Método BLW: o que é e quais os benefícios para o bebê

método blw

Se você tem um filho recém-nascido, provavelmente já está pensando sobre como será o processo de introdução alimentar. Entre os diversos métodos, um que vem ganhando destaque entre os pais é o Baby-Led Weaning (Método BLW), que significa “desmame guiado pelo bebê”, em tradução livre.

Você pode pensar “como assim guiado pelo bebê?”. Pois é, a ideia é que a própria criança leve os alimentos até a boca usando apenas as mãos e controle a quantidade que irá comer. Não são utilizados utensílios como colher, garfo ou métodos para amassar a comida, por exemplo.

Criado pela britânica Gill Rapley, especialista em alimentação infantil, o método BLW propõe que os pais acreditem mais na capacidade dos filhos de se alimentar sozinhos. Para isso, alimentos cozidos são oferecidos para as crianças em pedaços, tiras ou bastões. Assim, elas têm a liberdade para tocar e comer o que e quanto quiserem.

A especialista, em suma, defende que essa é uma forma de estimular o desenvolvimento do bebê, além de promover uma alimentação saudável e propor uma nova forma de se alimentar, mais independente.

Ficou interessado? Abaixo nós explicamos quando começar o BLW, como oferecer e quais os benefícios para o bebê. Confira:

Quando começar o método BLW

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a amamentação deve ser exclusiva até os seis meses de vida. Depois disso, é necessário então fazer a introdução de uma alimentação complementar. É nesse momento que os pais podem começar o BLW.

Como é o bebê quem vai levar o alimento até a boca sozinho, é importante que os adultos observem se ele já consegue sentar e se manter firme na cadeira. Caso contrário, devem esperar para começar o método. 

A SBP lembra que não se trata de uma substituição do aleitamento materno, mas sim de um complemento à alimentação da criança, oferecendo mais nutrientes e proporcionando o desenvolvimento.

Como oferecer os alimentos?

Devem ser oferecidos alimentos naturais (frutas, legumes e verduras) e cozidos para as crianças. Nada de pães, biscoitos, doces e alimentos processados. O objetivo é manter uma alimentação saudável com variedade de sabores e nutrientes.  

Os alimentos devem ser cortados em pedaços de tamanho suficiente para que a criança consiga pegar e levar até a boca. Talvez o bebê ainda não tenha desenvolvido o movimento de pinça, que é juntar dedo indicador com polegar, nesse caso, fique atento para cortar em um tamanho largo para que ele consiga pegar com as duas mãos.

Em relação à quantidade, vai variar conforme a vontade e necessidade do bebê. Aos poucos, pais e filhos vão se adaptando ao método e entendendo quanto de comida é necessário.

Por fim, na hora de servir, deixe os alimentos expostos de forma atrativa em frente às crianças. Vale usar os pedaços de frutas e legumes para fazer uma carinha sorrindo, por exemplo.

Benefícios do método BLW para o bebê

O método BLW tem se tornado cada vez mais famoso por proporcionar uma série de benefícios à criança. Veja alguns deles:

Estímulo sensorial

O contato direto com os alimentos é uma ótima forma de estimular os cinco sentidos da criança. Se alimentar dessa forma será uma verdadeira experiência sensorial, já que ela poderá observar o alimento, sentir a textura, o sabor, o cheiro e até ouvir os sons que faz ao tocar o prato e mastigar.

Desenvolvimento físico, intelectual e social

A interação com os alimentos, o controle de quanto irá comer e o fato de estar a mesa com toda a família exige desenvolvimento físico, intelectual e social do bebê. Dessa forma, o método BLW influencia positivamente no crescimento da criança, já que trabalha essas habilidades no momento da refeição. 

Confiança

Os pais observam que os bebês que experimentam o BLW desenvolvem mais a confiança, já que são estimulados a ter um comportamento ativo em relação aos alimentos. 

Hábito saudável

Como comentamos anteriormente, a alimentação saudável é uma premissa do método BLW. Os adultos devem oferecer uma variedade de frutas, verduras e legumes aos bebês para proporcionar os nutrientes necessários ao desenvolvimento. Assim, o hábito saudável vai sendo criado desde a primeira infância 

Você vai gostar de ver…

ultraprocessados

Alimentos ultraprocessados: como identificar e substituir

Vivemos em uma era em que os alimentos ultraprocessados são praticamente onipresentes. Em muitos casos, fica ainda mais difícil passar longe deles, pois existem industrializados com roupagem de “comida saudável”. 

fome emocional

Fome emocional: como mudar sua relação com a comida?

Sabe aquela história de comer por ansiedade ou descontar um dia estressante num docinho? Então, ela tem nome. A fome emocional, muitas vezes desencadeada por sentimentos, pode impactar nossos hábitos

receitas do tik tok viral

Viralizou: 10 receitas do Tik Tok pra testar em casa

No universo culinário das receitas do Tik Tok, a criatividade e a simplicidade andam de mãos dadas. Não é de hoje que nas redes sociais, especialmente no TikTok, chefs amadores

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.