Mudando o mundo

Conheça o Jefferson, um defensor da agricultura orgânica

novembro 9, 2018

Meu nome é Jefferson e minha família é agricultora. Já sou da quinta geração. Somos descendentes de espanhóis, portugueses e alemães. Aqui é uma área de assentamento, mas chegamos bem antes e estamos brincando com agricultura orgânica até hoje.

Moram minha esposa, com 4 crianças, irmã, cunhado e mais 3 crianças. Também tem minha mãe. O sítio chama Alvorada e fica localizado no município Porto Feliz.

Quando era uma fazenda do governo, o convencional comia solto. Quando conseguimos ter posse do terreno, passamos a produzir também o modelo orgânico, como uma espécie de observação, para ver qual se saía melhor.

Notamos que o orgânico saiu na frente em aspecto de qualidade, sabor e produção.

 

Quais os benefícios da agricultura orgânica?

O primeiro e principal benefício da agricultura orgânica é para saúde. Ela deve ser produzida como um conjunto voltado à sociedade, como um trabalho de esclarecimento.

O orgânico está vindo pelas beiradas, pois o convencional é visto como top de mercado.

Alguns dizem que o orgânico é elitizado, mas não é tanto assim. Os milionários se voltam ao convencional, pois ainda acham que o dinheiro compra a saúde deles.

Atualmente, planto de tudo. Graças a Deus, de tudo. Hoje, tenho uma média de 80 culturas no solo, entre as olerícolas, que são as folhosas e leguminosas, e as frutíferas.

Também temos as plantas alimentícias não-convencionais, que são pouco conhecidas pelo consumidor. Apesar de pouco conhecidas, crescemos consumindo-as, como se fosse um suplemento na escassez de alimento, como o caruru e taioba.

 

Como é a parceria da Liv Up para você?

Nós só temos a ganhar com a Liv Up e acreditamos muito nela. A ideia é crescer junto com ela. A programação é fundamental. A ideia é canalizar o canal de produção em cima da programação.

Temos a tendência de crescer em 25% esse ano. Acredito que em 5, 10 anos, a gente chegue a 50% do mercado. Esta é a expectativa.

 

Como é a rotina na agricultura orgânica?

A rotina de trabalho dura o tempo todo. Se o dia não escurecesse, seria bom. Costumo iniciar na agricultura pela manhã e só volto para casa de noite. Quando o processo é de colheita vou até meia-noite, para entregar tudo no outro dia.

Entre outros parceiros, tenho o Instituto Chão, Rede de Supermercados ABC, Terra Viva em Sorocaba, CSA Brasil e uma distribuição na Vila Madalena, em São Paulo, de cestas orgânicas.

 

Qual o seu sonho?

Meu sonho é proporcionar para os meus filhos o que eu não adquiri.

 

Quer saber mais sobre quem planta o que você come? Conheça quem são os produtores rurais.

 

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up