Como congelar alimentos para eles durarem mais?

congelar alimentos

A ideia de que comer alimentos frescos é exclusivamente mais saudável já ficou ultrapassada. Congelar alimentos é uma das formas mais simples e práticas de preservá-lo, especialmente porque não há necessidade de usar conservantes químicos.

Engana-se quem pensa que alimentos congelados não são tão nutritivos quanto os frescos. E tem comprovação científica! Um estudo que analisou os nutrientes de frutas e vegetais, publicado no Journal of Food Composition and Analysis, descobriu que quando congelados, em muitos casos, são mais nutritivos porque os produtos frescos perdem vitaminas quando deixados na geladeira.

Um freezer cheio de comida pode te poupar tempo e além dos benefícios das vitaminas, os alimentos duram muito mais quando são congelados.

Quais alimentos podem ser congelados?

Alguns alimentos não podem ser congelados. Para outros, a recomendação é que sejam cozidos antes de serem congelados. Isso porque a água do alimento se expande durante o processo de congelamento e isso rompe as células, deixando o alimento murcho, como é o caso da cenoura e batata. Por outro lado, alguns alimentos podem ser congelados ainda crus.

Alimentos que podem ser congelados:

Cereais, pães e tubérculos:

  •     macarrão cozido
  •     arroz cozido
  •     farinha (você pode usar direto do freezer)
  •     pão em fatias
  •     massa de pão

Hortaliças

  •     brócolis cozido
  •     cenoura cozida
  •     vagem cozida
  •     pimentão
  •     espinafre
  •     ervas

Frutas

  •     bananas descascadas
  •     morango
  •     mirtilo (blueberry)
  •     manga sem casca e em pedaços
  •     uva

Leguminosas

  •     nuts
  •     feijão cozido (com caldo)

Carnes e ovos

  •     ovo cozido
  •     carne crua e cozida

Leite e derivados

  •     manteiga
  •     queijo ralado
  •     iogurte

Alimentos que você não deve congelar:

  •     leite;
  •     alimentos fritos;
  •     creme de leite;
  •     molhos à base de ovo: maionese;
  •     vegetais com alto teor de água: alface, pepino, broto de feijão e rabanete.

Como escolher a embalagem ideal para congelar alimentos?

Outra dica importante na hora de congelar alimentos é a escolha certa da embalagem. Isso é essencial para garantir que não aconteça contaminação e para otimizar espaço no freezer.

Mas afinal, qual é a embalagem ideal? Depende do tipo de alimento.

  • Recipiente de vidro
    Vidro é sempre positivo porque é difícil causar contaminação. Ideal para alimentos que não podem ser amassados.
  • Sacos de polietileno
    Esses saquinhos são perfeitos para alimentos de formato irregular, como massas de pão e líquidos. A dica com os sacos de polietileno é retirar todo o ar antes de selar a embalagem e não causar oxidação.
  • Forma de gelo
    Aquela dica passada de gerações a gerações também é válida: forminhas de gelo. São ótimas para guardar pequenas porções, pedaços de frutas e até ervas!

Por quanto tempo posso deixar a comida congelada?

Já falamos por aqui, no Blog Liv Up, que alimentos congelados também estragam e perdem seu valor nutricional quando ultrapassam o prazo de validade. Como regra geral, nada deve ser mantido no freezer por mais de 9 meses a 1 ano, mas existem algumas variações de alimentos:

  •     carne moída ou picada: de 3 a 4 meses
  •     carne em peça: de 8 a 12 meses
  •     comida processada e pratos prontos: 3 a 4 meses
  •     embutidos: de 1 a 2 meses
  •     frango e aves: de 9 a 12 meses
  •     frutas, legumes e vegetais: 5 a 6 meses
  •     hambúrgueres, almôndegas e bolo de carne: de 2 a 3 meses
  •     pães e massas: de 1 a 2 meses
  •     peixes e frutos do mar: de 3 a 6 meses
  •     sopas, cozidos e refogados: de 2 a 3 meses

4 dicas para não errar na hora de congelar alimentos

  • Esfriar para congelar

Para os alimentos cozidos, espere esfriar antes de congelar. Congelar alimentos quentes só aumentará a temperatura do congelador e poderá fazer com que outros alimentos comecem a descongelar.

  •     Embalagem

Como já falamos, a embalagem é importantíssima nesse processo. Certifique-se de os alimentos estão embalados corretamente ou em recipientes fechados, caso contrário, os alimentos podem queimar no congelador.

  •     Data e rótulos

Escreva nas embalagens o que está sendo congelado e a data, assim é mais fácil controlar a qualidade e validade do alimento. Mas, na falta de rótulo, a regra é: na dúvida, jogue fora e não consuma!

  •  Porções

Congelar em porções é um dos segredos para evitar desperdício. Assim você só descongela o que for realmente consumir naquele dia.

Congelar alimentos é realmente muita praticidade para uma vida mais leve e saudável. Comer bem é comer comida de verdade e já te provamos que comida congelada não é sinônimo de comida sem gosto ou pior, sem nutrientes, não é?

E por falar em comida de verdade, você já sabe quais são os mais vendidos da Liv Up? Vem  conhecer!

Você vai gostar de ver…

déficit calórico dos alimentos

Déficit calórico: como funciona a fórmula das calorias

Quem quer emagrecer certamente já esbarrou por aí no conceito de déficit calórico, até porque é impossível perder peso sem ele. Entender essa relação entre as calorias ingeridas e as

refeição cardápio para o dia a dia

Cardápio para o dia a dia: 20 receitas pra experimentar

Quando o assunto é alimentação saudável, um dos grandes desafios é elaborar um cardápio para o dia a dia que reúna refeições práticas, mas também saborosas. Afinal de contas, a

iogurte saudável com frutas

Iogurte saudável: como escolher o melhor

Saboroso, versátil e bem equilibrado, o iogurte saudável é uma opção queridinha na hora de montar um cardápio bacana. Vai bem com frutas, com granola, em molhos para saladas e

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.