Mindful eating: 15 dicas para uma alimentação consciente

mulher praticando mindful eating

O mindful eating vai além da técnica, se tornando um estilo de vida que ganhou popularidade por conscientizar sobre a alimentação e a forma de consumo dos alimentos. Afinal, você já parou para pensar como costuma realizar suas refeições? Acredite, tanto seus hábitos como o espaço que se alimenta impactam e vamos te contar logo abaixo!

O que é o mindful eating?

Mindful eating é uma técnica utilizada para auxiliar no ato de comer de forma consciente, ou seja, com atenção redobrada sob o que está, de fato, comendo.

Na tradução livre, podemos dizer que se baseia em uma alimentação atenta, consciente, com atenção. E é de fato o que propõe a técnica, que tem raízes no Budismo Zen. É sobre estar presente não apenas de corpo, mas com foco e atenção no que se faz, principalmente quando envolve a alimentação. 

Isso significa que ele funciona como uma estratégia que o indivíduo desenvolve para entender se está realmente com fome, como saborear a comida e desfrutar plenamente deste momento.

Além disso, o mindful eating também é uma prática que exercita:

  • A atenção para escolha dos alimentos;
  • A escolha em quantidades corretas;
  • Formas de mastigar;
  • A prorização de locais mais calmos para realizar a refeição;

Vivemos em tempos onde sentimos a necessidade de ser multitask, ou seja, fazer várias coisas ao mesmo tempo, para que possamos dar conta das demandas do dia a dia. E é justamente no meio dessa loucura (quando comemos um lanche a caminho do trabalho, terminamos uma refeição enquanto estamos nas redes sociais ou jantamos em frente à TV) que não damos a atenção que as refeições merecem.

É nesses momentos que não saboreamos a comida, não selecionamos os ingredientes conforme necessidade e saudabilidade e, principalmente, perdemos o controle da saciedade que o alimento nos proporciona conforme comemos. Por essas e outras que foi desenvolvida essa nova forma de encarar a alimentação.

Colocar isso em prática faz parte de um processo de amadurecimento e reconhecimento dos nossos sentimentos e comportamentos para que possamos dar conta dos altos e baixos do dia a dia, melhorando a saúde física e mental.

Vá além com a prática do mindfulness

Por ser uma segmentação de um conceito maior, o mindful eating trata de forma mais focada a alimentação saudável e a reeducação alimentar. Mas a ideia geral, o mindfulness, pode ser aplicada em diversos campos, como exercícios físicos, rotina de trabalho, entre outros aspectos do cotidiano.

O fundamento chave consiste em estarmos presentes e concentrados nas nossas ações, tendo consciência do nosso ambiente e do nosso estado emocional e não deixando que estes fatores tomem as decisões por nós.

Bastante usada na nutrição comportamental, ela também é aplicada para tratar transtornos alimentares como obesidade, anorexia ou bulimia, por exemplo.

O importante é o indivíduo entender que precisa estar focado nas atividades que está realizando naquele momento, assim como prestar atenção nas escolhas alimentares e nas quantidades.

Quais são os benefícios do mindful eating?

São muitos os benefícios decorrentes da prática do mindful eating, entre eles:

  • Melhora na digestão dos alimentos;
  • Reduz a compulsão alimentar;
  • Controla a ansiedade e o estresse;
  • Melhora do foco e concentração nas atividades diárias;
  • Melhora o gerenciamento da escolha dos alimentos;
  • Gera equilíbrio alimentar;

Como praticar o comer consciente?

dicas mindful eating

Através dessa técnica, o indivíduo passará a observar e entender o real motivo, físico ou emocional, pelo qual está com fome, gula, ansiedade ou estresse. Dessa forma, será possível escolher os alimentos nas quantidades certas para cada tipo de refeição.

Com o passar do tempo, você vai se acostumando, conhecendo melhor o próprio corpo e aumentando cada vez mais a prática. A técnica ajuda, em outras palavras, a ouvir o organismo sobre fome, satisfação, vontades físicas e emocionais que estejamos sentindo.

Por meio destes ensinamentos, criamos consciência para perceber quais atitudes devemos tomar em relação às vontades do nosso corpo. Atualmente, existem profissionais especializados em nutrição comportamental e mindful eating.

É importante procurar recomendações destes profissionais para que a técnica seja bem aplicada no seu dia a dia e gere resultados satisfatórios, obtendo benefícios para todas as áreas da sua saúde.

15 dicas de mindful eating

Agora que você já sabe a importância dessa técnica, chegou a hora de colocar os ensinamentos em prática. A seguir, listamos alguns pontos que vão te ajudar a comer de forma cada vez mais consciente: 

Aprenda a entender e respeitar seu sinais de fome e saciedade

Aprimorando a leitura do seu próprio organismo, você conseguirá ter uma noção bem melhor do que está sentindo, entendendo se o seu corpo precisa consumir mais e o quão próximo está do nível ideal de saciedade..

Crie uma rotina

Não é sobre buscar normas para a alimentação, mas sim sobre possuir uma organização que contribua para comer bem. É cientificamente comprovado que ter uma rotina facilita para o cérebro e para o corpo o entendimento e a assimilação de novos hábitos. 

Evite distrações

Apesar do mundo ao nosso redor não parar enquanto cozinhamos e comemos, procure estar sempre focado no processo. As maiores distrações são as telas, como a companhia da televisão e do celular.

Coma devagar

Não é uma competição pra quem termina mais rápido e deve ser um momento especial do nosso dia. Procure conciliar seus horários para realizar as refeições sem pressa para terminar – aliás, isso ajuda no aproveitamento do sabor, na mastigação e na absorção de nutrientes.

Faça pequenas porções 

Servir porções pequenas auxilia na consciência alimentar. Comer de forma mais lenta nos mantêm mais cientes do ponto de saciedade, evita desperdícios, foge do exagero e nos incentiva a aproveitar o momento. Além de que, caso você continue com fome, basta se servir novamente. É com equilíbrio que mandamos a neura para beem longe.

Arrume a mesa antes de comer

Além da higiene, o processo de organização da mesa tem tudo a ver com o ambiente em que você pretende comer. Quanto mais limpo, organizado e tranquilo for o local, maior a qualidade da sua experiência durante a refeição.

Mastigue devagar

Além de contribuir para uma melhor digestão, o ato de mastigar propriamente o seu alimento traz experiências de sabores mais completas. Ajuda também para identificar melhor nosso ponto de saciedade.

Respire bem e relaxe 

Prestar atenção na forma com que estamos respirando pode fazer a diferença. Isso pode induzir o corpo a relaxar, sabendo que está num ambiente seguro e tranquilo, tornando o momento a seguir mais prazeroso.

Tome pequenos goles de água

Alternar entre um gole de água entre garfadas ajuda na digestão, na percepção de saciedade, e também a limpar o paladar.

Música e ambientação podem ajudar

Estar relaxado não envolve apenas o silêncio. Pode sim ajudar, mas uma música de fundo pode fazer maravilhas para a sua concentração. O relaxamento multissensorial pode te fazer muito bem.

Deguste os alimentos 

mindful eating

Ao invés de apenas comer para consumir os ingredientes e transformá-los em energia, preste atenção e saboreie o que está sendo servido. Podemos ter experiências incríveis, fazendo verdadeiras viagens gastronômicas enquanto estamos sentados.

Conte com ajuda profissional 

Sempre é bom lembrar que o acompanhamento de um nutricionista é primordial para que possamos entender mais sobre o nosso corpo, sobre as nossas necessidades e sobre os impactos que cada alimento tem. 

Fuja do comer emocional 

A refeição, apesar de ter muitos aspectos além dos nutrientes, não pode virar um refúgio para as emoções. O “comer emocional”, como é chamado, indica um comportamento nocivo onde se come para preencher um vazio sentimental ou descontar alguma frustração. 

Torne os momentos de refeição um ritual 

O planejamento é essencial. Desde os ingredientes, o local da refeição, o modo de preparo e o tempo previsto para a refeição são importantes pra concretizar essa mudança de hábito no dia a dia. Entender esse momento como um ritual de bem-estar torna tudo isso mais agradável.

Não tenha medo da comida 

A comida não é sua inimiga, o vilão é o que você faz com a vontade de comer. A fome é uma necessidade fisiológica básica do ser humano e também um simples aviso de que o seu corpo precisa de energia. A questão é que banalizamos o significado e confundimos com a gula. A comida é sua amiga, mas às vezes precisamos de ajuda para saber a melhor forma de trazê-la ao nosso cotidiano como uma aliada. 

E a meditação?

meditação mindful eating

A meditação está diretamente relacionada com o mindful eating. No caso, um pode auxiliar o outro. O mindful eating pode ser aplicado juntamente com a prática de meditação antes das refeições ou em outros horários do dia.

+ Conheça as técnicas de respiração da meditação

No entanto, existem pessoas que sentem dificuldade em fazer a meditação, algo bastante normal.  Nesses casos o ideal é tentar se concentrar entre 2 e 3 minutos por dia ao acordar ou quando for deitar na cama para dormir. Agora que você já sabe como praticar o comer consciente e como repensar sua alimentação, vem experimentar as delícias da Liv Up sem medo de ser feliz.

Você vai gostar de ver…

fome emocional

Fome emocional: como mudar sua relação com a comida?

Sabe aquela história de comer por ansiedade ou descontar um dia estressante num docinho? Então, ela tem nome. A fome emocional, muitas vezes desencadeada por sentimentos, pode impactar nossos hábitos

receitas do tik tok viral

Viralizou: 10 receitas do Tik Tok pra testar em casa

No universo culinário das receitas do Tik Tok, a criatividade e a simplicidade andam de mãos dadas. Não é de hoje que nas redes sociais, especialmente no TikTok, chefs amadores

dormir depois do almoço

Dormir depois do almoço: entenda os impactos na sua saúde

Muita gente é fã de dormir depois do almoço, mas o fato que a famosa “siesta” levanta dúvidas. Afinal, o cochilo depois do almoço faz bem ou é apenas um

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.