Guia de temperos: 16 combinações que nunca falham

salsinha de temperos em destaque

Quem consegue imaginar a comida sem os temperos? Afinal, comida bem temperadinha é bom e todo mundo gosta, né? São as ervas e especiarias que dão sabor aos pratos e ajudam até as refeições mais simples a ficarem simplesmente irresistíveis. 

Pensando em deixar sua alimentação saudável ainda mais versátil, elencamos a seguir um guia com os principais temperos que você pode usar no dia a dia para dar aquele gostinho de quero mais. Vamos lá? 

Tipos de temperos

Pra começar, é legal entender que existem diferentes temperos que você pode usar na culinária. São as plantas secas, ervas aromáticas, vegetais, pimentas e especiarias. 

Todos eles podem ser usados como condimentos, inclusive juntos e misturados, para conferir diferentes sabores às receitas. Doce, salgado, amargo, picante, agridoce… tudo vai do seu gosto e criatividade. 

16 temperos que você precisa conhecer e seus usos culinários 

Pois bem, conhecendo um pouco mais sobre esse universo, chegou a hora de descobrir as combinações à prova de erro na hora de se aventurar na cozinha: 

Folha de louro: 

Pense numa opção versátil e aromática, que traz notas amadeiradas e florais. Vai bem na gastronomia indiana, mediterrânea, filipina e do Oriente Médio. É um clássico quando o assunto são os temperos para o feijão, mas super combina com peixe, carne, aves sopas e guisados em geral. 

Cardamomo:

Eis uma opção com bastante personalidade, que traz sabores complexos, de notas terrosas a elementos mais cítricos. Ele casa bem no preparo de receitas doces e salgadas, e faz uma duplinha imbatível com outros ingredientes como canela, cravo e noz-moscada. 

Geralmente, é usado em receitas das culinárias indiana e do Oriente Médio, no arroz, carne e pratos vegetarianos, por exemplo. Em outros lugares, como o leste europeu, ele também empresta seu sabor para itens de panificação e também na aromatização de bebidas. 

Canela:

Os temperos também podem ser adocicados, sabia? Mas ela não fica só na doçura e pode trazer um sabor forte e picante. Por isso, serve tanto para pratos doces como salgados, seja em pau ou em pó.

Alecrim: 

Quem gosta de comida bem aromática, não pode deixar faltar alecrim na cozinha. Ele faz sucesso na cozinha mediterrânea – principalmente em pratos com peixes, carnes grelhadas, cordeiro, ensopados e vegetais. 

Ah, também entra no hall dos temperos para carne de porco, assim como preparo de molhos e marinadas. 

Cebolinha: 

temperos de cebolinha em fundo amarelo

Poucos ingredientes são tão versáteis como a cebolinha, e não é à toa que faz sucesso em diferentes culinárias no mundo todo. É usada para temperar canapés, manteigas, ovos, peixes, sopas, sanduíches, risoto… principalmente na finalização dos pratos. 

Salsa:

Junto com a cebolinha, a salsa é protagonista do famoso cheiro-verde. Ela traz um sabor herbáceo, mas também refrescante, em receitas diversas, sendo um dos principais temperos para peixe.

Mas também vai bem com massas, batatas, ovos, aves, saladas, molhos, frutos-do-mar, vegetais e vinagretes. Enfim, difícil é achar algo que não combine com a salsinha, que também cria um verdinho bonito na hora de finalizar os preparos. 

Coentro: 

É conhecido por seu aroma bem marcante, e por isso não passa despercebido. É bastante usado na culinária asiática, latina e mexicana, e aqui no Brasil em vários pratos da região Nordeste. Seus usos mais comuns são chutneys, guacamole, sopas e saladas. Por fim, a dica é usá-lo fresco para obter o máximo de sabor. 

Cominho: 

Geralmente usado moído, o cominho também é um verdadeiro coringa na hora de cozinhar. Na nossa gastronomia, é presença carimbada no tempero do feijão, mas seu uso vai muito além. Casa bem com berinjela e muitos outros legumes, batata, arroz, pães, lentilhas, carnes e aves.

banner

Orégano: 

Muitas receitas italianas, gregas e espanholas levam o orégano em sua composição. Geralmente, combina com carnes grelhadas, molhos de tomate, massas, vegetais, marinadas, molhos para salada e, é claro, com a pizza. 

Páprica:

Na verdade, pápricas, porque ela é tão incrível que merece mais de uma versão. Tem doce, picante ou defumada, pra você variar no dia a dia. Essa especiaria feita a partir do pimentão dá um gostinho especial a peixes, carnes, sopas, canapés, molhos, aves, ovos, tortas e molhos.

Açafrão: 

Essa especiaria tem um sabor floral suave e levemente amargo, além de emprestar seu colorido aos alimentos. Pode usar sem medo em sopas, pães, ovos, omeletes, aves, carnes, legumes e cozidos em geral, pois além de delicioso ainda traz benefícios à saúde. 

Curry: 

Na verdade, ele é um mix de vários ingredientes, que resulta numa delícia sem igual. Em geral, é preparado com coentro, pimentas, cardamomo, açafrão, noz-moscada, gengibre, cominho, entre outros. Em relação ao seu uso, ele é um dos principais temperos para frango, mas não para por aí. Harmoniza com peixes, pratos com frutos-do-mar e cozidos em real. 

Cúrcuma:

Certamente, é só falar nele que você lembra de comida indiana ou oriental. Essa prima próxima do gengibre é ótima fresca ou seca. Traz um ardor e uma tonalidade amarela super bonita às receitas. Você pode usar pra preparar ovos mexidos, mas também carnes e caldos, arroz, molhos para salada, pães, peixes e verduras. 

Tomilho: 

temperos de tomilho em uma mesa

Tradicionalíssimo na culinária francesa, italiana e mediterrânea. É ingrediente em receitas com feijões, ovos, frutos-do-mar, peixes, aves sopas, ensopados, caldo, recheio e vegetais, emprestando seu sabor cítrico e delicado. 

Lemon pepper: 

Excelente pedida pra quem adora experimentar novos sabores. Isso porque ele leva raspas de limão e pimenta-do-reino em sua composição, podendo ser uma boa opção pra diminuir o uso do sal. 

Procurando temperos pra peixe? Pois vá de lemon pepper! Use-o também pra diversificar o preparo de: frango (aves em geral), peixe, camarão, filés, batatas, polvilhar legumes assados ao forno. Além disso, experimente na maionese caseira temperada, e até na pipoca. 

Harissa:

Originária do Magrebe, essa mistura é usada para dar mais sabor a cuscuz, massas, sanduíches e sopas. Além disso, dá pra fazer uma pasta bem saborosa. Ah, e ela figura ainda na lista de temperos pra carne, combinando com diversos pratos cozidos. 

Para você que ama temperos

Agora que você já conhece mais sobre os temperos, que tal se aventurar pelo universo das pimentas? Aqui no blog da Liv Up, tem um post sobre tipos de pimentas explicando quais são as principais variedades, assim como usá-las nas suas refeições. 

Você vai gostar de ver…

déficit calórico dos alimentos

Déficit calórico: como funciona a fórmula das calorias

Quem quer emagrecer certamente já esbarrou por aí no conceito de déficit calórico, até porque é impossível perder peso sem ele. Entender essa relação entre as calorias ingeridas e as

refeição cardápio para o dia a dia

Cardápio para o dia a dia: 20 receitas pra experimentar

Quando o assunto é alimentação saudável, um dos grandes desafios é elaborar um cardápio para o dia a dia que reúna refeições práticas, mas também saborosas. Afinal de contas, a

iogurte saudável com frutas

Iogurte saudável: como escolher o melhor

Saboroso, versátil e bem equilibrado, o iogurte saudável é uma opção queridinha na hora de montar um cardápio bacana. Vai bem com frutas, com granola, em molhos para saladas e

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.