Mudando sua alimentação

Os melhores alimentos para te dar mais energia e disposição

setembro 12, 2018

A rotina e a grande quantidade de tarefas fazem com que as pessoas sintam fadiga, desânimo, desmotivação e até mesmo estresse. A nutrição correta, em todos esses casos, é uma excelente aliada, principalmente quando os alimentos que dão energia são consumidos.

Boas fontes de carboidratos e gorduras devem ser incluídos no plano alimentar, como macronutrientes energéticos. Afinal, eles contribuem pra melhorar a concentração e facilitam a prática de atividades físicas e de outras tarefas diárias.

Quer deixar sua rotina ativa, com qualidade e equilíbrio? Acompanhe nossa lista a seguir e conheça alguns dos melhores alimentos para dar energia e disposição.

Água de coco

Caso esteja procurando um alimento ou bebida que seja capaz de te hidratar, repor os sais minerais do seu corpo e ainda te dar energia e disposição para o resto do dia, a água de coco é uma das opções que precisam estar na sua lista. Essa bebida levemente adocicada não tem contraindicações e pode ser consumida por pessoas de todas as idades, inclusive bebês.

A água de coco contribui pra melhora do funcionamento renal e retirada de toxinas prejudiciais ao corpo. Por causa dos altos níveis de vitaminas e minerais, ela é considerada um ótimo energético natural e um ótimo isotônico.

Café

O café é um dos alimentos mais famosos por manter as pessoas acordadas e mais concentradas em suas atividades diárias. Por conter uma grande quantidade de cafeína, trigonelina, niacina, melanoidinas, quinídeos e ácidos clorogênicos, ele é considerado um excelente estimulante pra quem quer ter mais disposição e energia no dia.

Além de fazer com que as pessoas fiquem mais acordadas e concentradas, o café tem nutrientes importantes que estimulam o metabolismo do corpo e melhoram o funcionamento do fígado. Segundo estudo feito por pesquisadores da Universidade Health Network, no Canadá, outra vantagem dessa bebida é a capacidade de inibir o desenvolvimento de Alzheimer e Parkinson.

Guaraná natural

O guaraná vem da região norte do Brasil e é considerado um ótimo estimulante do sistema nervoso por causa da quantidade de cafeína presente nele. É recomendado que a bebida seja consumida em doses moderadas para melhorar as atividades psicológicas, energéticas e tônicas.

Para auxiliar na redução do esgotamento físico e na melhora da disposição das pessoas, o guaraná é uma ótima opção. Ele pode ser adicionado a sucos e vitaminas para aumentar o nível de concentração e a disposição pra atividades diárias. O pó de guaraná, que é extraído da sua semente, auxilia na circulação do sangue e no fluxo de oxigênio no corpo.

Maca peruana

A maca peruana é um alimento nativo da região dos Andes e encontrada na versão em pó no Brasil. Ela é muito popular em todo o mundo por ser uma grande fonte de vitaminas e minerais. Além disso, tem carboidratos e proteínas muito importantes para o corpo humano, além de fibras capazes de saciar a fome das pessoas.

A maca peruana também é um ingrediente fundamental para diminuir o cansaço e a fadiga. Isso porque o alimento tem uma grande quantidade de vitaminas B, C e E, que agem como um antioxidante no corpo.

Além desses benefícios, a maca é responsável por reduzir a disfunção erétil e os sintomas da menopausa, proteger o coração, melhorar o humor e aumentar o desempenho físico.

Chá-verde

O chá-verde é uma bebida que tem um aminoácido capaz de aumentar a produção de dopamina e serotonina, causando uma sensação de bem-estar e melhorando o humor da pessoa. Além disso, ele é responsável por acelerar o metabolismo, aumentando o gasto de energia e queimando mais gordura corporal por causa da quantidade de cafeína.

O chá-verde proporciona mais disposição e energia, mas também oferece diversos benefícios para o corpo humano. Ele retarda o envelhecimento celular, protege as células do organismo, combate o colesterol e previne problemas do coração e vários tipos de câncer.

Frutas secas

Alimentos como uva-passa, tâmara, ameixa, figo, cranberry e goji berry são ricos em frutose, um carboidrato presente nas frutas. Com alto índice glicêmico, o açúcar fornece energia ao corpo rapidamente. As frutas secas, dessa forma, são boas opções para quem tem pouco tempo para se alimentar antes de treinar e até mesmo para suplementar a nutrição intratreino.

Alguns exemplos da prática são corridas longas e provas de triathlon. Nelas, a duração da atividade física pode ultrapassar o período de uma hora. Para utilizar as frutas secas nos lanches entre as refeições principais, é melhor combiná-las com boas fontes de proteínas ou gorduras.

Banana

Disponível em todas as épocas do ano no Brasil, a banana é uma fruta bem prática de se consumir. Além disso, é cheia de qualidades que garantem sua capacidade de fornecer energia. Rica em fibras e carboidratos, mantém a glicose estável. Como complemento, por apresentar triptofano em sua composição, ativa a serotonina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar.

Outro nutriente da banana que ajuda a dar energia e disposição é o potássio, o que torna a fruta queridinha dos atletas, já que auxilia a evitar cãibras. Para incluí-la na alimentação, não faltam opções, entre doces e salgados. Vale até para preparar uma panqueca de banana com aveia e canela, muffins integrais, cookies e smoothies.

Ovo

O ovo é uma excelente fonte de proteínas e gorduras. Considerado um alimento capaz de dar muito mais disposição e saciedade a quem o insere na rotina alimentar, é familiar entre quem pratica musculação. Outras atividades que promovem ganho de massa magra, como treinamento funcional e crossfit, também se beneficiam de suas vantagens.

Uma vez que é capaz de incrementar a recuperação muscular, pode ser consumido no café da manhã, em lanches, no almoço, no jantar, entre outras refeições. Vale ovo cozido, mexido, na forma de omelete, na panqueca integral, na salada e muito mais.

Óleo de coco

O óleo de coco é rico em gorduras saturadas que contêm ácidos graxos, como ácido láurico e ácido caprílico. Sua fórmula faz com que a energia aumente gradualmente. Assim, não registra picos de glicemia e garante disposição durante um período maior.

Uma das formas mais populares de se alimentar com ele, além de utilizá-lo em receitas do dia a dia, é adicioná-lo a uma xícara de café puro.

Oleaginosas

Ricas em fibras, gorduras e proteínas, as oleaginosas e castanhas são campeãs dos lanches entre refeições. Isso se deve à facilidade de aquisição e manutenção que oferecem, já que não precisam de refrigeração e têm um prazo maior de validade.

Entre elas, destacamos a amêndoa, macadâmia, castanha-de-caju, castanha-do-pará, avelã e pistache. Compostas de ácidos graxos, como ômega-3, as oleaginosas contêm também magnésio. Esse elemento garante a saciedade por mais tempo.

Esses alimentos também podem ser consumidos em pequenas porções nos lanches, acompanhados de iogurte ou frutas. Mas é importante ter controle da quantidade consumida, já que as oleaginosas têm grande valor calórico mesmo em pequenas quantidades. Em 20 gramas, por exemplo, pode haver aproximadamente 100 calorias.

Chocolate

Considerado uma das sobremesas prediletas, o chocolate ao leite tradicional é rico em açúcar e gorduras saturadas. Porém, atualmente, há uma grande variedade de tipos que podem fazer parte do dia a dia de uma rotina saudável e cheia de disposição. O importante é consumi-lo de forma equilibrada.

Nos produtos em que o cacau é predominante (acima de 60% da composição), há abundância de flavonoides e de cafeína, que dão energia. Consumir uma pequena quantidade de chocolate, cerca de dois quadradinhos após grandes refeições, pode colaborar para reforçar a saciedade em uma alimentação diversificada.

Cereais integrais

Aveia, quinoa e amaranto são ótimos alimentos para dar energia e disposição. Com baixo índice glicêmico, também têm abundância de proteínas. Em dietas vegetarianas, os cereais integrais podem complementar as refeições. É válido adicioná-los a saladas de frutas e iogurtes. Além disso, podem compor a massa de pães e tortas.

Mel, melado de cana e agave

Com sabores semelhantes, mel, agave e melado de cana são opções líquidas ricas em açúcar. Isso as tornam aptas pra dar a energia de que você precisa. O melado, que vem da cana-de-açúcar, age como adoçante natural de forte gosto residual. Em adição a isso, complementa sua fórmula com uma boa quantidade de ferro, excelente para o combate à anemia.

Já o agave, extraído de uma espécie de cacto, é o que contém menos açúcares e apresenta o valor calórico mais baixo. Pode ser utilizado em estratégias alimentares que buscam reduzir a quantidade de carboidratos. Entre os veganos, que não consomem mel, as duas últimas opções são as prediletas.

Açaí

Fruta típica do norte do Brasil, bastante comum nos estados do Pará e Amazonas. O açaí dá energia e promove o bom funcionamento do organismo. Abundante em vitaminas do complexo B, também se destaca pelos antioxidantes, que protegem o corpo, e pelas gorduras insaturadas.

Embora tenha caído nas graças das populações de outras regiões do país e do mundo como guloseima, no dia a dia é recomendado consumi-lo em sua forma pura: sem xarope de guaraná e sem outros acompanhamentos com excesso de açúcar, como leite condensado e chocolate.

Uma alimentação rica em nutrientes pode reunir diferentes opções de alimentos que dão energia e disposição, além de tornar a rotina mais leve e prazerosa. Ao apresentar sintomas excessivos e frequentes de fadiga, cansaço e desânimo, experimente incluir algumas das opções apresentadas neste artigo em seu dia a dia. Também é importante sempre estar ciente de que todo consumo em excesso pode fazer mal ao corpo humano, então coma com moderação.

E aí, gostou dos alimentos que listamos pra você? Então, entre em contato com a Liv Up e conheça nossos serviços e produtos.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up