Óleo de coco: benefícios e propriedades do alimento

óleo de coco

O óleo de coco se tornou popular entre os amantes da comida saudável nos últimos anos. Ele é um alimento funcional, extraído da fruta coco. Existem dois tipos: o refinado e o extravirgem. O refinado é feito a partir do coco seco, e o extravirgem é a partir do coco fresco.

O óleo de coco, em suma, tem várias utilizações, inclusive ultrapassando a barreira da culinária. Ele é considerado um aliado da beleza, ajudando na hidratação dos cabelos e da pele.

Óleo de coco:

Os nutricionistas apontam o óleo de coco como um alimento versátil. Isso porque combina com qualquer alimento, não há contraindicação e também é indicado para a hidratação dos cabelos e pele.

Substitui outros tipos de óleo de cozinha

O óleo de coco pode ser uma opção para cozinhar, assim como os outros óleos de cozinha. Assim, pode ser usado em diversas receitas, dando um sabor diferenciado aos alimentos, como a abóbora com óleo de coco e outros pratos da Liv Up.

Composição nutricional

O óleo de coco é composto, quase em sua totalidade (92%), por ácidos graxos saturados, ou seja, seu consumo exagerado pode estar relacionado com aumento das concentrações plasmáticas de colesterol total e LDLc (colesterol ruim), comparado ao consumo de outras gorduras como óleo de oliva, segundo alguns estudos e a próprio posicionamento da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC).

Além disso, estudos mostrando elevação das concentrações de HDL (colesterol bom) com consumo de coco mostraram aumento concomitante de LDLc, o qual, já sabemos, eleva o risco de doenças cardiovasculares.

Além disso, o excesso desse tipo de gordura pode aumentar a inflamação, principal gatilho para uma série de doenças como diabetes, câncer, obesidade, doenças cardiovasculares e doenças intestinais, por exemplo.

Segundo o posicionamento da SBC, “com relação às propriedades antioxidantes atribuídas aos polifenóis presentes no óleo de coco virgem, os estudos são ainda preliminares, realizados, em sua maioria, em animais experimentais, não podendo ser traduzidos para humano”.

Portanto, o seu consumo, assim como de outros óleos vegetais, não deve ser incentivado. O ideal é consumir menos de 7% de gordura saturada no dia, seja ela proveniente dessa ou de outras fontes.

Vale lembrar, por fim, que seu consumo deve estar aliado a uma dieta balanceada, juntamente com a prática de exercícios físicos.

Dá brilho aos cabelos e à pele

Estudos mostram que o óleo de coco melhora a elasticidade da pele e dá brilho aos cabelos. Além disso, seus antioxidantes parecem ajudar no combate dos radicais livres, que causam o envelhecimento precoce;

Pode ajudar na prisão de ventre

Alimentos gordurosos auxiliam na digestão, já que a gordura se mistura ao bolo alimentar e às fezes, auxiliando sua passagem pelo sistema digestivo.

Como fazer óleo de coco

O óleo de coco é encontrado facilmente nos supermercados. Mas você também pode prepará-lo em casa. Veja o passo a passo, é simples:

Ingredientes:

3 copos de água de coco
2 cocos de casca marrom cortados em pedaços pequenos

Modo de fazer:

Bata tudo no liquidificador. Depois, coe a mistura e coloque a parte líquida numa garrafa por 48h, em ambiente escuro. Após isso, deixe a garrafa em ambiente fresco, sem luz, por mais 6h.

Depois desse tempo, a garrafa deve ser colocada na geladeira, em pé, por mais 3 horas. O óleo de coco vai se solidificar, então a dica é cortar a garrafa plástica onde houver a separação da água com o óleo, aproveitando somente o óleo, que deve ser transferido para outro recipiente com tampa.

Quando ele estiver líquido, estará pronto para ser usado. Não precisa ser guardado na geladeira e tem prazo de validade de 2 anos.

O óleo de coco pode ser mais um alimento interessante para variar a sua alimentação e fonte de gordura. Não é à toa que aqui na Liv Up ele é usado em diversos pratos.

Você vai gostar de ver…

o que comer no calor

Dias quentes: o que comer no calor?

Em meio a dias quentes de verão ou climas tropicais, o corpo precisa passar por adaptações. O calor intenso pode desafiar nosso organismo a manter a temperatura interna estável, isso

coca refrigerante sem açúcar faz mal

Nutri responde: refrigerante sem açúcar faz mal?

Quando o assunto são os alimentos que devemos evitar na rotina, muito se fala do sorvete, do macarrão instantâneo e, é claro, dos refrigerantes – em geral, os alimentos industrializados.

cúrcuma benefícios shot

Cúrcuma e benefícios: vale a pena tomar em cápsula?

Você conhece a cúrcuma? Um tempero natural com diversos benefícios científicos comprovados. Não é à toa que vira e mexe ela ganha os holofotes, seja no famoso shot ou mais

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.