Mudando sua rotina

Sopas frias: adapte as receitas e continue consumindo após o inverno

setembro 30, 2019

Quando pensamos em sopa, logo nos vêm à mente as receitas deliciosas para esquentar os dias de inverno, não é mesmo? Contudo, não é bem assim. Essa tradicional iguaria gastronômica também se insere perfeitamente nos dias quentes, sendo um convite para refeições com alimentos naturais, suaves, de poucas calorias e muito frescor.

Versáteis, ainda são nutritivas e de fácil digestão. O melhor de tudo isso é que, para algumas receitas, basta escolher uma combinação com frutas, hortaliças ou legumes e saborear. Do clássico gaspacho, que tem como ingrediente principal o tomate, aos sabores mais exóticos, como as sopas doces, as receitas de sopas frias são ótimas opções.

Pensando nas dúvidas que surgem sobre esse tema, compartilhamos algumas informações e dicas para você adaptar as receitas de sopas tradicionais e consumi-las após o inverno. Aproveite!

Inclua as sopas frias no verão

Saborosa e nutritiva, a sopa fria é a receita perfeita para relaxar e curtir uma boa refeição durante as altas temperaturas. Em versões salgadas ou doces, se encaixa com delicadeza na alimentação de quem deseja consumir uma refeição mais equilibrada, apostando na inovação e nas possibilidades que esse alimento oferece.

Aqui, no nosso país, apesar de algumas regiões já terem o hábito de tomar caldos e sopas quentes, como creme de abóbora, sopa de lentilha, caldo feijão etc., o consumo ainda é muito tímido. Contudo, em países europeus, o consumo de sopas e caldos — tanto frios quanto quentes — é muito comum durante todas as épocas do ano.

Altamente nutritivas por conterem uma boa variedade de ingredientes naturais, essas receitas também são muito saborosas e, dependendo da apresentação, podem ser sofisticadas e até servidas como shots, para tomar e substituir qualquer entrada de um jantar, por exemplo.

Apesar de terem a semelhança e consistência das sopas e caldos salgados quentes, a maneira de preparo das sopas frias é peculiar. Logo, não são simples versões ou releituras de receitas quentes ou, ainda, pratos que esfriaram. Os ingredientes, geralmente, são crus e processados, mas podem ser misturados com ingredientes cozidos e refogados.

As receitas podem levar verduras, hortaliças, legumes e frutas para realçar os sabores e combinar com as altas temperaturas. Dentre as sopas frias mais conhecidas, estão a famosa sopa francesa vichyssoise, que leva batatas e alho-poró, e o borscht, da Rússia, que é feito com beterrabas. Mas existem inúmeras outras possibilidades de combinação e receitas fáceis de fazer em casa, acrescentando proteína animal ou tubérculos, por exemplo.

E que tal incluir as sopas frias na sua alimentação? Fugir do óbvio incluindo sopas frias com sabores corriqueiros presentes na nossa memória gustativa, por exemplo, pode ser uma surpresa agradável. Bora arriscar?

Conheça os benefícios das sopas frias

Para termos uma sopa fria, não basta esperar que uma sopa comum esfrie, pois nem todas as sopas quentes ficam gostosas desse modo. Elas são especialmente adequadas para as altas temperaturas do verão, justamente por suas combinações de ingredientes delicados e refrescantes. Além desses aspectos, existem outras vantagens de se consumir sopa durante o ano inteiro, como:

Proporciona nutrição e hidratação

As sopas frias são mais nutritivas e proporcionam uma maior hidratação, pois, ao mesmo tempo em que fornecem uma alta quantidade de líquidos, o corpo recebe uma boa dose de nutrientes, vitaminas e minerais que são preservados pelo preparado característico.

O cozimento dos ingredientes faz com que grande parte das suas propriedades seja eliminada. No entanto, em regra, ao preparar essas versões boa parte dos ingredientes é usada naturalmente, dispensando o cozimento ou cocção. Além disso, uma grande variedade de frutas pode ser adicionada à receita, potencializando, inclusive, os sabores. O resultado é um alimento que conserva suas fibras naturais e ainda é rico em vitaminas e nutrientes essenciais ao organismo.

Facilita a digestão

Em temperaturas mais altas, o nosso corpo prefere alimentos leves com ingredientes frescos. Logo, essa opção é excelente para as suas refeições, por saciar a fome e ainda oferecer nutrientes para ajudar no equilíbrio do metabolismo, pois oferece a ingestão de líquido e poucas gorduras, agilizando a digestão.

Aumenta a saciedade

As sopas, em geral, são compostas por ingredientes líquidos, como iogurtes, água, caldo de legumes, leite etc., e isso faz com que o organismo se sinta saciado mais rapidamente. Inclusive, se torna uma opção viável para quem busca uma alimentação com baixo valor calórico. No entanto, por serem refeições leves, podem ser combinadas com acompanhamentos para incrementar o prato. Quer uma dica incrível? Converse com o seu nutricionista sobre isso.

Fornece versatilidade

Mais do que uma opção saudável, as sopas frias são, também, uma refeição bastante flexível. Uma boa sopa serve tanto de entrada como de prato principal. O ingrediente fundamental pode ser um legume (sopa de batata), alguma fruta (sopa de melão, pera ou tangerina) ou, até mesmo, um misto, como o gaspacho (tomate, pepino, cebola e alho).

Como já dito, esse prato pede ingredientes mais suaves e frescos, o que significa que o valor calórico por porção diminui consideravelmente. Por essa razão, é preferível que seja consumida de maneira distinta do que os pratos de inverno — enquanto as sopas quentes são consumidas como prato principal, as versões frias são ótimas opções de entrada, podendo substituir as saladas e sobremesas comuns.

Garante um fácil preparo

Este é, sem dúvida, um dos maiores benefícios da sopa fria: a facilidade de preparar. Fazer uma sopa exige apenas criatividade nos sabores. Não é muito difícil e permite uma enorme variedade de combinações usando o que você tem na despensa.

Possibilita uma refeição barata

Comer de maneira mais saudável e natural não é caro. Os ingredientes sugeridos para o preparo das sopas frias são facilmente encontrados. Por isso, acabam tendo um custo-benefício melhor. Outra possibilidade é aproveitar os legumes e verduras da época ou mesmo aqueles característicos da sua região.

Promove possibilidades

As sopas frias podem ser consumidas por todos, pois dificilmente contêm ingredientes que, normalmente, fazem parte da lista de proibidos pra pessoas que têm restrição alimentar ou intolerância. Por ter como base, em regra, ingredientes como verduras e legumes, é possível implementar essa refeição em qualquer evento, agradando a todos, inclusive vegetarianos e veganos.

Aposte nos aperitivos e acompanhamentos

Além dos ingredientes naturais e saudáveis, toda sopa fria que se preze conta com deliciosos acompanhamentos. Aposte neles para enobrecer sua refeição. Listamos algumas opções:

Pronto! Agora que você já sabe as principais informações sobre sopas frias, basta ser criativo na hora de adaptar suas receitas e escolhas. Afinal, a sopa fria é mesmo uma opção deliciosa para se incluir no cardápio mesmo após o inverno.

Você curtiu este post? Então, continue com a visita a nosso blog. Fique por dentro dos benefícios da sopa!

Você também pode gostar

Scroll Up