5 tipos de autocuidado para uma vida mais leve e consciente

tipos de autocuidado

“Cuide de si mesmo”, “pratique autocuidado”, “mantenha uma rotina de autocuidado”. Provavelmente, nos últimos tempos, você deve ter ouvido muito uma dessas frases. A prática de diferentes tipos de autocuidado está ficando cada vez mais popular, mas ainda há ainda muitas dúvidas e até uma certa pressão para mantermos essas rotinas em dia.

Se quer entender um pouco melhor sobre o assunto de uma forma leve e descomplicada, confira abaixo as dicas que preparamos para você.

O que é autocuidado?

Muito mais do que acender velas, passar cremes e tomar um banho relaxante, autocuidado é um conjunto de atitudes voltadas para o cuidado de si mesmo. Ou seja, uma atenção dedicada a si para melhorar a sua qualidade de vida.

Um de seus principais aspectos é o reconhecimento das suas necessidades físicas, mentais, emocionais, sociais e espirituais. Só assim, você vai poder entender o que o seu corpo está pedindo.

O autocuidado é importante para todos, independentemente de gênero, idade ou posição social. As pessoas que mantêm a prática do autocuidado tendem a ser mais produtivas, eficientes e terem pensamentos positivos. Tudo isso porque cultivam um relacionamento com si próprias.

O que não é autocuidado?

Se o objetivo do autocuidado é olhar mais pra si, sem pressão, o autocuidado não deve ser uma obrigação. Não é algo que você deve ser forçado a fazer ou que deve pesar como mais uma exigência na sua lista de tarefas.

É sobre fazer algo que é bom para você e por você. Por isso, as rotinas de autocuidado tendem a ser bem individuais, variando conforme gostos e estilo de vida.

Quais os tipos de autocuidado?

Agora que você entendeu o que é e até o que não é esse conjunto de práticas, vamos te explicar a diferença entre os cinco principais tipos de autocuidado. Confira:

O que é autocuidado físico?

Como o próprio nome sugere, é o cuidado que dedicamos ao nosso corpo. Ele é o mais comum quando falamos sobre o tema. A maioria das pessoas quando pensam sobre o assunto já ligam a ideia de ir à academia, fazer um novo corte de cabelo, ou outras ações que refletem diretamente em nossa estética. 

Essas também são formas de cuidarmos de nós mesmos. Porém, muito além disso, o autocuidado físico reflete diretamente em nossa saúde e nossa autoestima. Um exemplo é ter uma alimentação saudável e balanceada, não pensando em perda de peso, mas sim no seu bem-estar a longo prazo. Cuidar do seu seu sono, investir em automassagem,  visitar o médico regularmente – tudo isso, são formas de autocuidado físico, cuidando de si de dentro pra fora.

alimentação é um dos tipos de autocuidado

O que é autocuidado emocional?

Como falamos desde o início, o autocuidado não se reduz a práticas estéticas ou preocupação apenas com o nosso corpo. Lembrar das suas emoções também é muito importante. Por isso precisamos nos conectar com nossas emoções para podermos aprender a lidar com momentos de tristeza, estresse e até de alegria.

Para se entender melhor com os sentimentos, você precisa dedicar um tempo a eles. Dessa forma, reserve um tempo para pensar e analisar as coisas que estão te chateando e te alegrando, assim conseguirá aceitar melhor suas emoções sem julgá-las.

Você também pode escrever um diário ou bullet journal, sem regras de dias e horários para escrever nele, mas que ele seja um espaço para se expressar honestamente. Se não gostar muito de escrever, ligue para um amigo ou alguém que confie para que possa se sentir ouvido.

Principalmente, não se culpe. Procure um terapeuta ou algum outro tipo de ajuda profissional. Muitas vezes não conseguimos resolver nossos problemas sozinhos, nem com a ajuda dos mais próximos e isso é normal. Um especialista saberá cuidar de você.

O que é autocuidado mental?

Apesar de ser muito parecido com o anterior, o autocuidado mental está também relacionado ao nosso cognitivo e ao conhecimento. Precisamos manter o nosso intelecto saudável, por isso é necessário exercitar a nossa mente.

Sendo assim, procure fazer coisas que goste, seja ver séries, ler livros, até aprender algo novo que você sempre quis – coisas que estimulem o seu cérebro. Tenha momentos de lazer e faça atividades que estimulem a sua criatividade.

Por fim, quebre a sua rotina. Nem sempre é possível sair dela, mas tente fazer coisas diferentes como aprender uma receita nova, conhecer caminhos diferentes do habitual ou até comece sua lista de tarefas na ordem inversa.

O que é autocuidado social?

Para mantermos o nosso bem-estar e saúde mental estáveis, precisamos nos relacionar, ter contato com outras pessoas que irão te apoiar.

Sendo assim, a dica é você manter relacionamentos saudáveis tanto amorosos quanto familiares e com amigos. Se rodeie de pessoas que te respeitem, te deem carinho, atenção, que confiem em você. Isso diz respeito tanto a se afastar de relacionamentos tóxicos quanto dedicar tempo de qualidade às pessoas que você gosta.

O que é autocuidado espiritual?

Há diversas maneiras de você exercitar sua espiritualidade. Entrar em contato com seu lado espiritual não significa ter uma religião, necessariamente. Nesse tipo de autocuidado, você exercita o equilíbrio dos seus sentimentos, mas com a diferença que aqui você irá alimentar as melhores emoções, chegando mais próximo da autoconfiança.

Encontrar o que é espiritualidade para você e como pode praticá-la pode ser de grande benefício para sua vida, pois te ajuda a encontrar momentos de paz e cultivar o amor próprio. Algumas ações que podem fazer parte da sua rotina são: meditação, mudança de comportamentos que considere como falhos, análise de seus valores e crenças, identificação do que é importante para você, participação em algum serviço social e fazer coisas que te inspiram, como cozinhar, conversar ou apreciar uma paisagem.

Insira os diferentes tipos de autocuidado na sua rotina

Agora que você já conhece os diferentes tipos de autocuidado, que tal encaixar rotinas de bem-estar no seu dia a dia? E se o assunto é uma vida mais leve e saudável, conte com a ajuda da Liv Up!

Você vai gostar de ver…

dormir depois do almoço

Dormir depois do almoço: entenda os impactos na sua saúde

Muita gente é fã de dormir depois do almoço, mas o fato que a famosa “siesta” levanta dúvidas. Afinal, o cochilo depois do almoço faz bem ou é apenas um

desidratação no calor

Desidratação: quais sintomas e como evitar esse problema

Verão, calor, dias bem quentes e…desidratação. A palavra pode parecer extrema, mas o fato é que, muitas vezes, o corpo perde mais líquido do que se consegue repor e com

melatonina

Melatonina e sono: benefícios e como tomar

Num mundo agitado, o sono se torna cada vez mais alvo de atenção. Apesar de repouso e descanso serem termos associados, o sono vai além – tendo um papel essencial

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.