Falafel: conheça mais essa receita do Oriente Médio

falafel

A saborosa culinária do Oriente Médio ganha cada vez mais espaço na cozinha ocidental. É muito comum, aliás, já termos o hábito de consumir com frequência receitas tradicionais como, por exemplo, o falafel. Apesar de ser um prato típico nos países árabes e mediterrâneos, conquistou o paladar de muitos pelo mundo.

Assim como muitos pratos do Oriente Médio, o falafel tem em sua base o grão de bico. Eles são muito acessíveis, de fácil cultivo e versáteis quando combinados com outras leguminosas, ervas e especiarias. 

Qual a origem do falafel?

Não se sabe ao certo quando e onde surgiu o falafel. Enquanto os israelenses o consideram como um dos principais pratos nacionais, os libaneses tentam reconhecê-lo como seu. Até os iemenitas dizem que foram eles que o inventaram. No entanto, as teorias mais antigas dizem que essa receita é datada de mais de mil anos e surgiu no Egito. O que nos importa é que essa deliciosa combinação de grão-de-bico, ervas e especiarias se espalhou mundo a fora.

No Brasil, o falafel está presente, principalmente, na dieta de vegetarianos e veganos. É uma opção saudável, pois contém quantidades significativas de fibras e proteínas. Além disso, é fácil prepará-lo e combina com diferentes pratos. Até mesmo os carnívoros se rendem aos bolinhos.

Do que é feito o falafel?

O falafel tem como base o grão-de-bico e a fava. Os grãos são moídos e temperados com cebola, cebolinha e especiarias como salsa, alho, cominho e coentro, por exemplo. Depois de misturar tudo, são feitas as bolinhas que podem ser fritas ou assadas.

Propriedades nutricionais

Apesar da base da receita ser de dois alimentos muito nutritivos, seu valor nutricional depende da forma como é preparado e consumido. No Oriente Médio, a receita mais comum é frita, o que acaba diminuindo sua qualidade nutritiva. Porém, quando assado também é muito saboroso, sendo uma opção muito mais saudável.

É um prato que está presente na alimentação plant based, que beneficia o corpo e o meio ambiente. Além do alto teor em fibras e proteínas, também contém uma gama de vitaminas e minerais essenciais para a função corporal. Entre eles, por exemplo, o cálcio, ferro, fósforo, zinco, folato, potássio, vitaminas do complexo B e magnésio.

O bolinho que combina com diversos ingredientes

O falafel é um alimento extremamente versátil. Provavelmente foi esse o motivo pelo qual ganhou espaço nas cozinhas de todo o mundo. Apesar disso, podem surgir dúvidas de como servi-lo e com quais acompanhamentos ele combina.

A forma mais tradicional é dentro de um pão pita recheado com tomates, pepinos, picles e, para os mais ousados, até batatas fritas. Os restaurantes também oferecem outras guarnições, como salada de berinjela, beterraba ralada ou legumes em conserva. O sanduíche inteiro é coberto com hummus, regado com tahine e também pode ser adicionado um molho picante. Os bolinhos também são conhecidos como a opção vegetariana dos famosos kebabs árabes. 

Por ser uma opção fácil e barata, o falafel é muito comum na comida de rua dos países orientais. Na culinária ocidental, além do street food, podemos encontrar o bolinho de grão de bico como uma opção para substituir a carne dos hambúrgueres ou para acompanhar saladas.

Agora que você já conhece o falafel, os seus benefícios e como incluí-los na sua alimentação. Que tal experimentar as diferentes receitas que temos aqui na Liv Up? Ele pode ser apreciado como lanche, no almoço ou até no jantar.

Além dele, também temos outras receitas plant-based que podem ser uma boa pedida quando a ideia for variar o cardápio.

Você vai gostar de ver…

déficit calórico dos alimentos

Déficit calórico: como funciona a fórmula das calorias

Quem quer emagrecer certamente já esbarrou por aí no conceito de déficit calórico, até porque é impossível perder peso sem ele. Entender essa relação entre as calorias ingeridas e as

refeição cardápio para o dia a dia

Cardápio para o dia a dia: 20 receitas pra experimentar

Quando o assunto é alimentação saudável, um dos grandes desafios é elaborar um cardápio para o dia a dia que reúna refeições práticas, mas também saborosas. Afinal de contas, a

iogurte saudável com frutas

Iogurte saudável: como escolher o melhor

Saboroso, versátil e bem equilibrado, o iogurte saudável é uma opção queridinha na hora de montar um cardápio bacana. Vai bem com frutas, com granola, em molhos para saladas e

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.