Os diferentes tipos de ovo e como consumi-los

diferentes tipos de ovo

Ovo frito, cozido, mexido, ou poché. No pãozinho ou na omelete do dia a dia, a verdade é que existem inúmeras maneiras de consumir esse alimento nutritivo, assim como existem diferentes tipos de ovo. Algumas características podem mudar, mas o conteúdo é praticamente o mesmo.

A cor e a espessura da casca, por exemplo, variam de acordo com a raça das galinhas. Já a cor da gema muda  conforme a alimentação dos animais. Se recebem alimentos ricos em pigmentos carotenoides (naturais ou artificiais), a gema ficará de um amarelo mais intenso, quase alaranjado. No entanto, os valores nutricionais nesses casos são bastante similares. 

Em suma, esse versátil ingrediente é rico em proteínas, vitaminas A, D, E e do complexo B, além de conter selênio, zinco, cálcio e fósforo. Isso tudo ajuda a proporcionar diversos benefícios para a saúde. Entre eles, o aumento da massa muscular, melhora do funcionamento do sistema imunológico, prevenção do envelhecimento precoce, e diminuição da absorção do colesterol no intestino.

Quais são os diferentes tipos de ovo? 

Como você viu, motivos não faltam para inserir os ovos na sua alimentação. Agora que tal entender um pouco mais sobre as especificidades de cada um deles? Abaixo, listamos os tipos de ovos de galinha mais comum e suas principais características. Vamos lá? 

Ovo industrial (ou “de granja”)

É o ovo mais comumente encontrado nos supermercados. É obtido a partir de galinhas de linhagens geneticamente melhoradas, criadas em gaiolas. A alimentação desses animais é balanceada, com ração à base de insumos como, por exemplo, milho e soja transgênicos. Todo o ciclo de produção das galinhas nesse caso, é controlado, do ambiente, à nutrição e à sanidade das aves.

Ovo cage free (ou “livre de gaiolas”): 

Diferente dos ovos industriais comuns, como o nome sugere, nesse caso as galinhas não são criadas em gaiolas. As aves têm poleiros, ninhos, alimentação balanceada e ficam em ambientes com luminosidade controlada. O conceito é promover um sistema de confinamento que permita que os animais tenham conforto e uma rotina mais próxima ao seu comportamento natural, como ciscar e andar livremente. O bem-estar animal é, em suma, o grande diferencial dos ovos cage free. 

Ovo caipira 

Esses ovos são obtidos da galinha caipira – uma ave de raça rústica cuja criação é feita em um modelo híbrido, num ambiente fechado como um aviário ou galinheiro, mas que também tenha uma área aberta de pasto. A alimentação desses animais também difere: a ração não pode conter nenhum pigmento artificial, e eles devem ingerir verduras, ervas e legumes.

Justamente por comerem milho e folhas verdes, as galinhas caipiras ingerem um pigmento que deixa a cor da gema mais intensa, uma característica bastante associada ao ovo do tipo caipira. 

Ovo orgânico

Dentre os tipos de ovo da lista, o orgânico é provavelmente o mais saudável. Afinal, nesse caso a galinha é criada de maneira semelhante à da galinha caipira. A grande diferença é a alimentação, que é feita com insumos sem nenhum agrotóxico ou ingredientes transgênicos.

Ou seja, é o único tipo de ovo de galinhas que não pode receber medicamentos antibióticos e promotores de crescimento. Além disso, vale sempre lembrar que alimentos orgânicos passam por certificações que determinam o respeito ao meio ambiente durante todo o processo. 

Ovos vitaminados

Por fim, existem também os ovos vitaminados, que têm um processo de produção semelhante ao do ovo convencional. O que muda no processo de produção é que as aves são alimentadas com uma ração especial que contém vitamina E e ômega 3.

Formas de consumir os diferentes tipos de ovo no seu dia a dia: 

Apesar de as necessidades nutricionais serem individuais, no geral a quantidade recomendada é de um a dois ovos por dia. E inserir esse alimento na rotina é super fácil. Afinal, existem diversas receitinhas, das mais simples às que requerem mais talento na cozinha, e todas podem ser feitas com os diferentes tipos de ovo. Bateu a fome por aí? Então espia só:  

O tradicional ovo cozido

Se o assunto é saúde e nutrientes, a melhor maneira de consumir o ovo é cozido. Assim, assim não há o acréscimo de gorduras e aumento de calorias. Além disso, é super prático: basta colocar o ovo em água fervente por alguns minutos.

O tempo de cozimento depende do gosto de cada um: para uma gema mais mole, 5 minutinhos bastam. Já para quem gosta de um ovo mais consistente, com a gema durinha, o ideal é deixar no fogo de 5 a 12 minutos. Depois disso é só descascar e combinar com verduras, salada ou servir na forma que preferir.

Ah, e tem dica para que a casca saia mais fácil: adicionar uma colher de vinagre e um pouco de sal na água da fervura e, depois de cozido, depositar o ovo na água fria. 

Ovo poché 

Esse prato famoso é um jeito diferente de consumir o alimento. Nessa receita, o ovo é cozido na água, só que sem a casca. O modo de preparo é super-rápido, mas requer atenção! É preciso quebrar o ovo em um recipiente, tomando todo cuidado para não desfazer a gema. Em seguida, deposite o ovo em uma panela com água quente. Cuide para não deixar a água ferver. Veja, abaixo, como fazer o ovo poché sem erro:

O ovo frito perfeito 

Dizer que a pessoa “não sabe fritar o ovo” é um sinônimo de que alguém, de fato, não entende nada de cozinha. Mas na prática, obter o ovo perfeito, chamado de ovo estrelado em muitos lugares, pode ser uma tarefa bem mais difícil do que parece.

Uma boa dica para chegar naquele ovo de gema mole e borda crocante é usar uma frigideira com tampa. O vapor quente vai cozinhar a clara no tempo certo para não deixar a gema endurecer.

Dá o play para conferir como fazer seu ovinho frito: 

Ovo mexido 

Quem pensa que é só quebrar o ovo na frigideira e mexer, está enganado! Apesar de não ser uma receita complexa, preparar o ovo mexido requer um pouquinho de técnica e alguns cuidados.

Um deles, por exemplo, é cuidar da temperatura da panela, que deve ser mantida em fogo médio ou baixo. Mas não há motivos para desespero. Abaixo, você consegue conferir o passo a passo e preparar aquele ovo mexido de hotel saborosíssimo: 

Omelete clássico com ervas

Independente dos tipos de ovo a serem usados para a omelete, o fato é que a receita é um clássico. E o melhor, é super prática e contém apenas mais dois ingredientes. Fazer o verdadeiro omelete francês é um pouco diferente do preparo que costumamos fazer em casa.

A receita tradicional tem  textura cremosa por dentro e lisinha por fora, sem queimadinhos. No vídeo, a chef Paola Carosella ensina como fazer: 

Além da receita clássica, não é raro vermos adaptações da omelete com outros ingredientes, como tomate, queijo e presunto, por exemplo. Em suma, é um preparo prático, saudável e que sacia a fome. 

Os diferentes tipos de ovo para uma alimentação saudável

Como você viu, existem diferentes variedades disponíveis para incluir na sua rotina. E, é claro, para atingir todos os benefícios, eles devem fazer parte do contexto de uma alimentação balanceada. Além de contar com as opções cage free e de ovos orgânicos da quitanda da Liv Up, não deixe de conferir pratos e ingredientes saborosos e saudáveis do nosso menu

Você vai gostar de ver…

ultraprocessados

Alimentos ultraprocessados: como identificar e substituir

Vivemos em uma era em que os alimentos ultraprocessados são praticamente onipresentes. Em muitos casos, fica ainda mais difícil passar longe deles, pois existem industrializados com roupagem de “comida saudável”. 

fome emocional

Fome emocional: como mudar sua relação com a comida?

Sabe aquela história de comer por ansiedade ou descontar um dia estressante num docinho? Então, ela tem nome. A fome emocional, muitas vezes desencadeada por sentimentos, pode impactar nossos hábitos

receitas do tik tok viral

Viralizou: 10 receitas do Tik Tok pra testar em casa

No universo culinário das receitas do Tik Tok, a criatividade e a simplicidade andam de mãos dadas. Não é de hoje que nas redes sociais, especialmente no TikTok, chefs amadores

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.