Por que investir em uma alimentação saudável?

alimentação saudável

Pode parecer modinha, mas não é. A alimentação saudável já deixou de ser apenas publicações de influencers, para ganhar curtidas nas redes sociais e destaque em programas de TV.

Segundo dados do Sebrae Nacional, o mercado de alimentação ligado à saúde e ao bem-estar, cresceu 98% no país de 2009 a 2014. O setor movimenta US$ 35 bilhões por ano no Brasil, que é o quarto maior mercado do mundo.

A alimentação saudável passou a ser uma opção para quem quer viver mais, com mais qualidade de vida. E também para quem busca nos alimentos a solução para algum problema que talvez os medicamentos não tenham conseguido resolver.

Além disso, ter hábitos saudáveis, está sendo cada vez mais difundido para atender as demandas de sustentabilidade, para a prevenção de doenças e para envelhecer com saúde.

Vale a pena investir numa alimentação saudável?

Com certeza, e disso os nutricionistas e demais profissionais da saúde não têm dúvida. Investir na alimentação saudável, priorizando a qualidade dos alimentos e os benefícios ao organismo, deve ser uma prática feita em todas as fases da vida, a começar pela infância.

Isso porque é nessa fase que os hábitos alimentares são formados. Por isso, os pais devem evitar que os pequenos consumam alimentos ultraprocessados, como salgadinhos, bolachas recheadas e bebidas açucaradas nos primeiros anos de vida.

Assim, eles não irão formar o hábito de incluir esse tipo de alimento, nas suas preferências diárias. Outro ponto importante é que as escolhas alimentares saudáveis aumentam a qualidade de vida da população.

Estudos recentes mostram que as doenças crônicas não transmissíveis (exemplos: hipertensão arterial, diabetes, câncer e doenças respiratórias crônicas), são influenciadas pela alimentação inadequada, com o consumo frequente de alimentos com alto teor de gordura, excesso de álcool e pela falta da prática regular de exercício físico.

Diariamente precisamos de nutrientes e minerais para que o nosso organismo funcione corretamente. E, através da boa alimentação, nosso sistema imunológico fica mais fortalecido e temos mais disposição para realizar as atividades diárias.

Transforme a alimentação saudável num hábito

Sabemos que é muito mais fácil – e tentador! – abrir um pacote de bolacha recheada a descascar uma fruta, por exemplo. Ou abrir um pacote de macarrão instantâneo a preparar a famosa combinação de arroz e feijão.

Mas, para quem deseja mudar os hábitos e optar por uma alimentação mais balanceada, é preciso ter a frase “desembale menos, descasque mais” como uma mantra.

Num aparente e inofensivo pacotinho de bolachas haverá muito açúcar, gordura trans, quantidade insuficiente ou zero de fibras, ou seja, calorias a mais, nutrientes de menos.

Já em um pacote de macarrão instantâneo, temos sódio e gordura em excesso, além de inúmeros conservantes em sua composição.

Só para se ter uma ideia, a Organização Mundial da Saúde recomenda que a ingestão máxima de sal por dia deve ser de apenas 4g. Em cada embalagem de macarrão instantâneo existe pelo menos o dobro deste valor.

Dicas para o dia a dia:

1 – Renove os seus hábitos

Para adquirir novos hábitos alimentares, é preciso disciplina e desejo de mudança. Por isso, reserve um tempo do seu dia ou da sua semana para escolher os alimentos que farão parte das suas refeições.

Não o faça por obrigação, mas sim por entender que investir numa alimentação saudável hoje é garantir um envelhecimento mais saudável amanhã. Quando for ao supermercado, evite comprar refrigerante, doces, salgadinhos e embutidos.

A partir de agora, eles deverão ser exceção na sua rotina alimentar. Lembre-se: eles só chegam à sua casa porque você os coloca no carrinho. Então, não se sabote. Invista em alimentos de verdade!

2 – Respeite e mantenha as refeições

Outra dica importante, é não pular as refeições, principalmente o café da manhã. No almoço e jantar, monte seu prato de acordo com as recomendações do seu nutricionista e capriche sempre nas verduras e legumes.

Adicione, também, os alimentos integrais à sua alimentação. Eles possuem mais fibras, que auxiliam na manutenção das taxas de açúcar no sangue, além de ajudar no controle de peso e saciedade.

Para os lanches da manhã e da tarde, dê preferência a frutas, snacks ou lanches naturais, que são fáceis de carregar.

3 – Hidratação e alimentação saudável

Não se esqueça da água: a dica é ingerir de seis a oito copos de água por dia. Isso vai contribuir para o bom funcionamento do organismo, além de contar pontos positivos para o intestino, que funcionará melhor.

Conte com a ajuda de aplicativos para lembrá-lo de beber água, ou se você não dispensa uma caneta e papel, grude lembretes no seu computador, para que a hidratação fique em dia!

4 – Mastigação e paciência para se alimentar

Mais uma orientação importante: coma devagar, mastigue bem os alimentos e sinta os diferentes sabores que estão no seu prato.

Se você comer muito rápido, o cérebro não irá entender que está satisfeito, ou seja, não haverá aquela sensação de saciedade.

Logo, em pouco tempo, você sentirá fome novamente e como consequência, o aumento de peso virá. Os especialistas recomendam uma média de 20 minutos para fazer a refeição completa.

Benefícios da alimentação saudável

Agora, listamos a seguir algumas vantagens para que você abandone de vez os alimentos “desnecessários”, que ainda fazem parte do seu cardápio. Dessa maneira, aposte nos alimentos saudáveis que vão te garantir energia, disposição e o mais importante, saúde!

1. Reduz o risco de câncer:

Uma dieta não saudável pode levar à obesidade, e consequentemente aumentar o risco de uma pessoa desenvolver câncer. Estudos apontam que uma dieta rica em frutas, vegetais e fibras reduz o risco de câncer colorretal, e uma dieta rica em fibras reduz o risco de câncer de fígado. Vários fitoquímicos encontrados em frutas, legumes e nozes (fitoquímicos são substâncias antioxidantes que conferem cor aos alimentos e protegem contra doenças) protegem as células de danos que podem levar ao câncer.

2. Previne AVC e protege o coração:

Um estudo realizado pela Heart and Stroke Foundation do Canadá, mostra que até 80% dos casos de doença cardíaca prematura e AVC, podem ser evitados através de mudanças no estilo de vida, como a regularidade na prática de exercícios físicos e a alimentação saudável.

3. Controla o diabetes:

Uma alimentação saudável e balanceada pode ajudar o paciente diabético a perder peso (se necessário), auxilia no gerenciamento dos níveis de açúcar no sangue e ajuda a manter a pressão arterial nos níveis desejados;

4. Melhora a saúde do intestino:

Uma dieta rica em açúcar e pobre em fibras, altera o microbioma intestinal, aumentando a inflamação na área. Em contrapartida, uma dieta rica em vegetais, grãos integrais e legumes oferece uma combinação de pré-bióticos e probióticos.

Essa combinação, ajuda as bactérias boas a se desenvolverem no cólon, local onde se encontram inúmeras microorganismos que desempenham papéis importantes no nosso metabolismo e digestão;

5. Auxilia na perda de peso:

Legumes, frutas e verduras são mais baixos em calorias, do que a maioria dos alimentos processados. Por isso, invista nestes alimentos, faça as trocas necessárias (sempre com a orientação de um nutricionista) e descubra o gostinho especial de uma alimentação saudável.

Deixe os sabores pesados de molhos e gorduras para uma ocasião especial, se alimente melhor. O emagrecimento será consequência.

Escolha cuidar melhor da sua saúde. A alimentação saudável e balanceada fará bem para seu corpo e sua saúde mental. Que tal começar agora? A Liv Up te dá uma mãozinha: conheça os produtos nutritivos e saudáveis para te ajudar na rotina alimentar do dia a dia!

Você vai gostar de ver…

déficit calórico dos alimentos

Déficit calórico: como funciona a fórmula das calorias

Quem quer emagrecer certamente já esbarrou por aí no conceito de déficit calórico, até porque é impossível perder peso sem ele. Entender essa relação entre as calorias ingeridas e as

refeição cardápio para o dia a dia

Cardápio para o dia a dia: 20 receitas pra experimentar

Quando o assunto é alimentação saudável, um dos grandes desafios é elaborar um cardápio para o dia a dia que reúna refeições práticas, mas também saborosas. Afinal de contas, a

iogurte saudável com frutas

Iogurte saudável: como escolher o melhor

Saboroso, versátil e bem equilibrado, o iogurte saudável é uma opção queridinha na hora de montar um cardápio bacana. Vai bem com frutas, com granola, em molhos para saladas e

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.