Xilitol faz mal? Saiba mais sobre esse adoçante natural

xilitol no café

A preferência pelo sabor doce é muito comum entre os brasileiros, no entanto, sabemos dos malefícios que o consumo exagerado de açúcar pode trazer à saúde. Que tal conhecer uma alternativa mais saudável sem perder o sabor? Vem descobrir se o adoçante natural xilitol faz mal (ou não!). 

O que são os adoçantes naturais?

Os adoçantes naturais são obtidos através do extrato de plantas, frutas ou até de legumes, como milho ou cogumelos. Assim, esses adoçantes não passam por nenhum tipo de reação química e não tem impacto direto na nossa saúde. Por isso, diferente dos adoçantes artificiais, estudos científicos mostram que os adoçantes naturais, quando consumidos de maneira equilibrada, não prejudicam a saúde e o bem-estar, nem mesmo a longo prazo. Além disso, podem também ser um bom aliado para quem busca reduzir o açúcar para fins estéticos.

Muitos adoçantes naturais já são conhecidos e encontrados em diversos produtos industrializados, entre eles destacam-se: eritritol, stévia, maltitol, sorbitol e o assunto da vez: o xilitol.

O que é xilitol? É saudável?

A verdade sobre o xilitol é que ele é um adoçante natural que pode ser utilizado pra substituir o açúcar, afinal, apresenta o mesmo poder adoçante da sacarose, produto que conhecemos como “açúcar de mesa”. Contudo, contém cerca de 40% menos calorias do que este, sendo uma excelente alternativa para adoçar com sabor e mais saúde.

Ainda, o xilitol apresenta 2,4 calorias em cada grama, ou seja, a metade do valor calórico do açúcar tradicional. Além disso, possui baixo índice glicêmico, o que auxilia na absorção controlada de açúcar no sangue, evitando picos de glicemia.

Como é produzido?

Por ser um adoçante natural, o xilitol é produzido a partir das fibras de alguns vegetais como o milho e de algumas frutas vermelhas como a ameixa e a framboesa, por exemplo. O xilitol torna-se um pó branco e cristalino, sem cheiro, mas com ótimo poder dulçor.

Principais dúvidas sobre o xilitol

É normal surgirem dúvidas sobre o consumo de um alimento específico. Então para não ficar com interrogações na cabeça, dá uma olhada em tudo que você precisa saber sobre o adoçante natural xilitol!

Xilitol engorda

Mito. Nenhum alimento ou produto alimentício sozinho é capaz de nos fazer “engordar” ou “emagrecer”. O que vale é o nosso padrão alimentar, ou seja, o conjunto das nossas escolhas alimentares.

O xilitol possui um valor calórico e seu uso abusivo pode ser gerar impacto no peso, mas com controle, ele ajuda muito nesse manejo e ser uma ótima opção. É uma escolha inteligente pra saúde e controle de peso, contanto que seja dosada e feita de maneira adequada.

Tem um gosto amargo

Mito. Como já citamos por aqui, o xilitol apresenta um poder de dulçor igual ao do açúcar. E, além disso, ainda produz um efeito refrescante na boca. Inclusive, é um dos adoçantes mais aceitáveis e toleráveis graças a seu sabor agradável e semelhante ao açúcar.

Xilitol não causa cáries

Verdade. O xilitol é super importante para a saúde da boca. Isso porque não é fermentado pelos micro-organismos da flora bucal. Assim, esse adoçante natural tem efeito positivo na remineralização dos dentes e na prevenção de cáries dentárias.

Motivos para consumir xilitol

Estudos científicos recentes têm demonstrado que o xilitol pode ter efeitos positivos sobre o organismo. Saiba um pouco mais:

  • Apresenta efeitos positivos no controle e prevenção da diabetes, graças ao controle dos picos glicêmicos;
  • É importante para o sistema de defesa do corpo, principalmente infecções de garganta, nariz e ouvido, ou seja, melhora a imunidade;
  • Ajuda na diminuição do aparecimento de cáries e do sangramento de gengivas. É muito benéfico pra higiene bucal;
  • Auxilia na melhora da energia física e mental, já que não tem aquele mesmo impacto que o açúcar, que causa um “efeito rebote” na nossa energia

É bom saber:

O xilitol é um poliol (álcool de açúcar), que tendem a aumentar a quantidade de água no intestino e com isso gerar uma fermentação. É por isso que algumas pessoas sentem desconforto ao utilizar este adoçante. Reações comuns são distensão abdominal, gases ou diarreia, por isso vale checar a sua sensibilidade e como você reage a este adoçante.

Como usar o Xilitol?

O xilitol serve tanto em preparações frias (adoçando sucos e sobremesas, por exemplo), quanto em preparações quentes (adoçando cafés, chás e até mesmo como ingrediente de receitas de bolos e tortas).

Por fim, mesmo que o xilitol não faça mal, é importante lembrar que nenhum adoçante (artificial ou natural) deve ter um alto consumo. A dose segura para o consumo do xilitol é de no máximo 60g por dia, sendo que o excesso pode ter efeito laxativo.

E mais importante ainda: lembre-se de não habituar o seu paladar ao sabor doce e aos poucos ir tirando isso da sua rotina.

Referências bibliográficas

Revista Food Ingredientes. Dossiê: Edulcorantes. n. 24, 2013.

Mussatto SI, Roberto IC. Xilitol: edulcorante com efeitos benéficos para a saúde humana. Braz J Pharm Sci 38:401–413; 2002.


vitoria falcão nutricionista

Vitoria Falcão

Nutricionista pós-graduada em bioquímica clínica e nutrição esportiva, aprimorada em transtornos alimentares e especializada em dietoterapia chinesa, nutrição ayurvedica, alimentação vegetariana e vegana e alinhamento energético.

Você vai gostar de ver…

déficit calórico dos alimentos

Déficit calórico: como funciona a fórmula das calorias

Quem quer emagrecer certamente já esbarrou por aí no conceito de déficit calórico, até porque é impossível perder peso sem ele. Entender essa relação entre as calorias ingeridas e as

refeição cardápio para o dia a dia

Cardápio para o dia a dia: 20 receitas pra experimentar

Quando o assunto é alimentação saudável, um dos grandes desafios é elaborar um cardápio para o dia a dia que reúna refeições práticas, mas também saborosas. Afinal de contas, a

iogurte saudável com frutas

Iogurte saudável: como escolher o melhor

Saboroso, versátil e bem equilibrado, o iogurte saudável é uma opção queridinha na hora de montar um cardápio bacana. Vai bem com frutas, com granola, em molhos para saladas e

Permissão de cookies

Coletamos informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para melhorar o funcionamento das páginas, mensurar a audiência e oferecer uma melhor experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.