Mudando sua alimentação

Alimentação sem lactose: como fazer e quais alimentos usar?

janeiro 10, 2019
Muito se fala sobre os benefícios de reduzir a ingestão da lactose na alimentação. Embora as evidências científicas não tenham ainda chegado a um consenso, muitas pessoas se sentem melhor quando apostam em alimentos sem lactose.
Além dos veganos, que não ingerem alimentos de origem animal, há também as pessoas que não produzem a enzima que digere a lactose, problema conhecido como “intolerância à lactose”. Estima-se que aproximadamente 75% da população mundial perca em algum grau a capacidade de digerir bem esse alimento.
Neste post vamos explicar qual é a diferença entre intolerância à lactose e alergia ao leite. Também vamos apresentar os benefícios e possibilidades para quem elimina esse carboidrato da alimentação por livre escolha ou por motivos de saúde. Acompanhe!

O que é intolerância à lactose?

Em primeiro lugar, é importante não confundir intolerância à lactose com alergia ao leite. Enquanto a primeira se dá pela alteração do metabolismo da lactose (açúcar natural encontrado no leite de vaca), a segunda é resultado de uma reação do sistema imunológico às proteínas do alimento, como  a caseína e a lactoalbumina.
Isso significa que na intolerância à lactose não ocorre a digestão adequada do açúcar por deficiência parcial ou absoluta da enzima β-galactosidase. A severidade do problema depende da quantidade dessa enzima que o organismo produz. Na alergia, por outro lado, as proteínas do leite são reconhecidas pelo organismo como uma ameaça, o que desencadeia uma reação alérgica como forma de proteção.
Vale ressaltar que os sintomas da intolerância tendem a se concentrar no sistema gastrointestinal, enquanto os da alergia acometem também a pele, os olhos, os lábios e o sistema respiratório.

Como descobrir se tenho intolerância à lactose?

A deficiência da enzima responsável por quebrar a lactose faz com que esse carboidrato chegue ainda inalterado ao intestino grosso, onde ele será fermentado por bactérias que produzem ácido lático e gases. Por isso, os principais sintomas da intolerância à lactose são dores abdominais, diarreias, náuseas e flatulência.
Parte desses gases acaba sendo expirada pelo pulmão. Por isso, o teste padrão-ouro para investigar a intolerância mede o hidrogênio respiratório. O aumento da produção de hidrogênio depois da ingestão de lactose pode indicar algum grau de má absorção.
Existem também testes orais que medem a curva de glicemia após a ingestão de lactose. Espera-se que indivíduos capazes de quebrar esse carboidrato em açúcar apresentem um aumento da glicose no sangue.
Se você desconfia de alguma alteração no organismo, experimente passar uma temporada comendo apenas alimentos sem lactose e observe se os sintomas gastrointestinais cessam. É sempre recomendado procurar assistência médica para um teste clínico.

Por que algumas pessoas optam por esse tipo de alimentação?

Existem diversos motivos pelos quais você pode optar por uma alimentação livre de lactose. Alguns indivíduos eliminam esse açúcar devido à intolerância, outros porque são veganos e não consomem produtos lácteos. Há também quem nunca foi diagnosticado com qualquer distúrbio e simplesmente sente o intestino funcionar melhor e a disposição melhorar quando tira a lactose do cardápio.
Estudos experimentais em animais indicam que uma alta ingestão de leite realmente pode ocasionar efeitos indesejáveis. Isso porque o alimento é rico em D-galactose, um subproduto da lactose. Essa molécula parece induzir mudanças similares às do envelhecimento natural, incluindo inflamação crônica, estresse oxidativo, redução da resposta imune e alteração na transcrição de genes.
Apesar de ainda serem fracas as evidências científicas, outros estudos também avaliaram a associação entre a ingestão de leite e a maior incidência de acne e a maior produção de muco nas vias respiratórias.

Quais alimentos consumir em uma refeição sem lactose?

Se você precisa ou optou por um estilo de vida sem lactose, é importante remover do cardápio todos os derivados do leite. Isso inclui iogurtes, queijos, manteiga, chocolate, sorvete, biscoitos recheados ou qualquer receita que leve um desses ingredientes como base. Verifique também a composição de adoçantes em pó e medicamentos, pois esses produtos também podem conter lactose.
Existe uma série de opções de leite vegetais excelentes para substituir o leite de vaca. Entre elas estão os leites de amêndoas, de arroz, de soja, de aveia, de inhame e de castanha do caju.
Quanto aos produtos industrializados sem lactose, muitos deles se anunciam como livres do açúcar, mas são aditivados com a lactase. Essa enzima é responsável por evitar os efeitos indesejáveis no organismo.
Quanto à substituição de nutrientes, é normal a preocupação com relação ao cálcio. Mas é possível ingerir o aporte necessário desse nutriente por meio de hortaliças como brócolis, couve-flor e repolho. Alimentos como grão-de-bico e amêndoas também são ótimas opções.
Lembre-se que é sempre recomendável fazer um acompanhamento nutricional com especialista, já que os alimentos sem lactose contêm uma quantidade menor de cálcio biodisponível. Por isso, o nutricionista pode ajudá-lo a equilibrar o cardápio sem deixar passar nenhum nutriente na substituição da lactose.

Como a Liv Up pode ajudar a ter uma alimentação mais prática e sem lactose?

Agora você já sabe que eliminar a lactose do cardápio pode ser um pouco trabalhoso, principalmente em uma rotina muito corrida. A proposta da Liv Up é criar soluções práticas para todos que desejam se alimentar com ingredientes naturais, de qualidade e sem conservantes, incluindo aqueles que não comem lactose.
Nossos pratos sem lactose são tão saborosos quanto aqueles contendo derivados do leite. Isso porque preparamos frangos, peixes e strogonoff com creme de leite sem lactose, além de outros molhos como o do camarão ao leite de coco. As opções de lanches seguem a mesma proposta de praticidade e saúde. Algumas das opções são a panqueca de aveia, o bolinho de banana e o bolo de cenoura, preparado com chocolate sem lactose e leite de coco.
Para conhecer todas as opções de alimentos sem lactose e outros tipos de refeições, como as sem glúten, vegetarianas ou low carb, visite o site da Liv Up. Você vai descobrir que ser saudável pode ser prático e gostoso!
 

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up