças do coração

Com o aumento de peso e o acúmulo de gordura, principalmente na região abdominal, há um maior risco de desenvolvimento de doenças cardíacas. A explicação é que o excesso de gorduras no sangue favorece a formação de placas de gordura – que dificultam a passagem do sangue ou podem até mesmo obstruir os vasos, causando um infarto.  E não é só isso: existe o aumento do colesterol ruim, dos triglicerídeos no sangue e risco de pressão alta. Já pensou?

Picos de glicemia 

Outro problema de não mastigar direitinho é causar a elevação da quantidade de açúcar no sangue. Em conjunto com o aumento de peso e gordura abdominal, a resistência à insulina pode resultar na famosa diabetes. 

Faz mal pro estômago?

Como você viu, o hábito de engolir as refeições às pressas é o responsável por vários problemas gastrointestinais. É daí que vem a história de que comer rápido causa refluxo, mas não é só isso: causa também azia, sensação de inchaço, além daquela sonolência durante o dia.

Isso acontece porque a comida que não é deglutida da forma certa requer um aumento do esforço do sistema digestivo. Resumindo, o trabalho que deveria ter sido realizado pela boca acaba sobrecarregando seu estômago. 

Faz engordar?

“Quando comemos rápido, acabamos ingerindo mais que o necessário e muitas vezes vem aquela sensação depois de estar ‘cheio’, pois não demos tempo para a sensação de saciedade chegar. Agora, se isso vai ou não gerar ganho de gordura vai depender da ingestão calórica diária total e do quanto aquela pessoa tem de metabolismo para gerar superávit calórico”, explica Bruna, nutricionista da Liv Up.

Isso quer dizer que comer rapidinho pode levar a um consumo excessivo de alimentos, mas o acúmulo de peso depende, entre outras coisas, do seu balanço energético – a relação entre as calorias que você consome e as calorias que você gasta. 

Dicas para comer mais devagar

prato com brócolis purê e frango

Para mudar esse hábito, elencamos algumas dicas que podem te dar uma mãozinha: 

  • Separar um tempo de qualidade para fazer as refeições. No mínimo 20 minutinhos, num lugar calmo e sem interrupções. 
  • Comer de forma consciente, com atenção plena, evitando distrações ou tarefas secundárias. 
  • Cortar bem os alimentos, fazendo pedacinhos menores, ou seja, que sejam mais fáceis de mastigar. 
  • Mastigar direitinho, cerca de 20 a 30 vezes os alimentos antes de engolir. 
  • Comer rápido e ansiedade podem estar relacionados. Por isso, evitar o comer emocional e fazer um bom manejo do estresse são fundamentais. 

Agora que você sabe porque comer rápido faz mal, entendeu que é preciso dar atenção total à mastigação e investir sempre numa alimentação bem saudável, gostosa e equilibrada. Aliás, se quiser se alimentar melhor, leia sobre reeducação alimentar.

Aqui na Liv Up, a gente entrega refeições na sua casa que já vêm prontinhas e não geram nem louça pra lavar. Dessa forma, você não precisa perder tempo no preparo e pode comer com toda calma do mundo, mastigando bem e saboreando cada pedaço.

Você vai gostar de ver…

empanado de frango

Empanado de frango: aprenda versões saudáveis da milanesa

Gostosos, práticos e saudáveis. Isso mesmo, saudáveis. Apesar de terem se popularizado em cadeias de fastfood ou como um dos alimentos congelados mais consumidos, os empanados de frango, conhecidos como

manteiga ghee

Manteiga ghee é mais saudável? Saiba se vale a pena trocar

Quando o assunto é culinária, a gente sabe que a manteiga é um daqueles alimentos queridinhos, que empresta o seu sabor para diversos preparos. Do simples pãozinho com café até

pessoa preparando um jantar saudável

Nutri responde: o que jantar para emagrecer?

Priorizar refeições saudáveis e mais leves é uma das principais estratégias para quem busca uma reeducação alimentar ou uma perda de peso saudável. Aliado a outros hábitos, o cuidado com

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.