Jejum intermitente faz bem para o corpo?

jejum intermitente

O jejum intermitente é um método bastante utilizado pelas pessoas quando o assunto é emagrecer. Mas como funciona essa estratégia? É perigosa? Existem pontos positivos? Essas são algumas perguntas básicas que é necessário saber antes de entrar de cabeça nessa “moda”.

O que é jejum intermitente?

É um método de emagrecimento que busca intercalar períodos de jejum com períodos de alimentação. O objetivo dessa estratégia é reduzir o consumo calórico diário e então, reduzir as quantidades de gordura.

Normalmente, as pessoas fazem entre 10 a 24 horas de jejum, consumindo apenas água, chá e café sem açúcar. Existem casos ainda mais “radicais”, onde as pessoas ficam em jejum por 36h ou até 2 dias inteiros sem comer.

Quais os benefícios dele?

A estratégia de jejum intermitente não é superior à restrição calórica tradicional que estamos acostumados a fazer, para fins de emagrecimento (claro, que sempre acompanhada do nutricionista).

Sendo assim, seus benefícios são relacionados a redução da quantidade de gordura corporal: melhora da imunidade, prevenção de doenças crônicas e degenerativas, melhora da disposição, entre outros.

Quais os pontos negativos do jejum intermitente?

Como qualquer estratégia alimentar, precisa do acompanhamento do nutricionista. Ficar longos períodos em Jejum sem os ajustes necessários na alimentação pode oferecer deficiências nutricionais e riscos à saúde, além de tonturas, prejuízos na memória, falta de concentração, entre outros.

Isso sem falar que, quando não comemos, ficamos irritados, mau humorados – tudo bem, isso varia de pessoa para pessoa. Mas sim, o aspecto comportamental muda quando entramos de cabeça em um método como esse.

Quais os pontos de atenção?

Quer entrar nesse desafio? Procure orientação com o nutricionista. Como vimos anteriormente, os benefícios e pontos negativos existem e variam muito de pessoa para pessoa. Portanto, não arrisque a sua saúde sem antes consultar um especialista.

Você vai gostar de ver…

ultraprocessados

Alimentos ultraprocessados: como identificar e substituir

Vivemos em uma era em que os alimentos ultraprocessados são praticamente onipresentes. Em muitos casos, fica ainda mais difícil passar longe deles, pois existem industrializados com roupagem de “comida saudável”. 

fome emocional

Fome emocional: como mudar sua relação com a comida?

Sabe aquela história de comer por ansiedade ou descontar um dia estressante num docinho? Então, ela tem nome. A fome emocional, muitas vezes desencadeada por sentimentos, pode impactar nossos hábitos

receitas do tik tok viral

Viralizou: 10 receitas do Tik Tok pra testar em casa

No universo culinário das receitas do Tik Tok, a criatividade e a simplicidade andam de mãos dadas. Não é de hoje que nas redes sociais, especialmente no TikTok, chefs amadores

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.