Quais são as vitaminas mais importantes para nosso organismo?

Vitaminas para o Organismo

As vitaminas, em suma, são moléculas orgânicas fundamentais para o bom funcionamento do organismo. Elas atuam, principalmente, na execução de reações químicas dentro no nosso corpo, em diferentes sistemas e auxiliam nas respostas imunológicas.

O corpo recebe essas vitaminas através da alimentação, por administração exógena (injeção ou via oral) ou pela flora intestinal (algumas vitaminas podem ser produzidas nos intestinos pela ação da flora intestinal sobre restos alimentares). Para evitar a carência de vitaminas no organismo, é imprescindível uma dieta saudável e balanceada.

Assim, a falta dessas substâncias pode acarretar diversos problemas que vão desde alterações na pele, anemia, retardo no crescimento, a problemas neurológicos. A ingestão de diversos tipos de vitaminas é fundamental para quem busca melhorar a qualidade de vida.

Quais são os tipos de vitaminas?

Em síntese, as vitaminas podem ser divididas em dois grupos: as lipossolúveis e as hidrossolúveis.

Vitaminas lipossolúveis

São solúveis na presença de lipídios, ou seja, em gordura. No organismo, o local de armazenamento dessas vitaminas é variado. Por exemplo, as vitaminas A, D e K são armazenadas no fígado. Ao contrário da vitamina E, que é conservada no tecido gorduroso.

Vitaminas hidrossolúveis

Estas, por outro lado, são solúveis em água e absorvidas pelo intestino, e quando ingeridas em quantidades maiores do que o necessário, são eliminadas pela urina. São elas: do complexo B (B1, B2, B5, B6, B7, B9 e B12) e C.

Quais as vitaminas e suas funções?

Sabemos que é um consenso que as vitaminas são fundamentais para o bom funcionamento do organismo. Mas poucos sabem quais benefícios cada uma delas traz ao nosso corpo e quais problemas a falta delas pode acarretar. Por isso, vamos explicar qual a funcionalidade das vitaminas essenciais para nosso consumo, o que sua ausência resulta e onde podem ser encontradas.

Vitamina A

Primeiramente, ela possui uma função fundamental para o crescimento ósseo, aumento da imunidade e para o desenvolvimento e manutenção do tecido epitelial. Além disso, é importante para combater os radicais livres, prevenindo o envelhecimento celular. Sua deficiência, aliás, pode acarretar cegueira infantil.

São encontradas nas folhas verdes escuras, em alimentos de origem animal, e nos amarelo-alaranjados. Alguns alimentos ricos em vitamina A são: fígado, gema de ovo, cenoura, brócolis, espinafre, leite, rúcula e manga.

Vitaminas do complexo B

As vitaminas do Complexo B: B1, B2, B3, B5, B6, B7, B9 e B12 são responsáveis pelo bom funcionamento da nossa saúde mental e emocional e também atuam na transformação das proteínas, gorduras e carboidratos em energia.

Vitamina B1

Chamada de tiamina, possui um papel importante para o sistema circulatório e nervoso. Sua deficiência é relacionada à falta de apetite, à irritabilidade, a alterações na função cardíaca, à fraqueza e a anormalidades neurológicas.

São encontradas em alimentos como, por exemplo, berinjela, grãos cereais integrais, feijão, atum, nozes, carnes bovinas e de aves.

Vitamina B2

Conhecida como riboflavina, participa na função de estimular a produção sanguínea e manter o metabolismo adequado. Sua ausência pode causar feridas nos cantos da boca e dos lábios, inflamação da língua, nariz e virilha, vista cansada, aumento a sensibilidade à luz. Além de anemia e diminuição do crescimento.

São encontradas em vegetais folhosos, ovos, carne, semente de girassol, ervilha, e em maior quantidade em frutos do mar, leite e soja.

Vitamina B5

Também chamada de ácido pantoténico, ajuda no combate ao colesterol, artrite reumatoide e na cicatrização. Ela possui uma função importante para nossa disposição diária, atuando no metabolismo. Essa substância é responsável pela quebra dos carboidratos ingeridos, transformando-os em energia. Por fim, a falta de vitamina B5 pode resultar em insônia, sensação de ardência nos pés, câimbras nas pernas, fadiga, baixa produção de anticorpos e doenças neurológicas.

São facilmente encontradas em alimentos como abacate, queijos, fígado e farelo de trigo.

Vitamina B6

A piridoxina, como também é chamada, auxilia na prevenção da anemia, e produção de anticorpos e energia, a partir da quebra de proteínas em carboidratos. Sua deficiência causa dermatites, adormecimento e formigamento das mãos e dos pés, anemia, fissuras nos lábios, confusão mental e convulsões em crianças.

Pode ser encontrada em alimentos como abacate, batata, espinafre, frango, banana, alho.

Vitamina B7/B8

Conhecida como biotina, atua na ativação do metabolismo, hidratação e fortalecimento de unhas, pele e cabelos. Além de auxiliar no controle da glicemia em casos de diabetes tipo 2. A falta dela, aliás, pode causar calvície, furúnculos, dermatites, dores musculares, enjoos, fadiga e anemia.

É facilmente encontrada em cogumelos, espinafre, couve-flor, laranja, melão e leite.

Vitamina B9

Comumente conhecida como ácido fólico ou folacina, é responsável pela formação de proteínas e hemoglobinas. Além disso, é importante para o desenvolvimento fetal e formação do tubo neural. Sua ausência pode resultar em cefaleia, cansaço, insônia, anemia, dificuldade de memorização, falta de ar e distúrbios digestivos.

Ela está presente em vegetais de folhas verdes, cereais integrais, couve-flor, carnes e leguminosas.

Vitamina B12

A cobalamina auxilia na produção de sangue e manutenção da saúde do sistema nervoso. A deficiência dessa substância pode causar aftas, perda de apetite e de peso, dificuldade de concentração, falha na memória, alteração neurológica, fadiga e icterícia.

Ela se encontra em ovos, derivados do leite, atum e salmão.

Vitamina C

Uma das mais conhecidas, atua no combate de processos infecciosos no organismo, fortalece o sistema imunológico, ajuda a equilibrar todos os radicais livres e tem efeito antioxidante. Isso garante a resistência de ossos e dentes, além de regularizar a manutenção do tecido conjuntivo e facilitar a absorção de ferro. Ela também é fundamental para a produção de colágeno, que contribui para a elasticidade e resistência da pele, e saúde das unhas e cabelos.

A falta de Vitamina C pode ocasionar sangramento da gengiva, mau hálito e hemorragia. Além de aumentar a predisposição para gripe, bronquite e pneumonia.

Os vegetais e frutas cítricas são as principais fontes naturais de Vitamina C.

Vitamina D

Famosa por ser encontrada no sol, a vitamina D pode ajudar a controlar a pressão arterial, absorver o cálcio e o fósforo, proteger a massa óssea, regularizar a tireoide, além de combater tumores e problemas nos ossos. Sua ausência pode aumentar os riscos de câncer, osteoporose, problemas cardíacos e esclerose múltipla.

Ela é facilmente encontrada em carnes, peixes e frutos do mar, por exemplo. No entanto, a forma mais efetiva de consegui-la é tomando cerca de 10 a 15 minutos de sol algumas vezes por semana, preferencialmente antes das 10h e depois das 16h.

Vitamina E

A Vitamina E, por sua vez, desempenha uma função antioxidante, defendendo o organismo dos efeitos nocivos dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce das células. Assim, alguns dos seus principais benefícios estão relacionados à prevenção do envelhecimento, câncer e doenças cardiovasculares. Sua falta pode causar dificuldades visuais, catarata, mal de Alzheimer e de Parkinson.

Ela está presente nos grãos integrais, amêndoas, óleo de milho e de soja, nozes, gérmen de trigo e legumes.

Vitamina K

A vitamina K está envolvida na coagulação do sangue e aumento da fixação de cálcio nos ossos. Sua deficiência acarreta em ferimentos e sangramento excessivo.

Alimentos como espinafre, couve-flor, alface, brócolis e cenoura são ricos em vitamina K.

A ausência de vitaminas, ou avitaminose, pode ser consequência de uma má alimentação ou má absorção dos nutrientes pelo organismo. Sua melhor forma de consumo é seguindo as orientações médicas ou de uma nutricionista. Por isso, o indicado é que sua ingestão seja feita durante as refeições, baseada em uma dieta saudável e balanceada. Assim, você garante o bom funcionamento do seu organismo e seu bem-estar.

Já conhece nosso cardápio de pratos saudáveis? Nele você encontra opções para uma alimentação saudável, com variedade de sabores e nutrientes.

Você vai gostar de ver…

déficit calórico dos alimentos

Déficit calórico: como funciona a fórmula das calorias

Quem quer emagrecer certamente já esbarrou por aí no conceito de déficit calórico, até porque é impossível perder peso sem ele. Entender essa relação entre as calorias ingeridas e as

refeição cardápio para o dia a dia

Cardápio para o dia a dia: 20 receitas pra experimentar

Quando o assunto é alimentação saudável, um dos grandes desafios é elaborar um cardápio para o dia a dia que reúna refeições práticas, mas também saborosas. Afinal de contas, a

iogurte saudável com frutas

Iogurte saudável: como escolher o melhor

Saboroso, versátil e bem equilibrado, o iogurte saudável é uma opção queridinha na hora de montar um cardápio bacana. Vai bem com frutas, com granola, em molhos para saladas e

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.