Intestino preguiçoso: sintomas, causa e como regular

intestino preguiçoso o que fazer

O funcionamento saudável do intestino é um componente crucial para o equilíbrio da nossa saúde. Aliás, ele impacta não apenas o bem-estar físico, mas também influencia no nosso humor e produtividade diária. Assim, no centro desse equilíbrio está o tema do “intestino preguiçoso“. 

Quando o intestino não está funcionando bem, isso não apenas desencadeia uma série de sintomas desconfortáveis. Isso porque pode afetar significativamente nosso estado emocional e níveis de energia.

Para te deixar por dentro desse assunto, a seguir abordamos os sintomas característicos do intestino preguiçoso, suas possíveis causas e, mais importante, estratégias eficazes para regular o funcionamento intestinal.

E, para isso, contamos com a presença ilustre da nutri Ana Ruiz, que ajudou a Liv Up a responder algumas das principais dúvidas sobre o assunto. Bora lá? 

O que é intestino preguiçoso?

O termo “intestino preguiçoso” diz respeito a uma condição em que o sistema digestivo opera de maneira mais lenta do que o normal, levando a sintomas como constipação – popularmente conhecida como prisão de ventre.

Quando o intestino não consegue mover os resíduos através do trato digestivo, pode resultar em fezes endurecidas e dificuldade para evacuar. Aquele sensação de estar trancado, sabe? 

Numa análise dos sintomas do intestino preguiçoso, é comum notar que, além da obstipação, as pessoas frequentemente experimentam desconforto abdominal, inchaço e uma persistente sensação de que a digestão não está ocorrendo como deveria. Essa condição, influenciada por diversos fatores, desde dietas carentes em fibras até falta de atividade física, desidratação e, surpreendentemente, o estresse, pode ser um verdadeiro desafio.

A boa notícia é que a solução pode estar ao alcance de hábitos saudáveis. A inclusão de alimentos ricos em fibras na dieta, a manutenção de uma hidratação adequada, a prática regular de atividade física e a gestão do estresse são medidas comprovadas para aliviar os sintomas do intestino preguiçoso. 

Além disso, consultar um profissional de saúde é aconselhável, fornecendo orientações específicas sobre como restabelecer o equilíbrio intestinal de maneira segura e eficaz.

O que fazer quando o intestino está preguiçoso?

intestino preguiçoso beber água

Quando o intestino está preguiçoso, existem algumas táticas comuns que podem ser adotadas para estimular o seu funcionamento e aliviar os sintomas associados à constipação. Como ressalta a nutricionista Ana Ruiz: 

Praticar um exercício físico auxilia muito para estimular os movimentos que o intestino faz. Além disso, o consumo de água (1,5-2L por dia) e fibras também é essencial. Outro ponto importante é diminuir o consumo de ultraprocessados, que são alimentos com um alto grau de processamento industrial, são embalados e possuem uma grande quantidade de ingredientes, incluindo corantes e estabilizantes que são nomes que, normalmente, não conhecemos”. 

Além dessas táticas, é importante abordar quaisquer preocupações específicas com um profissional de saúde. Eles podem fornecer orientações personalizadas, recomendar mudanças na dieta e, se necessário, prescrever medicamentos ou suplementos para ajudar a regular o funcionamento intestinal. Com a própria nutri lembra:

Ter um cuidado especial com a sua microbiota intestinal nesse momento também se faz necessário. Consumir alimentos fermentados como: iogurte natural, kombucha, kimchi, entre outros também podem ser aliados nesse momento. Caso possua o acompanhamento de um profissional, o uso de probióticos ou simbióticos também podem auxiliar”. Ela ainda complementa com uma receita indicada para aqueles dias de muito desconforto: 

Coquetel Laxativo

  • Em 50ml de água, coloque 5 ameixas pretas, deixando na geladeira na véspera.
  • Mamão sem casca (1 pedaço)
  • Laranja sem casca e sem semente (1 unidade)
  • Iogurte ou creme de leite-2 col. de sopa
  • Gelo picado (estimula o intestino)

Modo de fazer: liquidificar tudo e tomar pela manhã em jejum.

Quais os sintomas do intestino preso?

Os sintomas mais comuns do intestino preguiçoso são as fezes endurecidas ou fragmentadas (tipo 1 ou 2 da escala de bristol) , esforço prolongado para evacuar, sensação de evacuação incompleta, menos de 3 evacuações por semana, distensão abdominal, dor no momento de evacuar e desconforto na região abdominal”, explica Ana.

O intestino preso, também conhecido como constipação intestinal ou intestino preguiçoso, pode manifestar diversos sintomas. É importante observar que a intensidade e a presença desses sintomas podem variar de pessoa para pessoa. Aqui explicamos melhor sobre esses sinais comuns de intestino preso:

Fezes difíceis ou secas: fezes endurecidas e difíceis de passar são características comuns da constipação. A dificuldade ao evacuar pode causar desconforto.

Inchaço abdominal: A constipação pode levar ao acúmulo de gás no intestino, resultando em inchaço abdominal e desconforto.

Desconforto ou dor abdominal: A constipação pode causar dor ou desconforto abdominal, muitas vezes devido ao esforço durante as evacuações.

Cólicas: Algumas pessoas experimentam cólicas abdominais associadas à constipação, especialmente durante tentativas de evacuação.

Náuseas ou falta de apetite: Em casos mais graves de constipação, pode ocorrer uma sensação de náusea ou falta de apetite.

Sensação de mal-estar geral: A constipação prolongada pode causar uma sensação geral de mal-estar e fadiga.

É importante procurar orientação médica se os sintomas persistirem ou se houver preocupações específicas. 

O que causa intestino preguiçoso?

A nutricionista Ana aponta alguns fatores que podem causar um intestino preguiçoso, por isso a importância de realizar uma avaliação caso a caso. “Um dos motivos  pode estar relacionado com a idade, com o passar dos anos nosso corpo vai sofrendo alterações e a partir dos 60 anos pode se tornar mais frequente essa reclamação e neste momento o uso de suplementos, além dos cuidados com a alimentação e estilo de vida são mais prováveis de ser necessário. Além disso, algumas medicações podem afetar o nosso trato gastrointestinal levando a sintomas de intestino preguiçoso, inclusive laxantes se utilizados com frequência, leia a bula e pergunte para o seu médico. 

Porém, observamos em consultório com muita frequência a constipação causada pelo estilo de vida em que a pessoa se encontra, ou seja, falta de exercício físico, consumo insuficiente de fibras e água, aliado ao consumo excessivo de ultraprocessados. O aumento do tecido adiposo e distúrbios do sono também podem ser desencadeadores do intestino preguiçoso”.

Por fim, a nutricionista aponta uma razão que está interligada com todas as causas citadas anteriormente: a alteração da microbiota intestinal. Ela pode ser pontual ou crônica dependendo da duração dos sintomas e de fatores genéticos. Nesses casos, há uma redução nas bactérias obrigatórias no intestino e um aumento de bactérias patogênicas e isso pode levar à inflamação. 

O intestino preguiçoso, ou constipação intestinal, como você viu, pode ser causado por uma variedade de fatores. Aqui destacamos mais alguns deles: 

Sedentarismo

A falta de atividade física regular pode afetar o funcionamento do intestino. O exercício estimula os músculos do trato gastrointestinal, promovendo o movimento adequado das fezes através do intestino.

Ignorar o impulso de evacuar

Ignorar repetidamente o impulso de evacuar pode levar à constipação. Quando a oportunidade de evacuar é perdida, as fezes podem se tornar mais secas e difíceis de serem eliminadas.

Estresse

estresse intestino preguiçoso

Ele pode dar uma bagunçada no nosso sistema digestivo, sabia? Se você vive estressado, isso pode deixar o processo de digestão mais devagar e bagunçar os padrões intestinais, o que acaba contribuindo para a constipação, aquela dificuldade de ir ao banheiro.

Além do estresse, algumas condições médicas, como a síndrome do intestino irritável, o hipotireoidismo e até alguns remédios, também podem deixar o intestino preguiçoso. Se você está lidando com constipação sempre, é bom procurar um médico para uma avaliação completa e um plano de tratamento que seja certinho pra você.

5 dicas para combater o intestino preguiçoso

Veja agora alguns hábitos que você pode estabelecer na sua rotina e que vão trabalhar a favor da saúde do seu intestino:

Aumente a ingestão de fibras

intestino preguiçoso receitas

Inclua alimentos ricos em fibras na sua dieta, como frutas, vegetais, grãos integrais e legumes. As fibras adicionam volume às fezes e facilitam o movimento através do intestino.

Hidratação Adequada

Certifique-se de beber água suficiente ao longo do dia, isto é, pelo menos 2L de água. A hidratação adequada ajuda a manter as fezes macias e facilita o processo de evacuação.

Inserir o exercício físico na sua rotina

Introduza atividades físicas regulares na sua rotina. O exercício estimula os músculos do trato gastrointestinal, promovendo o movimento adequado das fezes.

Estabeleça hábitos regulares para evacuar

Tente criar um horário regular para evacuar, preferencialmente após as refeições. Isso ajuda a aproveitar os reflexos naturais do corpo, facilitando o processo.

Considere suplementos de fibras ou probióticos

Se necessário, consulte um profissional de saúde sobre a possibilidade de tomar suplementos de fibras ou probióticos. Esses suplementos podem auxiliar na regularidade intestinal e na saúde digestiva.

Lembre-se de que é super importante abordar quaisquer preocupações específicas com um profissional de saúde. Eles podem fornecer orientações personalizadas com base na sua situação de saúde individual e te ajudar a ter seu sistema digestivo funcionando direitinho. 

Além disso, se a ideia é aumentar a qualidade da sua alimentação, a Liv Up pode te ajudar. Em nosso site ou app, você encontra refeições naturais, saborosas e equilibradas que vão ajudar a sua saúde digestiva.


ana ruiz nutricionista

Ana Ruiz

Sou nutricionista clínica com foco em comportamento alimentar, trabalhei por 1 ano na Dietbox na área de CX, realizei o curso de aprimoramento em transtornos alimentares no AMBULIM e sou mestranda em psicologia na PUCRS onde estudo sobre processos de mudança na alimentação e a classificação NOVA de alimentos.

Você vai gostar de ver…

psyllium emagrece

Psyllium emagrece? Mitos e verdades sobre o alimento

Vira e mexe surge um novo alimento com um poder desconhecido gerando dúvidas na internet. É o caso do Psyllium. Afinal, Psyllium emagrece mesmo ou é história? A seguir, a

aplicativos para organizar a rotina

Dos estudos a dieta: 15 aplicativos para organizar a rotina

Trabalho, estudos, academia, finanças, tarefas da casa, manter a vacina do pet em dia… No mundo agitado de hoje, onde o tempo é um recurso precioso, manter-se atualizado com tudo

ultraprocessados

Alimentos ultraprocessados: como identificar e substituir

Vivemos em uma era em que os alimentos ultraprocessados são praticamente onipresentes. Em muitos casos, fica ainda mais difícil passar longe deles, pois existem industrializados com roupagem de “comida saudável”. 

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.