Como fazer a transição para o veganismo?

transição para o veganismo

Ser vegano é uma tendência que está longe de ser passageira, por isso a alta procura por como fazer uma transição para o veganismo. Cada vez mais as pessoas estão preocupadas com a origem dos alimentos que chegam à sua mesa, ou seja, não basta o alimento ser apenas saboroso.

Em suma, é preciso saber de onde vem e como foi cultivado/criado, além de se atentar ao fato de que todos os produtos devem ser livres de qualquer ingrediente animal. No entanto, a transição para uma alimentação vegana é uma escolha delicada, porém muito gratificante para quem escolhe segui-la. Trata-se de uma fase repleta de descobertas e possíveis desafios. Listamos, em seguida, algumas dicas para te ajudar neste processo.

Por que fazer uma transição para o veganismo?

Uma pesquisa do IBOPE, feita em 2018, mostrou que houve um rápido crescimento no interesse por produtos veganos (livres de qualquer ingrediente animal) na população em geral. Cerca de 55% dos entrevistados disseram que consumiriam mais produtos veganos se estivessem melhor indicados nas embalagens ou se tivessem o mesmo preço dos produtos que estão acostumados a consumir.

Esse salto surpreendente de pessoas interessadas por esse estilo de vida, que é baseado em não consumir e nem utilizar nada que provém de animais e não compactuando com o sofrimento e a exploração animal, mostra um novo cenário para a indústria alimentícia. Ou seja, hoje as pessoas buscam por uma alimentação saudável, sustentável e ética.

Como começar a ser vegana?

Agora que você já entendeu um pouco sobre a base do veganismo. Veja só como é possível facilitar o processo e realizar a mudança de forma leve e, claro, saudável.

Procure orientação nutricional

Primeiramente, para se tornar vegano, é importante buscar uma orientação nutricional. O profissional nutricionista irá te guiar em toda a transição, te ensinando sobre os alimentos e seus nutrientes, adequando seu status nutricional, a partir de exames laboratoriais e sinais e sintomas apresentados e te ajudando a montar refeições completas, equilibradas, variadas, nutritivas e saborosas. Esse suporte é fundamental para garantir saúde e qualidade de vida.

Motivação para se tornar vegano

Outro passo muito importante é identificar qual o motivo pelo qual você quer fazer uma transição para o veganismo. A sua principal motivação é a causa animal? Adquirir uma vida mais sustentável? Ser mais saudável? Tudo isso junto? Independente da resposta, tenha em mente os benefícios que essa escolha trará.

Busque referências sobre o assunto. Leia livros, assista filmes e obtenha conhecimento. Em outras palavras, educar-se a respeito do novo estilo de vida é essencial para compreender tudo o que está envolvido neste processo.

Diminua o consumo de alimentos não veganos gradativamente

Um dia de cada vez. Querer eliminar todos os alimentos de origem animal de uma única vez, pode ser muito mais desafiador e até desmotivador para algumas pessoas.

Por isso, concentre-se em fazer cortes graduais na sua alimentação. Aqui cabe ressaltar novamente a importância do acompanhamento nutricional, pois o especialista poderá te ajudar com um cardápio adequado, respeitando a sua saúde e individualidades do seu organismo.

Além disso, que tal começar fazendo algumas substituições? Por exemplo, troque o leite de vaca por “leite” de soja, o hambúrguer de carne por hambúrguer feito com feijão, lentilha, grão de bico ou soja ou ainda, as carnes do prato por uma combinação de cereais (arroz, quinoa, trigo, milho, aveia) + leguminosas (feijão, lentilha, ervilha, grão de bico).

Busque receitas veganas e aprenda a prepará-las

Muitos veganos ainda têm dificuldade de comer fora de casa, apesar do aumento do número de restaurantes plant-based hoje. Por isso, aprenda a cozinhar a sua própria comida e busque por referências deliciosas. Cozinhar também te trará oportunidade de conhecer novos alimento e formas de preprará-lo.

Além disso, você pode cultivar uma pequena horta no seu quintal e fazer várias receitas deliciosas utilizando legumes, verduras e frutas.

Atualize a sua lista de supermercado

Adicione à sua lista do supermercado alguns alimentos essenciais para um estilo de vida vegano, como por exemplo: leguminosas, sementes como abóbora, gergelim, chia, linhaça, castanhas como nozes e amêndoas e vegetais verdes-escuros.

Lembre-se de investir muito mais em alimentos in natura e minimamente processados, deixando os industrializados e processados para momentos esporádicos.

Não se esqueça das ervas, especiarias e condimentos como: alecrim, tomilho, cúrcuma, tahine e vinagre de maçã. São toques poderosos para deixar o seu prato ainda mais saboroso.

Transição para o veganismo além do prato

Adotar um estilo de vida vegano vai muito além do que excluir alimentos de origem animal. Afinal, é um estilo de vida e exige mudanças em todos os produtos comprados, desde cosméticos, tecidos (couro, lã) até objetos de decoração. Tudo deve vir de fontes que não usam insumos animais ou que não foram testadas em animais.

Faça a transição gradual ao veganismo, estude sobre o assunto, converse com outras pessoas que passaram pela mesma fase e não desista. Grupos de apoio na internet podem ser muito úteis.

Referências utilizadas:

https://www.svb.org.br/2469-pesquisa-do-ibope-aponta-crescimento-historico-no-numero-de-vegetarianos-no-brasil

https://www.svb.org.br/component/search/?searchword=veganismo&searchphrase=all&Itemid=466

Você vai gostar de ver…

déficit calórico dos alimentos

Déficit calórico: como funciona a fórmula das calorias

Quem quer emagrecer certamente já esbarrou por aí no conceito de déficit calórico, até porque é impossível perder peso sem ele. Entender essa relação entre as calorias ingeridas e as

refeição cardápio para o dia a dia

Cardápio para o dia a dia: 20 receitas pra experimentar

Quando o assunto é alimentação saudável, um dos grandes desafios é elaborar um cardápio para o dia a dia que reúna refeições práticas, mas também saborosas. Afinal de contas, a

iogurte saudável com frutas

Iogurte saudável: como escolher o melhor

Saboroso, versátil e bem equilibrado, o iogurte saudável é uma opção queridinha na hora de montar um cardápio bacana. Vai bem com frutas, com granola, em molhos para saladas e

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.