O que são os óleos essenciais e pra que eles servem?

óleos essenciais

Os óleos essenciais são substâncias naturais, líquidas, 100% puras que podem ser extraídas de flores, folhas, raízes, sementes, frutos e outras partes das plantas. Possuem ação terapêutica quando inalados ou absorvidos pela pele.

Atualmente, essa medicina natural e homeopática milenar vem ganhando novos adeptos e voltou a ser destaque para quem deseja ter uma vida mais saudável, sem recorrer aos remédios alopáticos. Quer conhecer um pouco mais sobre o tema? Dá uma lida no nosso conteúdo!

Para que servem os óleos essenciais?

Usados na aromaterapia, ajudam a promover saúde e bem-estar (físico, emocional e/ou espiritual). Seu uso já é antigo: no Egito as plantas aromáticas eram usadas em infusões e embalsamento, nos cosméticos e até mesmo para tratar doenças.

Os benefícios para a nossa saúde são inúmeros: por serem rapidamente absorvidos pelos receptores olfativos, ajudam a controlar a frequência cardíaca, pressão arterial, respiração e estresse – além de outros – de forma rápida e eficiente.

Qual o melhor óleo essencial?

Existem diversos tipos de óleos, cada um com indicações específicas, portanto, é difícil denominar qual o melhor. Helo Scarantino, Especialista em Desenvolvimento Pessoal & Aromaterapeuta, destaca alguns dos óleos essenciais e suas propriedades:

  • Lavanda: é um dos mais conhecidos da aromaterapia, pois, seu mecanismo de ação propicia calma, relaxamento e clareza. Isso faz com que esse óleo seja muito utilizado para transtornos relacionados a ansiedade, o estresse e insônia;
  • Tea Tree (melaleuca): é um eficiente antifúngico, anti-infeccioso, antisséptico, bactericida e estimula o sistema imunológico. É considerado antiviral poderoso;
  • Olíbano: considerado sagrado em muitas culturas, é muito usado na meditação, pois ajuda a relaxar a mente e facilitar nossa conexão espiritual;
  • Alecrim: com ação estimulante, auxilia no processo de emagrecimento, reduz os sintomas da ansiedade e depressão, ajuda a desintoxicar o organismo e a controlar a oleosidade da pele.
  • Citronela: estimulante mental e da criatividade, e excelente repelente de insetos.
  • Eucalipto: indicado para problemas respiratórios (como alergias crônicas), dor de cabeça, enxaqueca, febre, dor e tensão musculares.
  • Manjericão: diurético, expectorante, tônico, calmante. Ajuda também no combate à dor de garganta, má-digestão, prisão de ventre, cólica, ansiedade e insônia.

Como usar os óleos essenciais?

Por serem muito concentrados, nunca devem ser utilizados em contato direto com a pele, mas sempre diluídos. Para obter todos os benefícios para sua saúde e bem-estar, utilize os óleos em massagens corporais, compressas, banhos, inalação ou vaporização.

Atualmente, existem diversas opções de difusores no mercado. Eles ajudam a dispersar o aroma terapêutico dos óleos essenciais no ar de maneira automática, utilizando técnicas como a nebulização ou o ultrassom. Você pode acrescentar algumas gotas do óleo na banheira, escalda pé ou ainda colocar na água quente da compressa.

Fique atento na hora da compra: muita gente confunde óleos com essências, que são compostos sintéticos produzidas em laboratórios para imitar determinados aromas. Elas não possuem propriedades terapêuticas, apenas perfumam. Em geral, as essências são bem mais baratas.

Helo alerta também para o uso com responsabilidade: apesar de serem substâncias naturais extraídas da natureza, alguns óleos essenciais possuem restrições de uso. Consulte sempre um Aromaterapeuta antes de usá-los!

Gostou do nosso conteúdo? Então, não deixe de acompanhar nosso blog, estamos sempre postando dicas de como ter uma vida mais saudável e leve!

Você vai gostar de ver…

dormir depois do almoço

Dormir depois do almoço: entenda os impactos na sua saúde

Muita gente é fã de dormir depois do almoço, mas o fato que a famosa “siesta” levanta dúvidas. Afinal, o cochilo depois do almoço faz bem ou é apenas um

desidratação no calor

Desidratação: quais sintomas e como evitar esse problema

Verão, calor, dias bem quentes e…desidratação. A palavra pode parecer extrema, mas o fato é que, muitas vezes, o corpo perde mais líquido do que se consegue repor e com

melatonina

Melatonina e sono: benefícios e como tomar

Num mundo agitado, o sono se torna cada vez mais alvo de atenção. Apesar de repouso e descanso serem termos associados, o sono vai além – tendo um papel essencial

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.