Tipos de nhoque: escolha seu favorito

tipos de nhoque

O nhoque, ou no italiano original, gnocchi, é um dos mais famosos pratos da culinária italiana. Apesar da origem misteriosa, estima-se que essa massa foi criada ainda na idade média, no norte da Itália, e era chamado de maccheroni. Hoje, diversos tipos de nhoque fazem parte da cozinha brasileira, desde o mais tradicional, feito de batata, até versões menos calóricas e fitness, como o nhoque de abóbora.

Quer saber mais sobre esse prato tão antigo? Então, continue lendo!

A lenda do nhoque

Apesar de não ser possível afirmar quando exatamente o nhoque surgiu, sabe-se que foi na cozinha dos italianos mais pobres. No início, a massa era feita de uma mistura de pão, água e farinha. Só a partir do século XVIII é que a batata foi então introduzida na receita, quando chegou à Europa.

Há uma lenda que diz que o nhoque é um prato que traz boa sorte à quem o come. Isso porque, em um certo dia 29 do século III, São Pantaleão bateu na porta de uma humilde residência e pediu comida ao anfitrião da casa. Mesmo muito pobre, o velho senhor dividiu a refeição da família com o santo, e cada um recebeu sete bolinhas de nhoque. Após a partida de São Pantaleão, a família encontrou moedas de ouro embaixo dos pratos.

Ainda hoje, em alguns lugares da Itália, e até do Brasil, o nhoque da fortuna, servidos dia 29 de cada mês, é uma tradição seguida pelos mais supersticiosos e amantes da culinária italiana.

Como os tipos de nhoque são feitos?

Cada tipo de nhoque leva ingredientes diferentes, mas a base de todas as receitas são apenas dois: farinha e sal. Isso não quer dizer que outros itens não possam ser utilizados. Se você for vegetariano, vegano ou alérgico, fique atento à composição.

A massa é enrolada até formar um cilindro, e então, cortada em pequenos pedaços e colocada para cozinhar em água fervendo. Quando os nhoques começam a boiar na panela, quer dizer que estão prontos.

Além do mais tradicional, feito de batata, outros tipos de nhoque já garantiram lugar na mesa brasileira. Conheça alguns:

Nhoque de Mandioca

Nessa receita, a batata dá lugar à mandioca, que deixa a massa com textura mais densa e consistente. O nhoque de mandioca é uma ótima opção de almoço ou refeição pré-treino, já que tem alto teor de carboidrato, responsável por produzir energia para o corpo.

Nhoque de Abóbora

O nhoque de abóbora é ideal para quem procura algo saboroso e, ao mesmo tempo, menos calórico. Em algumas receitas, é possível até trocar a farinha por farelo de aveia, deixando o prato ainda mais leve e saudável. 

Além disso, a abóbora é rica em ferro, zinco e fibras, deixando a refeição completa.

Nhoque de Batata-Doce

Esse tipo de nhoque, aliás, costuma ser o preferido de quem frequenta a academia e está sempre de olho na tabela nutricional. A batata-doce é rica em vitaminas do complexo A e B, ferro, cálcio, magnésio e potássio. Considerada um carboidrato saudável, aquele que não aumenta o nível de açúcar no sangue, a batata-doce ajuda na recuperação muscular e no emagrecimento saudável, além disso é rica em fibras, o que contribui para a sensação de saciedade.

Um prato fácil e versátil 

O nhoque é, em suma, uma refeição completa e extremamente versátil. Além dos vários tipos de massa, é possível combinar diversos molhos e acompanhamentos para variar a receita.

Independente do tipo de nhoque, a massa pode ser congelada tanto crua quanto cozida. Quando já está cozida, sem molho, pode ficar na geladeira por até três dias sem perder o sabor. Se o prato já estiver montado com molho, queijo e outros ingredientes, o ideal é observar a comportamento de cada produto na geladeira, preferindo não ultrapassar os três dias.

No freezer, é possível manter o nhoque congelado por até dois meses. Nesses casos, o indicado é congelar o molho separadamente.

Por fim, se o nhoque for industrializado, leia as instruções de descongelamento e preparo. Massas frescas podem ser descongeladas diretamente na panela. 

Com tantos tipos de nhoque, fica difícil escolher só um, não é mesmo? Aproveite para conhecer as opções de massas da Liv Up

Você vai gostar de ver…

déficit calórico dos alimentos

Déficit calórico: como funciona a fórmula das calorias

Quem quer emagrecer certamente já esbarrou por aí no conceito de déficit calórico, até porque é impossível perder peso sem ele. Entender essa relação entre as calorias ingeridas e as

refeição cardápio para o dia a dia

Cardápio para o dia a dia: 20 receitas pra experimentar

Quando o assunto é alimentação saudável, um dos grandes desafios é elaborar um cardápio para o dia a dia que reúna refeições práticas, mas também saborosas. Afinal de contas, a

iogurte saudável com frutas

Iogurte saudável: como escolher o melhor

Saboroso, versátil e bem equilibrado, o iogurte saudável é uma opção queridinha na hora de montar um cardápio bacana. Vai bem com frutas, com granola, em molhos para saladas e

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.