Nutri responde: é possível secar sem dieta?

como secar sem dieta

Eis uma dúvida bem comum para quem busca perder gordura: é possível atingir os objetivos de emagrecimento sem embarcar em restrições alimentares? Pode parecer mentira, mas existem diferentes táticas e abordagens para o processo de emagrecimento, onde o foco está em estratégias saudáveis e focadas no longo prazo. A seguir vamos te provar que é possível secar sem dieta

E para isso, convidamos o nutricionista e profissional de educação física Fabrício Degrandis. Bora lá?

É possível secar sem dieta?

Sim, é possível buscar uma redução de gordura corporal sem seguir uma dieta rigorosa no sentido tradicional. O termo “secar” pode ter interpretações diferentes, desde uma abordagem de emagrecimento natural até a perspectiva de atletas que buscam diminuir seu percentual de gordura para fins esportivos, como o caso dos bodybuilders.

Embora não seja obrigatório adotar uma dieta convencional, a alimentação desempenha um papel crucial. “É possível sim de certa forma diminuir expressivamente as quantidades de gordura corporal sem um plano dietético, porém definitivamente será menos impactante. Uma das formas de aumentar o seu gasto energético chegando a um balanço energético negativo sem dieta é através do exercício”, reforça o nutricionista Fabrício.

Em termos gerais, o que faz alguém perder peso ou “secar” é o famoso déficit calórico. “Digamos que você gaste aproximadamente 2500 Calorias por dia, para impor uma deficiência energética de 500 calorias com o objetivo de emagrecer sem dieta. Nesse caso adicionar exercícios diários que gastem cerca de 500 calorias, em teoria, já colabora com isso.”, detalha Fabrício.

exercícios para secar sem dieta

Exercícios e alimentação

O nutricionista ressalta que, nesse caso, existem dois grandes problemas: primeiramente, o exercício físico, de maneira geral, não tem uma capacidade tão aumentada de gastar energia. Nesse exemplo de 500 calorias, elas poderiam ser gastas por meio de uma corrida mais longa, o que normalmente seria bem mais ‘’desagradável’’ do que simplesmente retirar 500 kcal da dieta ou então dividir esse déficit calórico entre a atividade física e a alimentação saudável.

O segundo ponto destacado pelo nutri é que, a partir do momento que não existe um plano dietético, haverá maior tendência de você ter deficiências nutricionais ou fazer escolhas erradas para o seu objetivo.

Por isso, optar por escolhas nutritivas é a melhor escolha. Assim, você tem energia e ainda cuida do seu corpo de dentro pra fora. Priorize frutas, vegetais, proteínas magras e grãos integrais. Limite alimentos processados. Tudo isso ajuda a chegar no tão desejado déficit calórico, que é o responsável pela queima de gordura e a perda de peso no fim das contas. 

Lembre-se, seu corpo precisa manter o funcionamento em dia! O ideal mesmo é consultar um profissional de saúde ou nutricionista para criar um plano personalizado, feito especialmente para suas necessidades e objetivos. 

Como funciona um emagrecimento saudável?

Emagrecer de maneira saudável envolve diversos fatores que trabalham juntos para alcançar resultados sustentáveis. Vamos entender alguns desses elementos:

Alimentação balanceada

Comer de maneira equilibrada é o primeiro passo. Isso inclui uma variedade de alimentos, como frutas, vegetais, proteínas magras e grãos integrais. Evitar exageros e focar nas porções adequadas é fundamental. Antes de pensar somente em calorias, comece pela qualidade alimentar.

Descanso adequado

Descanso é fundamental! Garantir uma boa noite de sono é essencial para alcançar seus objetivos de emagrecimento. Um descanso adequado contribui para equilibrar os hormônios ligados à fome e ao metabolismo. Aliás, dormir mal pode gerar uma fome excessiva no dia seguinte para compensar a falta de energia. 

Exercícios físicos regulares

secar sem dieta exercício aerobico

Atividades físicas ajudam a queimar calorias, fortalecer músculos e melhorar o condicionamento. Não precisa ser algo extremo; até mesmo caminhadas regulares já fazem diferença.

Gestão do estresse

O estresse pode levar a escolhas alimentares inadequadas. Encontrar maneiras de gerenciar o estresse, como através da meditação ou hobbies relaxantes, é importante.

Mudanças graduais

Evite dietas extremas. Mudanças graduais na alimentação e no estilo de vida são mais sustentáveis a longo prazo. Estabeleça metas realistas e celebre pequenas conquistas ao longo do caminho.

Acompanhamento profissional

Consultar um profissional de saúde ou um nutricionista pode fornecer orientações personalizadas. Cada pessoa é única, e um plano de emagrecimento deve levar em conta características individuais. Além disso, com acompanhamento, você fica de olho em fatores super importantes, como a sua glicemia, a saúde do coração, entre outros medidores de saúde.

Não esqueça: emagrecer com saúde vai além da balança. Cultivar hábitos positivos e duradouros é a receita para atingir e manter um peso saudável sem loucuras, fome ou dietas da moda. 

Como secar sem perder massa muscular?

Secar sem perder massa muscular envolve um equilíbrio delicado entre a queima de gordura e a preservação dos músculos. Aqui estão algumas dicas simples para alcançar esse objetivo:

Exercícios de força

Segundo o nutri Fabrício, esse é um ponto inegociável. “Você precisa fazer treinamento de força, como a musculação, pois essa será a forma de estimular a síntese de proteínas durante o processo de hipertrofia, atenuando a perda de massa magra.”, ressalta. Dessa forma, praticar exercícios de resistência, como levantamento de peso, é fundamental. Isso estimula os músculos e ajuda a manter a massa muscular durante o processo de emagrecimento. Aliás, você sabia que músculos consomem mais calorias no seu corpo simplesmente pelo fato de existirem? Resumindo, um corpo mais musculoso consome mais calorias naturalmente. 

Cardio inteligente

Exercícios cardio inteligentes, como corrida ou ciclismo, são ótimos para queimar calorias. No entanto, é igualmente importante incorporar atividades de fortalecimento para um equilíbrio completo e ter uma alimentação estratégica, como o caso do cutting.  

Proteína na dieta

secar sem dieta alimentação

Garantir uma ingestão adequada de proteína é crucial para preservar a massa muscular e ter uma sensação de saciedade. Alimentos como carnes magras, ovos, laticínios e legumes ricos em proteína podem ajudar nesse aspecto.

Controle calórico moderado

Reduzir as calorias para promover a perda de gordura é necessário, mas é importante não cortar excessivamente. Um déficit calórico moderado é mais propenso a preservar a massa muscular, sem correr o risco de um efeito sanfona ou desenvolvimento de problemas metabólicos. E tem dica do nutri para isso: “a melhor estratégia é você limitar a sua perda para no máximo 1% do seu peso corporal total por semana, ou seja: se você pesa 100 kg, procure não perder mais que 1 kg por semana”.

5 conselhos de nutri pra secar sem dieta

Se tem como perder gordura sem extremismo no prato, o que mais podemos fazer para ajudar a secar? A boa notícia é que o nutricionista Fabrício traz 5 dicas super executáveis, mas que requerem comprometimento e constância, anota aí! 

Exercícios combinados

Não é preciso se tornar um atleta de elite. Encontre maneiras simples de incorporar atividades físicas à sua rotina diária, principalmente combinar a musculação com exercícios aeróbios ou fazer um cross training. Lembre-se: o exercício não só queima calorias, mas também melhora o humor e a saúde geral.

Mantenha um sono adequado

O sono desempenha um papel vital na regulação do apetite e do metabolismo. Certifique-se de ter uma boa qualidade de sono, dormindo entre 7 e 9 horas por noite. A privação de sono pode levar a desequilíbrios hormonais que aumentam o apetite, tornando mais difícil resistir a tentações alimentares.

Faça escolhas alimentares inteligentes

secar sem dieta alimentos

Em vez de se privar de alimentos, concentre-se em fazer escolhas mais saudáveis. Opte por alimentos ricos em fibras, como vegetais, frutas e grãos integrais. O básico que funciona! Além disso, uma boa estratégia é caprichar nas fibras e proteínas, que ajudam a garantir a sensação de saciedade, sem contar no potencial nutritivo. 

O melhor exercício é aquele que você faz

O nutricionista dá a dica de ouro: “além dos exercícios serem imprescindíveis, procure por atividades que acima de qualquer coisa você goste de fazer, mantendo assim uma boa adesão”. 

Acompanhe sua evolução

Pese-se semanalmente e acompanhe seu progresso. A melhor ideia são as fotos, pois são motivantes e te darão uma real ideia da evolução. Além disso, é bacana acompanhar outros indicadores de saúde, como a porcentagem de gordura corporal ou a porcentagem de massa magra.

Dica bônus

Inicie o dia consumindo um copo considerável de água. A hidratação adequada é essencial para o funcionamento eficaz do corpo e pode contribuir para a gestão do apetite. A confusão entre sede e fome pode resultar em excessos alimentares.

Também não é necessário eliminar seus pratos favoritos, mas controlar as porções pode fazer uma grande diferença. Use pratos menores para enganar visualmente seu cérebro e sirva-se quantidades moderadas. Comer devagar também ajuda a reconhecer a sensação de saciedade. Por isso, evite distrações na hora de comer, como as telas, por exemplo. 

É importante lembrar que um estilo de vida saudável não exige privações, muito menos colocar sua saúde em risco, viu? O segredo está em fazer escolhas conscientes e estratégicas. Pequenas mudanças viram hábitos ao longo do tempo, construindo uma jornada sustentável em direção aos seus objetivos de bem-estar. 

E, para isso, você pode contar com a Liv Up! Em nosso site ou app, você encontra tudinho pra levar um vida bem equilibrada e sem neuras: de pratos completos às marmitinhas da semana. Tudo feito com ingredientes naturais em receitas de dar água na boca. Vem experimentar!


fabrício degrandis nutricionista

Fabrício Degrandis

Pesquisador no Laboratório de Fisiologia Cardiovascular da UFPel (LAFICARDIO). Mestre em Nutrição e Alimentos pela UFPel. Doutorando em Nutrição e Alimentos pela UFPel. Formado em educação física pela UFPel e nutrição pela UFPel. Possuo duas pós-graduações na área de nutrição e exercício físico. Atua como nutricionista clínico e investiga os efeitos da Restrição Calórica em doenças, principalmente cardiovasculares.

Você vai gostar de ver…

como tomar suplementos

Guia dos Suplementos: do whey a creatina e BCAA

No universo da busca por uma vida saudável e equilibrada, o uso de suplementos existe como um aliado valioso, abrindo as portas para melhores resultados e um cuidado mais aprofundado

dicas para dias quentes

Almoço para dias quentes: experimente 20 receitas leves

Nos dias quentes do verão, é fácil se deixar seduzir pelas opções refrescantes que surgem: das bebidinhas geladas ao seu sorvete favorito. Porém, a importância de manter uma alimentação saudável

como usar bicarbonato na musculação

Nutri responde: bicarbonato na musculação faz diferença?

Já pensou se o bicarbonato pode ser o segredo para turbinar seus resultados? Vamos desvendar essa questão agora! Acompanhe com a Liv Up e o nutricionista Fabrício Degrandis e descubra

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.