Legumes, verduras e frutas de cada estação

frutas da estação

Provavelmente, você já falou que queria comer uma determinada fruta e alguém te disse: “ainda não está na época”. Mas o que isso quer dizer? Resumidamente, para cada fruta, legume e verdura há uma estação ou meses do ano ideais. Fatores como o clima e as condições do solo favorecem o crescimento e colheita desses alimentos e, como resultado, existem legumes, verduras e frutas de cada estação.

Apesar de muita gente ainda falar sobre “as frutas da estação”, a indústria de alimentos e o agronegócio conseguiram driblar os empecilhos do calendário. Hoje, dificilmente você não vai conseguir comprar qualquer fruta, verdura ou legume, contudo essa maior variedade de alimentos no mercado tem um impacto grande tanto para o seu bolso quanto para o meio ambiente. Conheça cada um desses fatores e veja quais frutas, legumes e verduras privilegiar na hora da compra.

Por que investir em legumes, verduras e frutas de cada estação?

A primeira desvantagem é em relação ao preço. Pode acreditar, os alimentos consumidos nas estações erradas são muito mais caros, isso porque, dentre outros motivos, há uma quantidade menor dessas frutas, verduras e legumes nos mercados e nas feiras. Ou seja, quanto menor a oferta e maior a procura, o preço será mais alto.

Outro fator que influencia no preço é o custo do transporte. Verduras, legumes e frutas da estação são cultivados em regiões mais próximas do consumidor e em ambientes abertos, sem a necessidade de climatizadores e de outros métodos artificiais. Dessa forma, os custos para que aquele alimento chegue até o consumidor será bem menor.

Menos saborosos e nutritivos

Se você é fã de morango, com certeza já quis comê-lo durante o verão em uma salada de frutas, mas você sabia que essa é uma fruta do inverno? Isso mesmo, por isso ela estará mais cara e menos doce do que nos meses com temperaturas mais baixas. Se uma fruta, verdura ou legume é produzida fora da época, não é só o sabor que fica diferente, a aparência deles também muda bastante. 

Na época certa, os alimentos têm uma maior concentração de vitaminas e minerais, pois o solo, o clima e outros fatores irão ajudá-los a crescer nas melhores condições, fazendo com que eles fiquem ainda mais saudáveis.

Então, se estiver atrás de uma fruta, verdura ou legume mais saboroso, fresco, suculento e nutritivo, você deve se preocupar com a sazonalidade dele. Além disso, fique de olho se ele é orgânico, já que esse tipo de alimento são muito mais saudáveis do que os convencionais.

Prejudicial ao meio ambiente

Como já é de se esperar, para um alimento ser cultivado na época errada, ele precisará de produtos químicos, como agrotóxicos, fertilizantes dessa natureza ou sementes transgênicas. Como utilizam tipos de veneno e antibióticos na produção, eles não são muito saudáveis, não possuem muitas fibras e outros nutrientes e, para completar, são menos sustentáveis já que ajudam a contaminar o solo e a água.

Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas), os agrotóxicos matam 200 mil pessoas por ano em todo o mundo por intoxicação aguda. Dados do Ministério da Saúde mostram que no Brasil, em média, sete pessoas são intoxicadas por dia.

Como já dito antes, o consumo fora de época faz com que haja importação de alimentos e desfavorecimento da produção local, como consequência, há principalmente uma maior liberação de carbono – gás responsável por 60% do efeito estufa, segundo a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) – e impacto na economia da região.

Conheça as legumes, verduras e frutas de cada estação

Verão

Frutas: abacate, abacaxi, ameixa, banana-maçã, banana-nanica, carambola, coco verde, figo, framboesa, fruta do conde, goiaba, jaca, laranja-pêra, maçã, mamão, maracujá, melancia, nectarina, pêra, pêssego, seriguela, tangerina e uva.

Verduras: acelga, alface, alho poró, cebolinha, coentro, couve, endívia, escarola, hortelã, repolho, rúcula e salsa.

Legumes: abóbora, abobrinha, beterraba, cará, chuchu, gengibre, inhame, jiló, milho verde, nabo, pepino, pimentão, quiabo e tomate. Como muitas pessoas confundem algumas frutas e verduras, decidimos colocá-los nessa categoria para facilitar.

Outono

Frutas: abacate, ameixa, banana-maçã, carambola, jaca, kiwi, laranja-lima, maçã, mamão, pêra, tangerina e uva.

Verduras: agrião, alface, alho poró, almeirão, brócolis, escarola, erva-doce, louro, nabo e repolho.

Legumes: abóbora, abobrinha, batata doce, berinjela, beterraba, cará, cenoura, chuchu, gengibre, inhame, mandioca, mandioquinha, milho verde, nabo, pepino, rabanete, palmito e tomate.

Inverno

Frutas: abacaxi, banana-nanica, caju, carambola, kiwi, jabuticaba, laranja lima, laranja-pêra, maçã, mamão, mexerica, morango e tangerina.

Verduras: agrião, alho-poró, brócolis, chicória, coentro, couve, couve-flor, erva-doce, escarola, espinafre, louro, mostarda, orégano, rúcula e salsão.

Legumes: abóbora, abobrinha, batata doce, cará, cenoura, ervilha, fava, inhame, mandioca, mandioquinha, milho verde, nabo, palmito, pepino, pimentão e rabanete.

Primavera

Frutas: abacaxi, ameixa, acerola, banana-nanica, banana-prata, caju, cereja, coco-verde, damasco, figo, framboesa, graviola, jaca, jabuticaba, kiwi, laranja-pêra, limão, lichia, maçã, mamão, manga, maracujá, melancia, melão, nectarina, pêssego, romã, tangerina e uva.

Verduras: alho-poró, almeirão, brócolis, catalonha, cebolinha, chicória, coentro, couve-flor, endívia, erva-doce, espinafre, folha de uva, hortelã, mostarda, orégano, rúcula, salsa e salsão.

Legumes: abóbora, abobrinha, alcachofra, aspargos, batata doce, berinjela, beterraba, cenoura, cogumelo, ervilha, fava, inhame, maxixe, nabo, pepino, pimentão, rabanete, tomate, tomate, tomate-caqui e vagem macarrão.

Agora que você já sabe quais são os alimentos de cada estação, aproveite para inserir na sua alimentação saudável. Hummm, quer uma ajuda pra garantir refeições equilibradas? Então vem conhecer a Liv Up!

Você vai gostar de ver…

ultraprocessados

Alimentos ultraprocessados: como identificar e substituir

Vivemos em uma era em que os alimentos ultraprocessados são praticamente onipresentes. Em muitos casos, fica ainda mais difícil passar longe deles, pois existem industrializados com roupagem de “comida saudável”. 

fome emocional

Fome emocional: como mudar sua relação com a comida?

Sabe aquela história de comer por ansiedade ou descontar um dia estressante num docinho? Então, ela tem nome. A fome emocional, muitas vezes desencadeada por sentimentos, pode impactar nossos hábitos

receitas do tik tok viral

Viralizou: 10 receitas do Tik Tok pra testar em casa

No universo culinário das receitas do Tik Tok, a criatividade e a simplicidade andam de mãos dadas. Não é de hoje que nas redes sociais, especialmente no TikTok, chefs amadores

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.